Como deve ser feita a publicidade do Psicólogo?

 Art. 54 – Em sua publicidade, o psicólogo não poderá utilizar diagnóstico psicológico, análise de caso, aconselhamento ou orientação psicológica que, de alguma forma, identifiquem o sujeito.”(Resolução CFP nº 003/2007)

Não é recomendado o uso de depoimento de pacientes na divulgação profissional, tendo em vista que a(o) Psicóloga(o) poderá ser questionada (o) eticamente quanto a uma possível divulgação abrangendo previsão taxativa de resultados, autopromoção, divulgação sensacionalista, violação ao sigilo profissional, e/ou exposição indevida da(o) beneficiária(o) do serviço. 

Ainda, ao solicitar depoimentos ao usuário do serviço, a(o) Psicóloga(o) poderá gerar uma interferência negativa no vínculo existente e, por consequência, na continuidade do trabalho desenvolvido. Conforme Código de Ética do Psicólogo:

Art. 20 O psicólogo, ao promover publicamente seus serviços, por quaisquer meios, individual ou coletivamente:

e) Não fará previsão taxativa de resultados;

f) Não fará auto-promoção em detrimento de outros profissionais;

h) Não fará divulgação sensacionalista das atividades profissionais.


fonte:

Guia de Orientações para Profissionais CFP


Comentários

Acolhimento Humanizado

Agende a 1a sessão com a Psicóloga SP

Bem vindo(a). 


Se chegou até aqui, certamente busca o começo do processo de reforma interior, rumo à evolução emocional que permitirá levar a vida de forma mais leve e saudável

       





Postagens recentes