Pular para o conteúdo principal

Como deve ser feita a publicidade do Psicólogo?

A Publicidade do Psicólogo deve ser feita de maneira sutil. 


A publicidade do psicólogo deve ser conduzida de maneira sutil e ética. 


Não devemos usar depoimentos de pacientes como forma de propaganda porque isso viola princípios éticos importantes na prática da psicologia. 

Art. 54 – Em sua publicidade, o psicólogo não poderá utilizar diagnóstico psicológico, análise de caso, aconselhamento ou orientação psicológica que, de alguma forma, identifiquem o sujeito.”(Resolução CFP nº 003/2007).

Existem algumas razões pelas quais essa prática é desencorajada:

  • Confidencialidade: A confidencialidade é um pilar fundamental da relação terapêutica. Os pacientes confiam que suas informações pessoais e experiências compartilhadas durante a terapia serão mantidas em sigilo. Usar depoimentos de pacientes como forma de propaganda pode comprometer essa confidencialidade e violar a privacidade dos indivíduos.

  • Proteção do paciente: A utilização de depoimentos pode expor os pacientes a riscos potenciais. Mesmo que sejam mantidos anonimamente, outros indivíduos podem reconhecer a história ou identificar o paciente. Isso pode levar a situações desconfortáveis ou indesejadas para o paciente, prejudicando seu bem-estar emocional.

  • Relação de poder: A relação entre terapeuta e paciente é desigual em termos de poder e autoridade. Os pacientes podem se sentir pressionados a fornecer depoimentos positivos para agradar o terapeuta ou por receio de consequências negativas. Isso pode comprometer a honestidade e a autenticidade dos depoimentos, distorcendo a verdadeira experiência do paciente.

  • Responsabilidade profissional: Os psicólogos têm a responsabilidade de agir de acordo com os códigos de ética profissional estabelecidos pelas associações e conselhos de psicologia. Esses códigos geralmente proíbem o uso de depoimentos de pacientes para evitar conflitos de interesse, práticas enganosas ou exploração da vulnerabilidade dos pacientes.

Em vez de depoimentos de pacientes, é mais apropriado que os psicólogos compartilhem informações gerais sobre sua abordagem terapêutica, experiência profissional e qualificações acadêmicas. 

Também é útil fornecer referências profissionais ou outras formas de validação, como certificados e participação em organizações reconhecidas.

É importante lembrar que a busca por um psicólogo deve ser baseada em critérios objetivos, como especialização, experiência, confiança e compatibilidade com o paciente. Raramente os pacientes se baseiam apenas em avaliações ou depoimentos de terceiros.


É importante distinguir quando os pacientes espontaneamente deixam avaliações ou comentários em plataformas de mídia social, pois eles têm o direito à liberdade de expressão. Nesses casos, os psicólogos não têm controle sobre as opiniões expressas pelos pacientes.

No entanto, é crucial não utilizar esses depoimentos como uma forma de propaganda, exibindo-os fora do contexto original em que foram gerados. Isso pode distorcer a experiência do paciente e ser considerado uma prática enganosa.

A Troca de serviços.

É importante ressaltar que trocar avaliações por serviços pode comprometer a ética profissional dos psicólogos. Essa prática é desaconselhada e pode ser considerada antiética.

As avaliações devem ser baseadas na experiência real do paciente, sem qualquer tipo de influência externa ou benefício adicional em troca. Essa abordagem visa garantir a imparcialidade e a integridade das avaliações, bem como a transparência no relacionamento entre profissional e paciente.

Em vez de depender de depoimentos para atrair novos clientes, os psicólogos devem focar em fornecer informações relevantes sobre sua abordagem terapêutica, experiência profissional, formação acadêmica e certificações. 


Também é apropriado mencionar associações profissionais às quais pertencem, respeitando sempre os códigos de ética e as diretrizes estabelecidas pelas entidades reguladoras da profissão.

Dessa forma, a publicidade do psicólogo pode ser feita de maneira ética, transparente e respeitando a confidencialidade e a privacidade dos pacientes. 

É importante lembrar que a busca por um psicólogo deve ser baseada em critérios sólidos, como a qualificação profissional, a confiança mútua e a compatibilidade terapêutica, em vez de depender de depoimentos de terceiros, que nem sempre refletem o profissionalismo exato.

O Uso do preço como forma de propaganda

Embora seja bastante usual escolher produtos e serviços com base no orçamento, os Psicólogos devem focar sua publicidade em outra direção.

Por exemplo na  qualidade do serviço psicológico não pode ser avaliada apenas pelo preço cobrado. Existem diversos fatores que influenciam a qualidade do atendimento, como a formação do psicólogo, sua experiência, abordagem terapêutica, empatia e habilidades de comunicação. 

Colocar o foco exclusivamente no preço pode levar as pessoas a tomarem decisões baseadas apenas em aspectos financeiros, sem considerar a qualidade do serviço oferecido.

Portanto, é mais adequado que os psicólogos se concentrem em promover sua experiência, competência, abordagem terapêutica e resultados alcançados, em vez de utilizar o preço como estratégia de propaganda. 

Dessa forma, os pacientes poderão fazer escolhas mais conscientes e embasadas, considerando critérios mais relevantes para a sua saúde mental e bem-estar.


Não fará auto-promoção em detrimento de outros profissionais;


Embora seja importante enfatizar a importância de evitar qualquer forma de desqualificação de outros profissionais, é necessário ter cautela ao citar exemplos específicos de termos usados na propaganda, pois eles podem variar de acordo com o contexto e a situação. No entanto, é possível destacar algumas práticas que devem ser evitadas:

  • Comparação negativa: Evitar declarações que deem a entender que o trabalho de outros profissionais é inferior ou menos eficaz em comparação com o seu próprio. Por exemplo, afirmar que outros psicólogos não possuem conhecimento atualizado ou não utilizam abordagens eficientes. 

  • Desvalorização de abordagens: Evitar desqualificar determinadas abordagens terapêuticas, como afirmar que uma abordagem específica é obsoleta, ineficaz ou menos válida do que outras.

  • Generalizações negativas: Evitar generalizações negativas sobre outros profissionais, como dizer que todos os psicólogos de uma determinada área não são competentes ou não possuem as habilidades necessárias.

  • Declarações difamatórias: Evitar fazer comentários negativos ou difamatórios direcionados a outros profissionais, pois isso pode prejudicar a reputação deles e gerar uma competição desleal.

Em vez de focar na desqualificação de outros profissionais, é mais produtivo destacar suas próprias qualificações, experiência, especialidades e os benefícios que você pode oferecer aos pacientes. Isso permite que as pessoas tomem decisões informadas com base em suas necessidades individuais e promove uma cultura de respeito e colaboração na área da psicologia.


O que diz o código de Ética:


Não é recomendado o uso de depoimento de pacientes na divulgação profissional, tendo em vista que a(o) Psicóloga(o) poderá ser questionada (o) eticamente quanto a uma possível divulgação abrangendo previsão taxativa de resultados, autopromoção, divulgação sensacionalista, violação ao sigilo profissional, e/ou exposição indevida da(o) beneficiária(o) do serviço.(CRP-PR)


Art. 19 O psicólogo, ao participar de atividade em veículos de comunicação, zelará para que as informações prestadas disseminem o conhecimento a respeito das atribuições, da base científica e do papel social da profissão.

Art. 20 – O psicólogo, ao promover publicamente seus serviços, por quaisquer meios, individual ou coletivamente:

a) Informará o seu nome completo, o CRP e seu número de registro;

b) Fará referência apenas a títulos ou qualificações profissionais que possua;

c) Divulgará somente qualificações, atividades e recursos relativos a técnicas e práticas que estejam reconhecidas ou regulamentadas pela profissão;

d) Não utilizará o preço do serviço como forma de propaganda;

e) Não fará previsão taxativa de resultados;

f) Não fará auto-promoção em detrimento de outros profissionais;

g) Não proporá atividades que sejam atribuições privativas de outras categorias profissionais;

h) Não fará divulgação sensacionalista das atividades profissionais.





REFERÊNCIAS

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. 
Guia de Orientações para Profissionais.
[Online]. 
Disponível em https://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2007/02/resolucao2007_3.pdf. 
Acesso em 23/05/2020.


CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA DO PARANÁ. 
Guia de orientação – Divulgação Profissional
[Online]
https://crppr.org.br/guia-de-orientacao-divulgacao-profissional.
Acesso em 23/05/2020.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A dificuldade em mostrar sentimento - Psicóloga SP

A dificuldade em mostrar sentimento - Psicóloga SP Artigo escrito por Psicologa sp     Maristela Vallim Botari   - CRP/SP 06-121677. Psicóloga Clínica. Porque algumas pessoas têm dificuldade em mostar sentimento?  Vou contar uma história sobre um personagem fictício chamado L., que tinha dificuldade em demonstrar seus sentimentos.  Desde a infância, L. sempre foi muito introvertido e retraído, tendo dificuldades em se conectar emocionalmente com as pessoas ao seu redor. Ele era um bom aluno na escola e se dedicava aos estudos, mas nunca se destacava nos esportes ou nas atividades sociais. Quando L. começou a trabalhar, percebeu que tinha ainda mais dificuldades em demonstrar seus sentimentos.  Se fechava em si mesmo e evitava o contato com os colegas de trabalho, muitas vezes sendo visto como antipático e arrogante.  Ele até tentou se aproximar de algumas pessoas, mas sempre que tentava express

As 05 fases do luto afetivo | Psicologa sp

Psicóloga sp    Maristela Vallim Botari As 5 fases do luto:  Negação, raiva, barganha, depressão e aceitação. As propostas apresentadas por Elisabeth Kübler-Ross em seu livro Elisabeth Kübler-Ross   (Bióloga que estuda as relações afetivas). "Sobre a Morte e o Morrer", publicado em 1969, são consideradas fundamentais para a compreensão dos diferentes estágios que as pessoas atravessam ao lidar com a perda e o processo de luto. Suas ideias revolucionaram a maneira como a sociedade encara o tema da morte e oferecem insights valiosos sobre a experiência humana diante da perda de entes queridos. Ilustrando com uma história Fictícia: Há alguns anos, J e P namoravam há cinco anos e planejavam se casar em breve. No entanto, um dia P acabou o relacionamento de forma abrupta, de

Quanto custa um Psicólogo

Para quem busca informações sobre  quanto custa um psicologo . Neste artigo são apresentados os preços da  consulta com a  Psicóloga sp   Maristela Vallim Botari A  Psicologia  tem muito a oferecer, independente do q uanto custa um Psicólogo. Psicóloga preço sp,  psicóloga preço, quanto custa um psicólogo Quanto custa uma consulta com a Psicóloga sp  CRP-SP 06-121677   A 1ª sessão com a Psicóloga SP R$ 98,00 Psicoterapia  Individual para adultos R$ 109,00 Consulta avulsa -  R$ 75,00 Psicologa   Infantil  (+10 anos) R$ 109,00 Psicoterapia  Casal R$ 218,00 Terapia para Idosos R$ 109,00 Psicologa   Infantil  (+10 anos) R$ 109,00 Formas de pagamento: Pix, boleto, ou cartōes de débito ou crédito parcelado, tranferências Bancárias. Se optar por fazer seu agendamento pel o site , terá a opção de realizar seu pagamento na mesma plataforma. Caso prefira fazer o agendamento via WhatsApp (11) 95091-1931, poderá pagar com cartão, no consultório (Psicoterapia presencial), ou PIX (psicoterapia O

Psicologa SP - Acolhimento Humanizado perto de você

Psicologa SP - Maristela V. Botari CRP-SP 06-121677



O objetivo do atendimento psicológico é promover a saúde mental e emocional, reduzindo o sofrimento causado pela ansiedade, depressão e estresse.

Experiência profissional

A Psicóloga SP Maristela, com mais de 12 anos de atendimento em Psicologia Clínica, oferecendo atendimento humanizado, garantindo excelencia e comprometimento ético, visando o bem-estar dos pacientes. 

Isto é apenas um reflexo de sua paixão pela Psicologia e desenvolvimento humano.

Ao longo dos anos, ela atende com abordagens quem ajudam as pessoas a enfrentarem desafios e dificuldades e alcançarem seu potencial máximo.

A prática do atendimento psicológico abrange diversas abordagens terapêuticas, incluindo a Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC). 

Esta abordagem é uma das mais utilizadas por psicólogos devido à sua eficácia em tratar uma ampla gama de problemas emocionais e comportamentais. 


Psicologa sp, psicóloga SP, psicólogos em São Paulo, psicologo sp, psicólogo SP, psicóloga perto de mim, consulta com psicóloga, agendar consulta cm psicólogos, psicólogos em são Paulo, onde encontrar psicólogos Bradesco, convenio reembolso de consultas psicológicas, terapia casal sp, atendimento psicológico online, atendimento online, psicólogo apoio, psicológico online, site de psicologia online, psicologa zona norte sp, melhores psicólogos de sp, consulta com psicóloga online, neuropsicologo online, psicólogo online preço, psicologo online whatsapp, onde encontrar psicóloga acessível, psicóloga barata, psicóloga grátis, preço acessível de terapia

Formação Acadêmica

A formação acadêmica da Psicologa SP Maristela Vallim Botari inclui renomadas universidades como PUC, Mackenzie, UNIP, USP e UFAC. 

Durante sua trajetória acadêmica, estudou de diversas áreas da psicologia, incluindo Neurociências, Psicologia Escolar, Psicologia do Trabalho, Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC), Psicanálise e Humanismo.

Essa diversidade permite à Psicóloga sp Maristela uma abordagem integrativa e personalizada em seu trabalho como psicologa clinica.



Psicologa sp, Psicologa sp, psicóloga SP, psicólogos em São Paulo, psicologo sp, psicólogo SP, psicóloga perto de mim, consulta com psicóloga, agendar consulta cm psicólogos, psicólogos em são Paulo, onde encontrar psicólogos Bradesco, convenio reembolso de consultas psicológicas, terapia casal sp, atendimento psicológico online, atendimento online, psicólogo apoio, psicológico online, site de psicologia online, psicologa zona norte sp, melhores psicólogos de sp, consulta com psicóloga online, neuropsicologo online, psicólogo online preço, psicologo online whatsapp, onde encontrar psicóloga acessível, psicóloga barata, psicóloga grátis, preço acessível de terapia


Quem pode passar na consulta Psicológica?

Quem passa por momentos difíceis, sentindo-se incompreendido, desamparado(a) e isolado(a).

Público: Acima de 10 anos, com ou sem encaminhamento médico.

Psicóloga SP oferece um atendimento personalizado para cada paciente.

A consulta com psicologa online é uma modalidade que tem ganhado cada vez mais popularidade.

Atualmente, milhares de pessoas recebem atendimento online, beneficiando-se da conveniência e acessibilidade que essa forma de terapia oferece. 

Desde março de 2020, a Psicóloga Sp Maristela atendeu mais de 1.200 pacientes online. E este número não para de crescer. 

A consulta com psicologa individual e o acompanhamento psicológico realizados de forma virtual permitem que as sessões de terapia sejam acessíveis mesmo para aqueles que possuem restrições de tempo ou mobilidade. 

Além da terapia individual, a terapia de casal é outra modalidade importante. 
Nesses casos, o foco está em melhorar a comunicação e resolver conflitos dentro do relacionamento.

A Psicóloga SP atende pacientes em seu consultório localizado na Av. Paulista, 2001 cj 1911- Bela Vista Perto do Metrô Consolação,  

Além disso, para aqueles que não estão perto da Av. Paulista, também oferece a opção de realizar uma consulta individual com a psicologa online.

Todas com horário agendado.

Consulta Psicóloga Valor


O preço sessão de terapia é diferente para casal e infantil mas é o mesmo valor para terapia online ou presencial.

A consulta individual inicial custa R$ 99,00

Psicologa sp Humanizada

A consulta com psicologa sp humanizada pode ser uma alternativa valiosa para aqueles que buscam um atendimento mais coloquial, sem perder a qualidade técnica/teórica.

Embora muitas pessoas possam confundir com um bate-papo casual, na verdade, a Psicóloga sp se concentra em compreender as emoções embutidas na fala e no olhar do paciente.

A prática da psicologia, seja presencial ou online, busca oferecer suporte emocional e psicológico, ajudando os pacientes a enfrentar desafios e alcançar seu potencial máximo. 

Psicóloga SP Maristela Vallim Botari está preparada para oferecer esse suporte, promovendo o bem-estar e o desenvolvimento humano em cada sessão de terapia.


O Conselho Federal de Psicologia regulamenta a prática da profissão e estabelece diretrizes para garantir que o atendimento psicológico seja realizado de maneira ética e eficaz. 

Em breve você poderá receber nossa newsletter semanal, que oferece dicas, informações e atualizações deste site de Psicologia que trata de temas que vão além da Psicoterapia, como dificuldade de relacionamentos, autoestima, luto, etc




Psicóloga perto de mim, saude é,psicologa preço sessão, sessão de terapia valor, psicologa, psicóloga preço sessão, psicologa vila mariana, psicologos perto de mim, psicólogo em são paulo