Pular para o conteúdo principal

A dificuldade em mostrar sentimento - Psicóloga SP


Artigo escrito por

Psicologa sp  Maristela Vallim Botari - CRP/SP 06-121677.


A dificuldade em mostrar sentimento - Psicóloga SP


Porque algumas pessoas têm dificuldade em mostar sentimento? 

Vou contar uma história sobre um personagem fictício chamado L., que tinha dificuldade em demonstrar seus sentimentos. 

Desde a infância, L. sempre foi muito introvertido e retraído, tendo dificuldades em se conectar emocionalmente com as pessoas ao seu redor.

Ele era um bom aluno na escola e se dedicava aos estudos, mas nunca se destacava nos esportes ou nas atividades sociais.

Quando L. começou a trabalhar, percebeu que tinha ainda mais dificuldades em demonstrar seus sentimentos. 

Se fechava em si mesmo e evitava o contato com os colegas de trabalho, muitas vezes sendo visto como antipático e arrogante. 

Ele até tentou se aproximar de algumas pessoas, mas sempre que tentava expressar seus sentimentos, ele se sentia inseguro e se retratava.

L. não sabia exatamente por que era assim, mas sentia que tinha uma barreira emocional que o impedia de se conectar com as pessoas. Ele se perguntava se alguma vez seria capaz de sentir verdadeiramente algo e expressá-lo aos outros.

Um dia, L. conheceu uma mulher especial que mudou sua vida. Ela era aberta e carinhosa e, aos poucos, conseguiu fazê-lo se sentir confortável para abrir-se emocionalmente. 

Mas, mesmo assim, L. ainda tinha dificuldades em expressar seus sentimentos de maneira clara e direta. Ele tinha medo de ser rejeitado por ela, e por isso preferia não arriscar.

Com o tempo, L. percebeu que precisava enfrentar sua dificuldade em demonstrar seus sentimentos. Ele começou a se consultar com um terapeuta e a trabalhar seus bloqueios emocionais. 

Foi um processo longo e doloroso, mas L. se esforçou e conseguiu fazer progressos significativos. 

Ele aprendeu a se expressar melhor e a se conectar com as pessoas de maneira mais profunda.

A história de L. mostra as dificuldades que algumas pessoas têm em demonstrar seus sentimentos. 

Seja por uma barreira emocional, medo de rejeição ou embotamento afetivo, é possível superar essas dificuldades com a ajuda de profissionais especializados e com muito trabalho interno. 

A expressão dos sentimentos é fundamental para o bem-estar emocional e para o estabelecimento de relações saudáveis e significativas com as outras pessoas.

Fatores que colaboram para a dificuldade em mostrar sentimento

Vou elencar três fatores principais.

1 - Ausência de sentimento

Quando não há sentimento para ser exposto, em pessoas que conseguem produzir sentimentos.

2- Medo de rejeição

Quando há medo de ser rejeitado (a) diante da exposição dos sentimentos

3- Embotamento afetivo

Quando o indivíduo não  consegue produzir nenhum tipo de sentimento.

Demonstração de afeto não é (e nunca foi) prova de afetividade. São coisas distintas. Afeto é uma coisa, demonstração de afeto é outra. 

Nem sempre  exageros românticos, ou demonstrações efusivas de carinho, refletem sentimentos, e a premissa contrária é verdadeira.

Existem pessoas que conseguem expressar aquilo que sentem por meio de outros comportamentos, como por exemplo, a busca pela proximidade, a relação de cuidado e preocupação, etc.

No entanto, algumas não conseguem demonstrar de forma alguma. Por mais que alguém tente mobilizá-lo, não conseguem sair da "bolha da indiferença". A questão que se levanta é:

Porque não demonstram o que sentem?

A resposta para esta questão é bastante ampla e praticamente inconclusiva. Mas vale o exercício de reflexão.

A dificuldade em mostrar sentimento - Psicóloga SP

A alexitimia é uma condição mental caracterizada pela dificuldade em reconhecer e expressar emoções, associada a um estilo de pensamento concreto. 

Pode levar a relações utilitárias, sem afeto, e aumentar o risco de dependência ou solidão. 
Anteriormente, acreditava-se que estava ligada a distúrbios físicos e era considerada uma doença psicossomática. 

No entanto, uma revisão teórica do Instituto de Psicologia da USP sugere que essa associação não é clara na prática. 

O estudo indica que a alexitimia e o pensamento operatório estão mais ligados ao contexto social atual, marcado por competição econômica e social, empobrecimento da linguagem e mentalidade racional, refletindo um aumento do sofrimento cotidiano.

Essa pessoa tem dificuldade em expressar alegria pelo sucesso de um colega ou tristeza pela perda de uma pessoa próxima a um amigo. Isso pode fazer com que pareça insensível e fria emocionalmente, mas também pragmática e calculadora.

1 - Ausência de sentimento

Quando não há sentimento para ser exposto

Em muitos casos, o indivíduo não demonstra porque realmente não sente afeto passional pelo parceiro, mas consegue demonstrar carinho com atitudes educadas. 

Nestes casos, o "Bom dia" é apenas um cumprimento polido, exigido diante de situações formais, ou profissionais. 

O "Como você está" pode indicar uma preocupação com o outro que não vai além do simples desejo de que o outro esteja bem. Mera formalidade. 

Nada além.

2- Medo de rejeição

Em outros casos, o indivíduo não vai além das atitudes educadas e demonstra atitudes educadas, porém utiliza mecanismos de negação do sentimento, como por exemplo: tentativas de humilhar o parceiro afetivo (deboche, sarcasmo), indiferença forçada (mudar de calçada, ignorar deliberadamente a presença do outro, etc..). 

Porém, a busca por proximidade pode indicar que existem sentimentos escondidos embaixo de toneladas de camadas de gelo. 

Estes indivíduos costumam ser incongruentes: ora buscam aproximação, ora afastamento; ora são simpáticos, ora extremamente indiferentes. Porém, raramente são calorosos.

Geralmente, esta indiferença forçada se justifica pelo medo que sentem da rejeição, pois tendem a acreditar que as demonstrações só serviriam para exaltar o outro, que por sua vez poderia não corresponder, o que geraria um mal-estar muito grande. 

Logo, preferem se abster para não "fazer papel ridículo".

3- Embotamento afetivo


Alguns indivíduos simplesmente não demonstram afeto da maneira convencional, porque  não aprenderam como fazer isso. 

Geralmente sofreram algum tipo de "castração" emocional nos na infância, ou começo da adolescência, quando as emoções tavam aflorando.

Deste modo, sua vida afetiva sofre bastante limitação, tanto nas demonstrações, quanto nas escolhas, o que pode levá-los a se casarem com a primeira namorada, por exemplo...

E como não foram "educados" afetivamente, suas parcas demonstrações de afeto são difíceis de serem interpretadas: não sabem escolher presentes, esquecem datas, não beijam ou abraçam com frequência, etc.

Como lidar com pessoas que não demonstram sentimento:

É perfeitamente compreensível a angústia de quem se relaciona com pessoas que não demonstram sentimento; quem está acostumado (a) com as demonstrações clássicas tende a se sentir bastante incomodado. 

Nos casos onde há ausência de sentimento, não há muito o que fazer: não dá para tirar leite de pedra. A solução aqui é aceitar e tentar novos relacionamentos, com alguém que tenha sentimentos reais. 

Nos casos onde o parceiro notoriamente busca aproximação, mas não consegue demonstrar sentimento por nenhuma via, é importante desenvolver a capacidade de ler nas entrelinhas do comportamento do outro, buscando compreender sua história de vida e seu funcionamento afetivo. 

Pode acontecer que a convivência com alguém que demonstre abertamente o que sente ajude a desembotar a afetividade do parceiro e afaste o medo da rejeição.

Neste caso, convém evitar a cobrança e as brigas que só servirão para aumentar a sensação de desconforto na relação.

 Conclusão


Naturalmente, existem outros fatores que interferem na dificuldade de demonstração de afeto, além dos que foram expostos aqui. Cada caso deve ser avaliado separadamente para que possam ser compreendidos de forma particular.

Psicóloga SP 

Como a Psicoterapia pode ajudar 

Pessoas que não demonstram sentimentos


A psicóloga e a terapia cognitivo-comportamental (TCC) foram fundamentais para ajudar L. a superar a dificuldade de demonstrar seus sentimentos. 

A TCC é uma abordagem terapêutica que busca identificar e modificar padrões de pensamentos e comportamentos que estão causando desconforto ou sofrimento emocional.

Inicialmente, a Psicóloga SP ajudou L. a compreender as origens de sua dificuldade em demonstrar sentimentos. 

Através de conversas e exercícios, ela ajudou L.a identificar padrões de pensamentos e sentimentos reprimidos que o impediam de se conectar emocionalmente com as pessoas.

Em seguida, a psicóloga ajudou L. a trabalhar seus bloqueios emocionais. Ela usou técnicas de exposição e dessensibilização sistemática para ajudá-lo a se sentir mais confortável em expressar seus sentimentos. 

Ela também ensinou a ele técnicas de relaxamento para ajudá-lo a lidar com a Ansiedade e o medo de rejeição que surgiam quando ele tentava se expressar.

A TCC também ajudou L. a desenvolver habilidades sociais e a se comunicar de maneira mais efetiva. 

Ele aprendeu a identificar e expressar suas emoções de maneira clara e direta, e a ouvir ativamente os outros. Ele também aprendeu a desenvolver empatia e a se colocar no lugar das outras pessoas.

Ao longo do processo terapêutico, L. foi adquirindo mais confiança e segurança em si mesmo. 

Ele aprendeu a lidar com suas emoções de maneira mais saudável e a se expressar de maneira mais autêntica. Com o tempo, ele foi capaz de se conectar emocionalmente com as outras pessoas de maneira mais profunda e significativa.

Em resumo, a psicóloga e a TCC foram fundamentais para ajudar Lucas a superar sua dificuldade em demonstrar sentimentos. 

Através da terapia ele foi capaz de compreender melhor suas emoções, identificar seus bloqueios emocionais e desenvolver habilidades sociais e de comunicação que o ajudaram a se expressar de maneira mais autêntica e significativa.

Obrigada pela leitura. 

Quero cuidar da minha saúde mental 

Psicóloga sp,  Maristela Vallim Botari CRP-SP 06-121677 

Psicóloga Clínica

Formação e história de vida,



Av. Paulista, 2001 – Cj 1911 – 19 andar. Perto do Metrô Consolação Bela Vista - São Paulo - SP -Brasil

Contato:



Se você está buscando uma psicóloga perto de você para tratar de dificuldades em mostrar seus sentimentos, é importante saber que essa é uma questão comum que muitas pessoas enfrentam.

Em consulta com psicóloga,  exploramos os padrões de pensamento e comportamento que podem estar impedindo a expressão de sentimentos e trabalhar com o paciente para desenvolver estratégias eficazes para lidar com esses desafios.

A dificuldade em mostrar sentimento - Psicóloga SP

Pessoas que não demonstram sentimentos




Postagens mais visitadas deste blog

As 05 fases do luto afetivo | Psicologa sp

Psicóloga sp    Maristela Vallim Botari As 5 fases do luto:  Negação, raiva, barganha, depressão e aceitação. As propostas apresentadas por Elisabeth Kübler-Ross em seu livro Elisabeth Kübler-Ross   (Bióloga que estuda as relações afetivas). "Sobre a Morte e o Morrer", publicado em 1969, são consideradas fundamentais para a compreensão dos diferentes estágios que as pessoas atravessam ao lidar com a perda e o processo de luto. Suas ideias revolucionaram a maneira como a sociedade encara o tema da morte e oferecem insights valiosos sobre a experiência humana diante da perda de entes queridos. Ilustrando com uma história Fictícia: Há alguns anos, J e P namoravam há cinco anos e planejavam se casar em breve. No entanto, um dia P acabou o relacionamento de forma abrupta, de

Quanto custa um Psicólogo

Para quem busca informações sobre  quanto custa um psicologo . Neste artigo são apresentados os preços da  consulta com a  Psicóloga sp   Maristela Vallim Botari A  Psicologia  tem muito a oferecer, independente do q uanto custa um Psicólogo. Psicóloga preço sp,  psicóloga preço, quanto custa um psicólogo Quanto custa uma consulta com a Psicóloga sp  CRP-SP 06-121677   A 1ª sessão com a Psicóloga SP R$ 98,00 Psicoterapia  Individual para adultos R$ 109,00 Consulta avulsa -  R$ 75,00 Psicologa   Infantil  (+10 anos) R$ 109,00 Psicoterapia  Casal R$ 218,00 Terapia para Idosos R$ 109,00 Psicologa   Infantil  (+10 anos) R$ 109,00 Formas de pagamento: Pix, boleto, ou cartōes de débito ou crédito parcelado, tranferências Bancárias. Se optar por fazer seu agendamento pel o site , terá a opção de realizar seu pagamento na mesma plataforma. Caso prefira fazer o agendamento via WhatsApp (11) 95091-1931, poderá pagar com cartão, no consultório (Psicoterapia presencial), ou PIX (psicoterapia O

Psicologa SP - Acolhimento Humanizado perto de você

Psicologa SP - Maristela V. Botari CRP-SP 06-121677



O objetivo do atendimento psicológico é promover a saúde mental e emocional, reduzindo o sofrimento causado pela ansiedade, depressão e estresse.

Experiência profissional

A Psicóloga SP Maristela, com mais de 12 anos de atendimento em Psicologia Clínica, oferecendo atendimento humanizado, garantindo excelencia e comprometimento ético, visando o bem-estar dos pacientes. 

Isto é apenas um reflexo de sua paixão pela Psicologia e desenvolvimento humano.

Ao longo dos anos, ela atende com abordagens quem ajudam as pessoas a enfrentarem desafios e dificuldades e alcançarem seu potencial máximo.

A prática do atendimento psicológico abrange diversas abordagens terapêuticas, incluindo a Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC). 

Esta abordagem é uma das mais utilizadas por psicólogos devido à sua eficácia em tratar uma ampla gama de problemas emocionais e comportamentais. 


Psicologa sp, psicóloga SP, psicólogos em São Paulo, psicologo sp, psicólogo SP, psicóloga perto de mim, consulta com psicóloga, agendar consulta cm psicólogos, psicólogos em são Paulo, onde encontrar psicólogos Bradesco, convenio reembolso de consultas psicológicas, terapia casal sp, atendimento psicológico online, atendimento online, psicólogo apoio, psicológico online, site de psicologia online, psicologa zona norte sp, melhores psicólogos de sp, consulta com psicóloga online, neuropsicologo online, psicólogo online preço, psicologo online whatsapp, onde encontrar psicóloga acessível, psicóloga barata, psicóloga grátis, preço acessível de terapia

Formação Acadêmica

A formação acadêmica da Psicologa SP Maristela Vallim Botari inclui renomadas universidades como PUC, Mackenzie, UNIP, USP e UFAC. 

Durante sua trajetória acadêmica, estudou de diversas áreas da psicologia, incluindo Neurociências, Psicologia Escolar, Psicologia do Trabalho, Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC), Psicanálise e Humanismo.

Essa diversidade permite à Psicóloga sp Maristela uma abordagem integrativa e personalizada em seu trabalho como psicologa clinica.



Psicologa sp, Psicologa sp, psicóloga SP, psicólogos em São Paulo, psicologo sp, psicólogo SP, psicóloga perto de mim, consulta com psicóloga, agendar consulta cm psicólogos, psicólogos em são Paulo, onde encontrar psicólogos Bradesco, convenio reembolso de consultas psicológicas, terapia casal sp, atendimento psicológico online, atendimento online, psicólogo apoio, psicológico online, site de psicologia online, psicologa zona norte sp, melhores psicólogos de sp, consulta com psicóloga online, neuropsicologo online, psicólogo online preço, psicologo online whatsapp, onde encontrar psicóloga acessível, psicóloga barata, psicóloga grátis, preço acessível de terapia


Quem pode passar na consulta Psicológica?

Quem passa por momentos difíceis, sentindo-se incompreendido, desamparado(a) e isolado(a).

Público: Acima de 10 anos, com ou sem encaminhamento médico.

Psicóloga SP oferece um atendimento personalizado para cada paciente.

A consulta com psicologa online é uma modalidade que tem ganhado cada vez mais popularidade.

Atualmente, milhares de pessoas recebem atendimento online, beneficiando-se da conveniência e acessibilidade que essa forma de terapia oferece. 

Desde março de 2020, a Psicóloga Sp Maristela atendeu mais de 1.200 pacientes online. E este número não para de crescer. 

A consulta com psicologa individual e o acompanhamento psicológico realizados de forma virtual permitem que as sessões de terapia sejam acessíveis mesmo para aqueles que possuem restrições de tempo ou mobilidade. 

Além da terapia individual, a terapia de casal é outra modalidade importante. 
Nesses casos, o foco está em melhorar a comunicação e resolver conflitos dentro do relacionamento.

A Psicóloga SP atende pacientes em seu consultório localizado na Av. Paulista, 2001 cj 1911- Bela Vista Perto do Metrô Consolação,  

Além disso, para aqueles que não estão perto da Av. Paulista, também oferece a opção de realizar uma consulta individual com a psicologa online.

Todas com horário agendado.

Consulta Psicóloga Valor


O preço sessão de terapia é diferente para casal e infantil mas é o mesmo valor para terapia online ou presencial.

A consulta individual inicial custa R$ 99,00

Psicologa sp Humanizada

A consulta com psicologa sp humanizada pode ser uma alternativa valiosa para aqueles que buscam um atendimento mais coloquial, sem perder a qualidade técnica/teórica.

Embora muitas pessoas possam confundir com um bate-papo casual, na verdade, a Psicóloga sp se concentra em compreender as emoções embutidas na fala e no olhar do paciente.

A prática da psicologia, seja presencial ou online, busca oferecer suporte emocional e psicológico, ajudando os pacientes a enfrentar desafios e alcançar seu potencial máximo. 

Psicóloga SP Maristela Vallim Botari está preparada para oferecer esse suporte, promovendo o bem-estar e o desenvolvimento humano em cada sessão de terapia.


O Conselho Federal de Psicologia regulamenta a prática da profissão e estabelece diretrizes para garantir que o atendimento psicológico seja realizado de maneira ética e eficaz. 

Em breve você poderá receber nossa newsletter semanal, que oferece dicas, informações e atualizações deste site de Psicologia que trata de temas que vão além da Psicoterapia, como dificuldade de relacionamentos, autoestima, luto, etc




Psicóloga perto de mim, saude é,psicologa preço sessão, sessão de terapia valor, psicologa, psicóloga preço sessão, psicologa vila mariana, psicologos perto de mim, psicólogo em são paulo