vale a pena sofrer por amor?

Vamos falar um pouco sobre sofrimento afetivo

*Psicologa Bradesco em São Paulo*



Será que vale a pena sofrer tanto por amor?


Percebe-se que muitas pessoas tendem a cultuar memórias de relacionamentos passados revivendo mentalmente bons momentos vividos juntos, ouvindo as mesmas músicas, passeando pelos mesmos lugares, e sofrendo quando voltam a realidade.


Quando terminamos uma relação em que as possibilidade de reatar foram esgotadas o melhor a fazer é esquecer.


Para minimizar o sofrimento, é útil não cultivar as memórias boas nem ruins.
Esquecer é não pensar, é lutar contra as lembranças, é focar em outras coisas que não tenham relação com o relacionamento passado.


Amor não é sofrimento.


Amor é vida, é paz, é alegria.


Se o amor que você sente traz muito sofrimento, vale a pena refletir e tentar entender o que lhe prende. Pode ser que sua vida esteja sem objetivos reais e por isso você alimenta sonhos românticos. Pode ser que você tenha esquecido de si mesmo [a] e vivido apenas em função do outro [a].


Será que não é hora de passar em revista sua própria vida buscando pontos fortes e fortalecendo pontos fracos?


As vezes o sofrimento por amor pode servir como fortaleza para algumas pessoas que não querem lidar com as demandas do cotidiano ou encarar os planos para a vida individual.


Pense nisso.

Textos de Psicologia


Canal Youtube