O que faz um Psicólogo?

O que faz um Psicólogo? Como o Psicólogo pode ajudar? Quando se deve procurar um psicólogo?
Muita gente pergunta qual é o melhor momento de iniciar a terapia. Pois bem: fazer terapia não é uma condição sine-qua-non da existência,mas com certeza ajuda bastante a tomar algumas decisões,ou mesmo na hora de se ajustar à situações novas e/ou adversas.

Quer conhecer um pouco sobre Psicólogos?
O que faz um Psicólogo

O Psicólogo que atua com Psicologia Clínica é um profissional que ajudar pessoas a compreender o que é importante para elas, e tem habilidades técnicas para lidar com os mais variados casos, desde pequenos estresses do cotidiano, até casos mais pesados como transtornos mentais, lutos ou dependência química.
​O PSICÓLOGO é um profissional que oferece ajuda emocional, afetiva e racional; que ajuda a entender medos e  raivas; que ensina a expressar sentimentos de indignação; que ampara na hora da dor; que motiva; que mostra ao suas potencialidades, convertendo defeitos em qualidades, medo em coragem, tristeza em alegria, raiva em amor.

O Psicólogo e o paciente

O atendimento psicológico deve sempre priorizar a demanda do cliente, buscando alternativas satisfatórias. Deste modo, o psicólogo pode:
  • Conversar - Algumas pessoas simplesmente não tem com quem conversar e buscam alguém que possa legitimar seus pensamentos, suas crenças e comportamentos. Neste sentido, é função do psicólogo ouvir e acolher esta demanda, ampliando os horizontes de entendimento do cliente.
  • Cuidar da "loucura" - De fato é difícil conceber os limites entre a sanidade e a insanidade, o que gera muitos equívocos.  Não trabalhamos mais com o conceito de loucura, afinal os limites entre normalidade e anormalidade são definidos pelo modo de funcionamento do paciente.
  • Ajudar na modificação de comportamentos e pensamento indesejáveis (do ponto de vista do cliente). Algumas pessoas desejam modificar comportamentos que dificultam sua interação social.Ajudar na modificação das crenças, pensamentos e valores
  • Dar suporte nas horas difíceis - Chamamos isto de "ajuda emocional". são atendimentos breves e focais, apenas para auxiliar o cliente a lidar com aquela demanda específica. Este trabalho é realizado tanto na clínica, como no ambiente do paciente (casa, trabalho,escola, etc). Neste momento o psicólogo serve como um suporte emocional O objetivo aqui é oferecer algum conforto nos momentos mais dolorosos, minimizando o sentimento de solidão e abandono.

O que é a Psicologia?

Salientando que a Psicologia é a ciência que estuda o comportamento humano, através de diversas abordagens. A Mais utilizada atualmente é a Terapia Cognitiva comportamental, que fornece recursos teóricos-práticos para que possamos ajudar nosso paciente em muitos casos.

O que é Psicoterapia?


Refere-se ao trabalho do psicólogo Clínico, que atua dentro de uma clínica de psicologia. É uma terapia oferecida por um Psicoterapeuta. Comumente, usamos algumas abordagens para realizar nossos atendimentos:
  • Psicanálise – Refere-se ao estudo do Inconsciente do indivíduo. O atendimento em psicanálise é dado por um Psicanalista, dentro de seu consultório de psicanálise. Geralmente conduzida por PSICÓLOGOS ou PSICÓLOGA com formação em PSICANÁLISE.Terapia cognitivo comportamental – Modelo de terapia aplicada por um psicólogo com formação em TCC, que visa tratar de distorções de pensamentos, comportamentos e crenças. Ideal para tratamento de Ansiedade e depressão.Humanista-Existencial. Método focado no acolhimento e aceitação incondicional. 

Quando procurar terapia?
Exceto quando houver indicação de um médico ou psiquiatra, não existe UM momento adequado. Geralmente as pessoas buscam ajuda do psicólogo quando:

O que falar na primeira sessão de terapia.

Geralmente as pessoas perguntam sobre o que falar na primeira sessão,afinal, para muitos é algo novo. 
Basicamente,as pessoas falam de si mesmas, sobre o que as aflige neste momento da vida e os gatilhos que a fizeram buscar psicoterapia....
É comum contarem parte de sua história de vida, suas conquistas, mencionar as injustiças sofridas, e o que fizeram (e ainda fazem) pra lidar com isso...
Também é comum guardarem para si algumas passagens. Não há o menor problema. Tudo bem! Não podemos ser invasivos, não é nossa intenção.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carência afetiva: o que é e como lidar?

O normal e o patológico

A dificuldade em mostrar sentimento

Pessoas românticas

O que é Inveja e como se manifesta

Como lidar com o rompimento de uma relação afetiva

Devemos nos importar com o que pensam a nosso respeito?

Psicóloga em SP

Amor Idealizado: Será que você é amado (a) de verdade?

Terapia de Casal: