psicologa sp , Psicóloga perto de mim, consulta com psicologa, psicologa preço, psicologa valor, psicóloga preço, psicólogo valores, consulta psicólogo valor, psicólogo preço, psicologa perto de mim,psicologo perto de mim, Psicóloga perto de mim, psicólogo presencial sp, psicóloga São Paulo, psicólogo consulta, psicólogo zona sul sp, Psicólogo Zona Leste sp, melhores psicólogos de sp, Psicóloga Av. Paulista, Indicação de Psicóloga SP, poderá agendar uma consulta com psicologa presencial.

14 perguntas para você fazer ao psicólogo

14 perguntas para você fazer ao psicólogo


Antes de começar a terapia, é importante que o paciente tenha algumas perguntas em mente para entender melhor o processo terapêutico e se sentir mais confiante em relação ao tratamento. 

14 perguntas para você fazer ao psicólogo


Aqui estão algumas perguntas que o paciente pode considerar fazer ao psicólogo antes de começar a psicoterapia:


1 - Qual é a sua abordagem terapêutica?



É importante saber qual é a abordagem que o psicólogo utiliza, para que o paciente possa avaliar se essa abordagem é adequada para seus objetivos e necessidades.

Existem diversas abordagens em Psicologia, porém as mais tradicionais são:
Psicanálise – Estudo do Inconsciente humano. 

Geralmente conduzida por PSICÓLOGOS com formação em PSICANÁLISE.

Neste atendimento, é comum que o Psicólogo ouça mais e fale menos, chegando, algumas vezes, a passar muitas sessōes sem falar nada, apenas ouvindo, colentando informaçōes verbais, que levam às pistas sobe o que vai no inconsciente da pessoa.

Terapia cognitivo comportamental (TCC) – terapia que trata distorções de pensamentos, comportamentos e crenças. Ideal para tratamento de Ansiedade e depressão. Conduzida por PSICÓLOGOS com formação em TCC

Nesta abordagem, há uma interação maior, e o psicólogo coleta pistas comportamentais e cognitivas, por meio de perguntas, respostas e reflexōes.

“A cognitiva-comportamental trata a forma como o indivíduo interpreta as situações, como reage a elas e as emoções que lhe geram; a psicanálise procura a origem de nossos problemas em vivências passadas (geralmente na infância). (Sanoja, 2020).

Para saber mais, leia o post Mitos e verdades sobre a Psicologia.

Existem também as abordagens Humanistas, que são bem diversificadas e bastante eficientes.

A Psicóloga Maristela oferece uma abordagem terapêutica baseada em técnicas de Terapia Cognitivo-Comportamental, Humanista Centrada na Pessoa e NeuroPsicopedagogia. 

Com essa abordagem, você poderá estruturar seus pensamentos, sentimentos e comportamentos, compreender melhor como funciona seu cérebro e desenvolver habilidades para lidar com situações desafiadoras de forma mais eficaz.


2. Qual a sua especialidade?


Especialidade não ė o mesmo que especialização: especialidade trata daquilo que é frequente que um psicólogo atenda, portanto tem mais facilidde em manejar e tratar.

"Entre os psicólogos, como em todas as carreiras, há profissionais e profissionais. Alguns são adequados para realizar certos projetos e outros se encaixam à perfeição no manejo de situações completamente diferentes" (Sanoja, 2020).

Isto significa que se a pessoa tem um diagnóstico de transtorno de personalidade, deve procurar um psicólogo que saiba atender especificamente este tipo de transtorno.

Caso a pessoa não tenha certeza, fazer uma consulta de pré-diagnóstico pode ajudar e oferecer orientações neste sentido.
 
Por exemplo, eu costumo atender com. muita frequência pessoas que estão em crise de ansiedade, com um problema pontual, embora algumas pessoas permaneçam em tratamento por longos anos para prevenção de recaídas.

Minha especialidade, com o decorrer dos anos, são as pessoas com estresse nos relacionamentos, no trabalho ou em família.


3 - Como funciona o processo de terapia?


O paciente precisa entender como funciona o processo de terapia, quantas sessões serão necessárias e qual é o papel dele durante o tratamento.

A primeira sessão é dedicada à avaliação do paciente e à identificação dos problemas emocionais que ele está enfrentando. Nesse processo, a psicóloga faz perguntas para conhecer a história de vida do paciente e entender melhor suas necessidades e objetivos.

O processo terapêutico com a Psicóloga Sp Maristela é baseado em uma abordagem humanizada, na qual o paciente é acolhido em um ambiente seguro e livre de julgamentos.

Com base nas informações coletadas, a psicóloga sugere técnicas e estratégias para ajudar o paciente a lidar com seus problemas emocionais. Essas técnicas podem incluir exercícios de respiração, meditação, terapia cognitivo-comportamental e outras abordagens terapêuticas.


Durante as sessões, a psicóloga encoraja o paciente a falar sobre seus sentimentos e emoções enquanto ela escuta atentamente, oferecendo um ambiente seguro e livre de julgamento. 


Ela também ajuda o paciente a identificar padrões de pensamento e comportamento que possam estar contribuindo para seus problemas emocionais.


Ao final da sessão, a psicóloga resume as discussões e planos feitos e sugere que o paciente reflita sobre o que foi conversado e continue praticando as técnicas discutidas.


O objetivo final do processo terapêutico com a Psicóloga Maristela é ajudar o paciente a lidar com seus problemas emocionais e a ter uma perspectiva mais positiva em relação ao futuro.


4 -Qual é a duração de cada sessão de psicoterapia?

É importante saber a duração de cada sessão, para que o paciente possa se programar e se organizar de acordo com o tempo necessário para a terapia.

O limite de tempo de 50 minutos para cada sessão de terapia com a Psicóloga Maristela é comum em muitos consultórios de psicologia e se baseia em várias razões. 

Em primeiro lugar, o tempo de sessão padrão de 50 minutos foi estabelecido como uma convenção na área da psicologia, com o objetivo de fornecer tempo suficiente para o paciente se expressar e para a psicóloga conduzir a terapia de forma eficaz.

Além disso, a limitação de tempo é importante para garantir a manter o foco do paciente na terapia e em suas questões, sem que haja tempo excessivo para divagações. 

A terapia é uma jornada que requer foco e esforço, e o tempo limitado ajuda a manter a disciplina e o progresso.

No entanto, é importante destacar que a duração da sessão pode variar, dependendo das necessidades individuais do paciente e do andamento do processo terapêutico. 


5 - Qual é o preço da sessão com a Psicóloga?

O paciente precisa saber o preço da sessão de terapia para que possa avaliar se o tratamento é financeiramente viável para ele.


6 - Qual é a sua formação e experiência profissional?

É importante saber a formação e a experiência do psicólogo, para avaliar sua competência e habilidades.


7 - Como são realizadas as sessões?

O paciente precisa entender como são realizadas as sessões e se há algum tipo de método ou técnica específica utilizada pelo psicólogo.


8 - Como o psicólogo lida com questões de confidencialidade?

O paciente precisa entender como o psicólogo lida com questões de confidencialidade e quais são os limites desse sigilo.


9 - Como o psicólogo lida com emergências ou crises?

O paciente precisa saber como o psicólogo lida com emergências ou crises e qual é a política dele em relação a isso.


Fazer essas perguntas pode ajudar o paciente a se sentir mais seguro e confiante em relação ao processo de terapia, aumentando as chances de sucesso no tratamento.


10- Medicação e acompanhamento Psiquiátrico podem me ajudar?

Podem, mas não subsituem a Psicoterapia e vice-versa. São tratamentos complementares. Geralmente, os psicólogos, recomendam ou encaminham os pacientes para uma avaliação psiquiátrica, se este for o caso.

11- Como saber se a Psicoterapia vai funcionar?


"O melhor indicador é como você se sente, mas há registros e medidas tomadas durante a terapia. O profissional pode mencioná-los de antemão. Assim poderemos comparar se continuamos tendo a mesma quantidade de crises do que quando começamos a terapia, se nos sentimos tão mal quanto". (Sanoja, 2020).


A eficácia da psicoterapia pode variar de pessoa para pessoa e depende de vários fatores, como a gravidade do problema emocional, a motivação do paciente, a qualidade da relação terapêutica, a aderência às técnicas e estratégias propostas e outros fatores individuais.

No entanto, existem alguns indicadores que podem ajudar a avaliar se a psicoterapia está sendo eficaz, como:

Melhora dos sintomas emocionais e comportamentais: a redução dos sintomas emocionais e comportamentais relacionados ao problema que levou o paciente à terapia é um indicador importante de que a psicoterapia está funcionando.


Aumento da autoestima e autoconfiança: o processo terapêutico pode ajudar o paciente a reconhecer suas qualidades e habilidades, melhorando a autoestima e a autoconfiança.


Melhora na qualidade dos relacionamentos: a terapia pode ajudar a melhorar a comunicação e a expressão emocional, fortalecendo os relacionamentos interpessoais.


Mudança de perspectiva e pensamento: a terapia pode ajudar o paciente a perceber o problema sob uma nova perspectiva, ajudando a mudar padrões de pensamento negativos e disfuncionais.


Aumento da qualidade de vida: a psicoterapia pode ajudar o paciente a lidar com seus problemas emocionais, melhorando a qualidade de vida e aumentando a sensação de bem-estar emocional.

É importante lembrar que a psicoterapia é um processo contínuo e pode levar tempo para que se perceba resultados efetivos. Além disso, é fundamental que o paciente esteja comprometido com o processo terapêutico e se dedique à prática das técnicas e estratégias propostas pelo terapeuta.



 Para saber mais sobre quando a terapia funciona
 
 12 - E se eu não me sentir a vontade na presença do Psicólogo, devo desistir?

É normal sentir um pouco de desconforto ou timidez no início da terapia, afinal, pode ser difícil falar sobre questões pessoais e emocionais com um estranho. 

No entanto, é importante entender que esse desconforto pode ser superado e que a terapia pode ser muito benéfica para o seu bem-estar emocional e mental.

Se você se sentir desconfortável durante as primeiras sessões, converse com o psicólogo sobre isso. 

É possível que ele possa ajudá-lo a se sentir mais à vontade e explicar melhor como a terapia funciona. O terapeuta pode até ajustar a abordagem da terapia para que você se sinta mais confortável.

No entanto, se mesmo depois de várias sessões você ainda se sentir desconfortável e não tiver a sensação de que está progredindo, é possível que uma mudança de psicólogo pode ser benéfica 

Nesse caso, é importante não desistir da terapia, mas sim procurar outro profissional que se encaixe melhor com suas necessidades e personalidade.

Lembre-se de que a terapia é um processo pessoal e individual, e é importante encontrar um terapeuta com quem você se sinta confortável e confiante para falar abertamente. 

Dessa forma, você pode obter o máximo benefício da terapia e trabalhar em direção a uma vida mais saudável e feliz.



 13. O que devo fazer se não notar uma melhora?

“Há pessoas que vão ao psicólogo com expectativas de estarem sempre bem, mas isso é impossível na vida. Não se trata de estar todo o dia em cima de uma nuvem cor de rosa, e sim de saber gerir as situações ruins, e o psicólogo é quem nos dará as ferramentas para isso” (Sanoja, 2020).

Se você não notar uma melhora significativa após algumas sessões de terapia, é importante falar com o psicólogo sobre isso. Talvez seja necessário revisar a abordagem terapêutica ou ajustar o plano de tratamento.

É importante lembrar que a terapia não é um processo instantâneo e os resultados podem levar algum tempo para serem percebidos. 

No entanto, se você sentir que não está fazendo progresso ou se sentir frustrado com a terapia, é importante discutir essas preocupações com o psicólogo.

O psicólogo pode fornecer mais informações sobre o processo terapêutico e ajudar a identificar quaisquer obstáculos ou desafios que estejam impedindo o progresso. Juntos, vocês podem avaliar se a abordagem atual é a mais apropriada para suas necessidades ou se uma mudança é necessária.

Lembre-se de que a terapia é um processo colaborativo e o sucesso depende do compromisso e da abertura de ambos, paciente e terapeuta. 

Com paciência e trabalho conjunto, é possível superar desafios emocionais e obter uma melhor qualidade de vida.



14 - O Psicólogo pode desistir do Paciente?

"Desistir" não é o termo correto.

Creio que encaminhar seria mais adequado.

Em algumas situações, a psicóloga pode tomar a decisão de encerrar o tratamento com um paciente. No entanto, essa decisão é tomada apenas em casos excepcionais, após uma análise cuidadosa da situação e considerando as diretrizes éticas e legais da profissão.

As razões pelas quais uma psicóloga pode decidir encerrar o tratamento incluem casos de conflito de interesses, situações em que o paciente não está comprometido com o processo terapêutico, violação dos limites éticos, entre outros.

Em alguns casos, o psicólogo pode encaminhar o paciente para outro profissional mais especializado ou mais adequado para suas necessidades.

É importante lembrar que a decisão de encerrar o tratamento é feita em conjunto com o paciente e discutida abertamente durante o processo terapêutico. O objetivo principal é garantir que o paciente receba o melhor atendimento possível e que suas necessidades sejam atendidas de forma adequada.


Leia também: O Psicólogo pode encaminhar o paciente 


Se não encontrou o que buscava, pode ser que alguns artigos deste site de Psicologia possam lhe interessar:


Referências:

Este texto foi escrito por Manuela Sanoja copiado e adaptado  do site do Jornal El Pais da España em  27 feb 2020 - 16:26 BRT. Link Original:

[https://brasil.elpais.com/buenavida/2020-02-27/nove-perguntas-que-voce-deveria-fazer-ao-psicologo-antes-de-comecar-uma-terapia.html]

Postar um comentário

0 Comentários

Como agendar uma consulta com a Psicóloga em São Paulo, SP .

Quero cuidar da minha saúde mental 

Para agendar sua consulta com a Psicóloga e receber acolhimento humanizado, você pode optar pela Psicóloga online ou presencial.
Clique nos botões abaixo.
 
psicologa sp, Psicóloga SP, psicóloga perto de mim. Psicóloga em São Paulo, Psicóloga online,  psicóloga preço, consulta com psicóloga, Psicóloga Bela vista, psicólogo zona sul sp, psicólogo centro sp, psicólogo online, psicólogos em são Paulo, Psicologo SP.


Caso a agenda não mostre um horàrio adequado às suas necessidades, entre em contato e agende direto com a Psicóloga sp.

WhatsApp - (11) 95091-1931- Email: contato@psicologa-sp.com.br
Agende consulta psicológica . psicologa, psicologa preço, consulta com psicologa valor, psicologa sp, psicologa perto de mim, psicologa online, psicologa presencial, Psicóloga Bela Vista, Psicólogos perto de mim, 

Quem leu estes artigos, se interessou por: