A diferença entre expectativas e ilusões

Psicóloga Bradesco saudePassamos a vida inteira ouvindo que:
"Não devemos criar expectativas sobre relacionamentos, não devemos criar expectativas sobre o trabalho, sobre a vida, sobre a família, sobre os filhos, sobre nós mesmos, etc...."


Será mesmo?
Devemos levar uma vida sem esperar nada em troca do esforço que empreendemos para ter um bom relacionamento, um emprego promissor, uma família bem alinhada? Não devemos esperar ter filhos amorosos, cuidadosos, felizes? É inútil esperar a felicidade?

Discordo!

Creio que PODEMOS SIM, criar expectativas sobre tudo aquilo que empreendemos e que irá resultar em mudanças benéficas e qualidade de vida. Não devemos alimentar ilusões. É bem diferente.

Quando começamos uma dieta, esperamos emagrecer ou que, pelo menos, nossos índices de colesterol, glicose e sódio se estabilizem; quando começamos um curso, esperamos algo novo; quando começamos um relacionamentos esperamos (no mínimo) respeito e reciprocidade.

Sempre esperamos algo, mesmo do clima: se vamos fazer uma festa, esperamos que não chova, e que a temperatura esteja agradável; se vamos fazer uma viagem, esperamos encontrar algo que talvez só seja possível em determinadas épocas do ano (como a neve, autora boreal, ou as flores de Keukhenhoff)

Expectativas são diferentes de ilusões:

Devemos esperar que nossos empreendimentos tragam o fruto esperado, mas não devemos criar ilusões:

Ao começar um relacionamento, devemos esperar respeito e reciprocidade, mas não devemos esperar que o outro mude para caber em nossas fantasias;
Ao começar um novo trabalho, devemos esperar reconhecimento, e pagamento adequado, mas não devemos nos iludir, acreditando que somos insubstituíveis;
Ao projetar uma viagem devemos esperar ver aquilo que queremos, mas seria inútil esperar conforto além do previsto;
Ao gerar filhos, devemos esperar que sejam cidadãos de bem, mas seria ilusão imaginar que serão extensões nossas;
Ao começar uma dieta, é útil esperar alguns resultados satisfatórios a médio e longo prazo, mas seria ilusão acreditar que nosso bem estar se prolongará quando a sabotamos.

Enfim: devemos ter expectativas, não ilusões.


*Psicólogo*
*Psicóloga*
*autoestima*
*terapia*
*Psicólogo Online*
*depressão*
*ansiedade*
*Psicologo Bradesco SAÚDE *,
*Psicologo Amil*,
*Psicologo Sulamérica*,
*Psicologa Bradesco Saúde*,
*Psicologa Amil*, 

Avalie

Postagens mais visitadas

Artigos mais lidos da semana