psicologa sp , Psicóloga perto de mim, consulta com psicologa, psicologa preço, psicologa valor, psicóloga preço, psicólogo valores, consulta psicólogo valor, psicólogo preço, psicologa perto de mim,psicologo perto de mim, Psicóloga perto de mim, psicólogo presencial sp, psicóloga São Paulo, psicólogo consulta, psicólogo zona sul sp, Psicólogo Zona Leste sp, melhores psicólogos de sp, Psicóloga Av. Paulista, Indicação de Psicóloga SP, poderá agendar uma consulta com psicologa presencial.

Sentimentos reprimidos Psicóloga Sp explica como lidar

Psicóloga Explica como lidar com sentimentos reprimidos 





Sentimentos reprimidos Psicóloga Sp explica como lidar




A Sra. X sempre foi uma pessoa introvertida, que raramente expressava seus sentimentos mais profundos. 

Ela cresceu em uma família em que as emoções não eram discutidas abertamente, o que a levou a aprender a suprimir seus próprios sentimentos para evitar conflitos e manter a paz em casa.

Com o tempo, ela percebeu que essa tendência de reprimir seus sentimentos estava impactando negativamente em sua vida. 

Ela se sentia constantemente ansiosa e sobrecarregada, sem saber como lidar com seus sentimentos. Além disso, seus relacionamentos pessoais e profissionais muitas vezes eram superficiais e tensos, pois ela não conseguia se abrir completamente com as outras pessoas.

Decidida a mudar, a Sra. X procurou ajuda de uma psicóloga para lidar com seus sentimentos reprimidos. Durante a terapia com a psicóloga 

Maristela, ela teve a oportunidade de explorar seus sentimentos de uma maneira segura e acolhedora. Maristela a ajudou a identificar as raízes de seus sentimentos reprimidos e a desenvolver técnicas para expressar suas emoções de forma mais saudável.

Ao longo do tempo, a Sra. X começou a sentir uma mudança significativa em sua vida. 

Ela se tornou mais confiante em expressar seus sentimentos com as pessoas ao seu redor e encontrou uma sensação de liberdade emocional que nunca tinha experimentado antes. 

Seus relacionamentos pessoais e profissionais também melhoraram, à medida que ela aprendeu a se comunicar de maneira mais clara e aberta.

Embora o processo de lidar com sentimentos reprimidos possa ser difícil, a Sra. X descobriu que a terapia com um profissional experiente pode ser extremamente benéfica. 

Com o tempo e o comprometimento, ela conseguiu superar seus sentimentos reprimidos e encontrar uma vida mais saudável e feliz.

O que são os sentimentos reprimidos?


Os sentimentos reprimidos são emoções que uma pessoa experimenta, mas opta por não expressar conscientemente ou suprimir em seu inconsciente. Essa repressão pode ocorrer por uma variedade de razões, incluindo medo de julgamento, conflito ou trauma emocional.

Sigmund Freud, o fundador da psicanálise, descreveu a repressão como uma defesa psicológica que ajuda a proteger o ego de ideias ou emoções perturbadoras. Ele acreditava que os sentimentos reprimidos podiam surgir através de um processo de recalque, onde a pessoa empurra as emoções indesejadas para o inconsciente.

Sigmund Freud discute o conceito de repressão em diversas de suas obras, mas uma das mais importantes é "Três Ensaios sobre a Teoria da Sexualidade", publicada originalmente em 1905. 

Nessa obra, Freud explora a ideia de que as pessoas reprimem impulsos sexuais desde a infância como forma de se adaptar às normas sociais e evitar punições. 

Ele argumenta que essa repressão pode levar a problemas psicológicos e físicos na vida adulta e defende a importância de trabalhar com esses sentimentos reprimidos para alcançar uma vida emocionalmente mais saudável.

Segundo Freud, esses sentimentos reprimidos podem se manifestar de maneiras não saudáveis, como através de sintomas físicos, como dores de cabeça ou problemas digestivos, ou mesmo através de distúrbios psicológicos, como ansiedade ou depressão. 

Ele acreditava que a psicoterapia poderia ajudar as pessoas a acessarem e trabalharem esses sentimentos reprimidos, permitindo que elas se sintam mais livres e saudáveis emocionalmente.

Psicóloga Explica como lidar com sentimentos reprimidos 

Demonstrar sentimentos reprimidos pode ser um processo desafiador, pois essas emoções foram suprimidas por muito tempo e podem ter se tornando difíceis de identificar ou expressar. Algumas maneiras de demonstrar sentimentos reprimidos podem incluir:

Identificar seus sentimentos: Para expressar sentimentos reprimidos, é necessário primeiro identificá-los. Tente refletir sobre suas emoções e pense em momentos em que você pode ter suprimido sentimentos. Anote essas emoções em um diário ou converse com um amigo ou terapeuta para ajudá-lo a identificá-las.

Encontre um espaço seguro: Encontre um espaço seguro onde você se sinta confortável expressando seus sentimentos, pode ser um ambiente familiar, um grupo de apoio, ou com um terapeuta. Esse espaço deve ser seguro o suficiente para que você possa compartilhar seus sentimentos sem medo de julgamento.

Pratique a expressão emocional: Se você se sente desconfortável expressando seus sentimentos, pode ser útil começar com algo pequeno, como compartilhar seus pensamentos com um amigo próximo ou escrever um diário. À medida que você se sentir mais confortável, tente expressar suas emoções de maneiras mais diretas, como conversando com um terapeuta ou em um grupo de apoio.

Seja honesto consigo mesmo: Quando você começar a expressar seus sentimentos reprimidos, é importante ser honesto consigo mesmo sobre o que está sentindo. Isso pode ser desafiador, mas é fundamental para que você possa trabalhar com suas emoções de maneira saudável e encontrar formas de lidar com elas.

Lembre-se de que expressar sentimentos reprimidos pode ser um processo gradual e levar tempo. Se você está lutando para expressar seus sentimentos, considere procurar ajuda de um terapeuta ou profissional de saúde mental. Eles podem ajudá-lo a desenvolver estratégias para lidar com seus sentimentos de maneira mais saudável e alcançar uma vida emocionalmente mais satisfatória.


Os muros da repressão do sentimento


Se o muro existe, deve existir alguma sustentação. Não foi construído de enfeite. Ninguém reprime seus sentimentos, desejos e anseios à toa. Em muitos casos, tem a finalidade de proteger o ego de uma dor maior.

De muro em muro se constrói uma cidadela, onde reina a proteção.

Dentro dos muros, a vida é sempre a mesma. Lá fora pode existir a dor e o sofrimento.... mas também pode existir um mundo mais florido, mais ido e mais dinâmico.

Mecanismos de repressão de sentimento


A negação é um mecanismo de defesa psíquica que consiste em dar outro significado ao estímulo aversivo ou intolerável que foi percebido, oferecendo uma explicação menos dolorosa. 

Esta defesa tem valor adaptativo, uma vez que nem sempre estamos devidamente preparados para lidar com as vicissitudes da vida e por causa disto tendemos a buscar alívios, nos defender da dor como for possível, inclusive negando-a.

É comum que as pessoas lancem mão de toda sorte de atividades para não se depararem com a dor da perda: passeios, festas, compras, bebidas, etc., são apenas algumas formas de afastar temporariamente a dor. 

Uma das “fórmulas” mais utilizadas para minimizar a dor da perda é conseguir outro parceiro, apenas para “fugir da solidão”.

Todos estes comportamentos podem ser considerados “comportamentos de negação”, se sua finalidade for a busca pelo consolo após um rompimento afetivo.

A negação utiliza muitas máscaras:

  • a indiferença, que pretende esconder o que se sente por meio de atitudes supostamente indiferentes, atribuindo ao outro pouco importância;
  • a hostilidade, quando um sentimento muito forte precisa ser dissimulado a qualquer custo;
  • a polidez, quando a tendência é usar a formalidade para frear os impulsos e os desejos;
  • a vitimização, quando o individuo se coloca na posição de sofredor, sem conseguir reconhecer sua parcela de culpa, atribuindo ao outro toda a responsabilidade pelos revezes que atravessaram a relação;
  • a raiva, que serve como um instrumento poderoso para tentar converter o sentimento bom em sentimento ruim;
  • a máscara da suposta felicidade, onde o individuo sofredor utiliza de todos os recursos possíveis para mostrar que está bem, feliz e não está sofrendo.

E outras tantas máscaras.......O que importa é saber reconhecê-las (e saber quando e como usa-lás).

Mas chega um momento em que bate um vazio imenso, a vida parece dando voltas no mesmo lugar e temos a impressão que somos apenas soldadinhos marchando dentro da cidadela, indo de um lado a outro, sem coragem de romper a muralha, afinal não se sabe mais o que existe do outro lado. 

Psicoterapia pode ajudar a demonstrar sentimentos?

É comum que algumas pessoas tenham sentimentos reprimidos, ou seja, emoções que não foram expressas ou processadas adequadamente, o que pode levar a problemas emocionais e comportamentais.

No entanto, é possível superar essas dificuldades por meio da psicoterapia.

 A psicóloga Maristela pode ajudá-lo a entender seus sentimentos reprimidos e a encontrar maneiras saudáveis ​​de expressá-los e lidar com eles.

Ao trabalhar com a Psicóloga Maristela, você pode esperar um ambiente acolhedor e seguro para compartilhar seus pensamentos e emoções mais profundos. 

Ela pode ajudá-lo a explorar as causas subjacentes de seus sentimentos reprimidos e ajudá-lo a desenvolver habilidades para lidar com eles de forma mais eficaz.

Ao longo do processo de terapia, você pode começar a sentir um alívio emocional significativo e melhorias em sua qualidade de vida. 

É importante lembrar que a terapia é um processo único e pessoal, então não há uma fórmula mágica para o sucesso. 

No entanto, com o comprometimento e a orientação de um terapeuta qualificado, você pode alcançar uma maior compreensão de si mesmo e uma vida mais saudável e feliz.

Psicóloga Sp, Psicóloga, Psicóloga perto de mim, Psicóloga consulta

Obrigada pela leitura. 

Gostou do artigo? Leia mais no Blog da Psicóloga



Quero cuidar da minha saúde mental 


Maristela Vallim Botar CRP-SP 06-121677




Perto do Metrô Consolação
Bela Vista - São Paulo - SP
Brasil - CEP 01311-931

Horários de Funcionamento do Consultório

07:00 - 21:00 (segunda a sexta)
07:00 - 16:00 (sábados)

Contato:

Os agendamentos de consultas psicológicas devem ser feitos pelo site (clique no botão abaixo), ou pelo whatsapp (11) 95091-1931

ATENDIMENTOS PSICOLÓGICOS

Como agendar uma consulta com a Psicóloga em São Paulo, SP .

Quero cuidar da minha saúde mental 

Para agendar sua consulta com a Psicóloga e receber acolhimento humanizado, você pode optar pela Psicóloga online ou presencial.
Clique nos botões abaixo.
 
psicologa sp, Psicóloga SP, psicóloga perto de mim. Psicóloga em São Paulo, Psicóloga online,  psicóloga preço, consulta com psicóloga, Psicóloga Bela vista, psicólogo zona sul sp, psicólogo centro sp, psicólogo online, psicólogos em são Paulo, Psicologo SP.


Caso a agenda não mostre um horàrio adequado às suas necessidades, entre em contato e agende direto com a Psicóloga sp.

WhatsApp - (11) 95091-1931- Email: contato@psicologa-sp.com.br
Agende consulta psicológica . psicologa, psicologa preço, consulta com psicologa valor, psicologa sp, psicologa perto de mim, psicologa online, psicologa presencial, Psicóloga Bela Vista, Psicólogos perto de mim, 

Quem leu estes artigos, se interessou por: