Relacionamentos com narcisistas

Relcionamentos com narcisistas costumam ser extremamente desgastantes. 

Não é raro que pessoas vítimas de seus comportamentos abusivos cheguem no meu consultório em busca de uma forma de lidar com as pessoas narcisistas.

Porém, nem tudo o que parece, é, na realidade aquilo que parece.
Embora seja desgastante, nem todas as pessoas abusivas são narcisistas, e com raras excessões, nem todo narcisista é abusivo.

O simples fato de estarmos diante de uma pessoa com atitudes abusivas, não é suficiente para diagnosticá-las como narcisistas. 

Pode ser que este alguém apenas alguém que precise de ajuda emocional para rever seus conceitos e suas atitudes. 

Pode ser alguém que precise de psicoterapia para aprender a tratar melhor as pessoas.

Quem é o Narcisista:

Na psicologia, entendemos o Narcisista como alguém que se coloca acima das pessoas, de todas as formas possíveis, não apenas ampliando seu autoconceito, como também desmerecendo os outros.

Não há nada errado em gostar de si mesmo, ao contrário: é muito importante que saibamos nos amar, nos valorizar e trabalhar para melhorar a cada dia.

Porém, o narcisista não se limita a isto, uma vez que falta-lhe a principal ferramenta: autoconfiança. 

Portanto, para que consiga sentir-se bem lança mão de ferramentas de destruição da autoestima alheia, ou seja, como ele não consegue sentir-se bem (embora pareça que está bem), não permite que ninguém sinta-se melhor que ele. 

Todos somos, em algum grau, narcisistas, porém....

o que nos difere das pessoas com TPN (Transtorno da Personalidade Narcisista) é a intensidade do comportamento narcísico que manifestamos e nosso desejo de mudar, melhorar e não cometer novos erros.

O transtorno de personalidade narcisista é caracterizado por um padrão generalizado de grandiosidade, necessidade de adulação e falta de empatia (fonte, DSM-V)

Ter consciência dos próprios erros é um grande passo.


Relacionamentos com narcisistas 

O Relacionamento com pessoas narcisistas tende a ser difícil, especialmente porque eles (os narcisistas) têm uma forte inclinação a depreciar os outros.

Geralmente, as pessoas sentem-se incomodadas com este tipo de atitude depreciativa.

relacionamento com narcisistas



Antes de falar sobre relacionamentos com Narcisistas, é útil definir o conceito do Narcisismo; De acordo com a Wikipedia:

<<O termo "narcisismo" vem do mito grego de Narciso, um bonito jovem e indiferente ao amor que ao se ver refletido na água apaixonou-se pela própria imagem refletida.[4][5]

  • Sigmund Freud publicou um artigo exclusivamente dedicado ao narcisismo, em 1914, chamado Sobre o narcisismo:. Uma Introdução.[8]
  • Em 1923, Martin Buber publicou um ensaio "Ich und Du" (Eu e Você), no qual ele apontou que nosso narcisismo muitas vezes nos leva a se relacionar com os outros como objetos em vez de igual para igual.>>

Fonte: Wikipedia
Acesso em 28-01-2019


Transtorno de personalidade narcisista (TPN)

Por 

Andrew Skodol 

, MD, University of Arizona College of Medicine

Última modificação do conteúdo dez 2019
Fonte:

Acesso: 15-12-2021

O diagnóstico é por critérios clínicos.

O tratamento é com psicoterapia psicodinâmica.


Como os pacientes com transtorno de personalidade narcisista têm dificuldades para regular a autoestima, eles precisam de louvação e afiliações com pessoas ou instituições especiais; eles também tendem a desvalorizar outras pessoas para que possam manter uma sensação de superioridade.

A prevalência estimada do transtorno de personalidade narcisista ao longo da vida varia muito, mas pode chegar a 6,2% da população norte-americana em geral; é mais comum entre os homens do que entre as mulheres.

Comorbidades são comuns. Os pacientes muitas vezes também têm transtorno depressivo (p. ex., transtorno depressivo maior, transtorno depressivo persistente), anorexia nervosatranstorno por uso abusivo de substâncias (especialmente cocaína) ou outro transtorno de personalidade (histriônicoborderlineparanoico).

Etiologia

Poucas pesquisas sobre os fatores biológicos que contribuem para o transtorno de personalidade narcisista foram feitas, embora pareça haver um componente hereditário significativo. Algumas teorias postulam que os cuidadores podem não ter tratado a criança de forma adequada—por exemplo, sendo excessivamente críticos ou elogiando, admirando ou favorecendo excessivamente a criança.

Alguns pacientes com esse transtorno têm dons ou talentos especiais e tornam-se acostumados a associar sua autoimagem e senso do eu à admiração e estima dos outros.

Sinais e sintomas

Pacientes com transtorno de personalidade narcisista superestimam suas habilidades e exageram suas realizações. Eles acham que são superiores, originais ou especiais. Essa superestimação de seu próprio valor e realizações muitas vezes implica uma subestimação do valor e das realizações dos outros.

Esses pacientes estão preocupados com fantasias de grandes realizações—de serem admirados por sua inteligência ou beleza avassaladora, de ter prestígio e influência ou de experimentar um grande amor. Eles sentem que devem se relacionar apenas com outros tão especiais e talentosos quanto eles mesmos, não com pessoas comuns. Esse relacionamento com pessoas extraordinárias é usado para suportar e melhorar sua autoestima.

Como os pacientes com transtorno narcisista precisam ser admirados, sua autoestima depende da consideração positiva dos outros e é, portanto, geralmente muito frágil. As pessoas com esse transtorno frequentemente observam para ver o que os outros pensam deles e avaliar o quão bem eles estão fazendo. Eles são sensíveis e se chateiam com as críticas dos outros e pelo fracasso, o que faz com que se sintam humilhados e derrotados. Eles podem responder com raiva ou desprezo, ou podem contra-atacar violentamente. Ou eles podem se afastar ou aceitar externamente a situação em um esforço para proteger sua sensação de autoimportância (grandiosidade). Eles podem evitar situações em que podem falhar.

Diagnóstico

  • Clinical criteria (Diagnostic and Statistical Manual of Mental DisordersFifth Edition [DSM-5])

Para o diagnóstico do transtorno de personalidade narcisista, os pacientes devem ter

  • Padrão persistente de grandiosidade, necessidade de admiração e falta de empatia.

Esse padrão se caracteriza por ≥ 5 dos seguintes:

  • Uma sensação exagerada e infundada da sua própria importância e talentos (grandiosidade)

  • Preocupação com fantasias de realizações ilimitadas, influência, poder, inteligência, beleza ou amor perfeito

  • Convicção de que eles são especiais e únicos e devem associar-se apenas com pessoas do mais alto calibre

  • Necessidade de ser incondicionalmente admirado

  • Uma sensação de merecimento

  • Exploração dos outros para alcançar objetivos próprios

  • Falta de empatia

  • Inveja dos outros e convicção de que outros os invejam

  • Arrogância e altivez

Além disso, os sintomas devem ter ocorrido no início da idade adulta.>>













Dormindo com o inimigo


E o resultado disso é um relacionamento abusivo, cheio de regras inflexíveis, apelos absurdos, chantagens emocionais, chegando muitas vezes ao atos de maldade, agressão e violência física.

Psicologicamente falando, o narcisista se entende como um "ser superior". 
Desta forma, ao se relacionar com um narcisista, você. corre o risco de ser humilhado o tempo todo, e sempre de formas novas, afinal este torturador mental não mede esforços para criar novos instrumentos de tortura mental.

A retirada do "exército narcísico"


E quando ele se cansa, simplesmente vai embora, em busca de uma nova vítima, que ele considera "um novo desafio".

E justamente porque gostam de "pisar nas pessoas" para que sintam-se bem, eles preferem se relacionar com pessoas que: estão em vulnerabilidade emocional, ou demonstram ter uma personalidade bondosa, ingênua, simples, etc.  Por que estas pessoas, na sua boa fé, não conseguirão perceber que são tratadas de forma abusiva.

As vítimas do narcisismo


Geralmente estas pessoas me procuram muito fragilizadas, achando que são as piores pessoas do mundo.
Meu trabalho consiste em mostrar que estão sendo vítimas de um abusador e mostrar que foram vítimas de um jogo infinito de farsas, mentiras e abusos morais.

"A mentira é uma das muletas dos narcisistas, mas suas histórias são distantes, difíceis de confirmar"
Fonte: EL Pais
Acesso em 29-01-2020


Leia também 



Narcisismo é o excesso de apreço que um indivíduo tem por si mesmo, geralmente desproporcional à realidade. O indivíduo narcisista dispensa a avaliação alheia, chegando muitas vezes a se sentir ultrajado quando alguém ousa fazer algum comentário a seu respeito que não esteja em concordância com o que pensa sobre si mesmo.


São os piores companheiros que se pode ter porque sua falta de receptividade os torna incapazes de ajudar os outros. “Em situações como viagens, quando se faz com alguém que não se conhece bem, é preciso tomar cuidado porque a personalidade aflora. As narcisistas podem aparecer a qualquer momento”


Transtorno da personalidade narcisista, narcisista, narcisismo.

Comentários

Acolhimento Humanizado

Agende a 1a sessão com a Psicóloga SP

Bem vindo(a). 


Se chegou até aqui, certamente busca o começo do processo de reforma interior, rumo à evolução emocional que permitirá levar a vida de forma mais leve e saudável

       





Postagens recentes