Como conquistar um amor: algumas dicas.

Como conquistar um amor: algumas dicas.


Não pretendo ensinar uma fórmula mágica, que vá fazer você ficar irresistível, com mil corações tombando a seus pés: ao contrário, este artigo tem como finalidade trazer algumas orientações a fim de evitar gafes, "micos", e erros comuns na hora da conquista.

Psicologa, psicologo e terapia, Bradesco, Amil, Sulamérica, reembolso, convênio, psicologa online
Parece muito simples, porém na prática, conquistar alguém é muito trabalhoso: exige cuidados com a aparência, com o intelecto, com as atitudes. Em tese, a maioria das pessoas "veste" a fantasia de alguém que gostaria de ser, para conquistar pessoas que (possivelmente) estarão "vestindo" fantasias também.

E neste "baile de fantasias" é muito comum que as pessoas se iludam, idealizando relacionamentos perfeitos com pessoas (imperfeitas) e muitas vezes, exigindo que estas pessoas caibam nos seus sonhos. Neste caso, a desilusão é o destino mais óbvio.

Cultive uma boa autoestima. Embora seja tentador reclamar das atrocidades da vida, nos primeiros encontros é bom evitar isso, pois a outra parte pode não estar preparada para lidar com seu sofrimento e as vezes, têm sofrimentos piores que os seus

É importante também diferenciar atração, desejo, paixão e amor e agir de acordo com o sentimento dominante no momento da conquista. A confusão entre estes sentimentos pode ser desastrosa, jogando o indivíduo no abismo do amor não correspondido.

Se você está interessado (a) em alguém, mas tem dificuldade em expor seus sentimentos, sugiro que vá com calma, mas vá em frente, enfrente.  Seja autêntico (a). Demonstre o que está sentindo de maneira sutil (para não inibir a outra pessoa). Não negue seus sentimentos.

Entendo que não seja fácil expor sentimentos para outras pessoas, por medo da rejeição (que dói muito, por sinal). Porém, não tem como evitar o envolvimento afetivo e o medo de amar. Se você está buscando um relacionamento, certamente se apaixonará.

Considere que as pessoas são diferentes, amam de maneira diferente, se apegam de forma diferente. Mesmo assim, vale a pena arriscar. Sendo assim, sugiro que você abra-se ao amor.

Considerando que o amor é algo muito precioso para ser desperdiçado, não perca seu tempo com quem não vale a pena. Tente não forçar a pessoa a se ajustar a você. Aceite o outro como ele é.
Evite joguinhos: Não brinque com o sentimento alheio, apenas para sustentar sua autoestima provocando sofrimento; nem para disputar poder na relação.

Sabe aquelas técnicas de impressionar alguém? Desista de todas! Raramente funcionam, e quando funcionam a "farsa" dura pouco. É  mais produtivo você ser você mesmo, pois quem se interessar, terá ao seu lado um ser autêntico, sem máscaras. Não tenha medo de se envolver. Talvez este seja o momento de você aprender a namorar de maneira saudável.

Quem emite este tipo de comportamento é visto como imaturo (a), pueril ou dramático (a). Pessoas realmente sérias, quando percebem que estão sendo vítimas de joguinhos, partem pra outra sem dar tchau!!!


Mas não se envolva apenas para não ficar só. Mesmo que as pessoas ao seu redor lhe pressione, evite ficar só por ficar, pois há um desgaste emocional gigantesco em manter esse tipo de relação pouco-emocional. Diga NÃO aos relacionamentos relâmpagos. Tome decisões baseadas nas suas necessidades afetivas, não no que as pessoas acham que seria bom pra você.


Mas senão der certo desta vez, não desanime. Tente de novo. As vezes as pessoas "somem" da nossa vida por incompatibilidade, o que é uma vantagem, afinal a pior coisa é ficar com alguém que seja incompatível.

Não cultive sentimento de rejeição. Simplesmente siga em frente. Ali, na esquina da vida existe alguém que merece estar ao seu lado.









PSICOLOGA BRADESCO SAÚDE

Atendimento Humanizado, voltado para a compreensão ampla do paciente.
Terapia Cognitivo-Comportamental, para tratamento de ANSIEDADE, DEPRESSÃO, DIFICULDADE DE RELACIONAMENTOS, FOBIAS, PÂNICO, TOC, TDAH, etc..

O consultório Psicológico funciona:

Seg-sex: 7:00 - 23:00
Sábado:  7:00 - 21:00

O papel do Psicólogo é fornecer ajuda emocional, colaborando para que o paciente eleve sua autoestima.

Endereço do consultório Psicologia
Rua Domingos de Moraes, 770 
Bloco 01 - Sala 05 - Sobreloja  (SL)
Metrô Ana Rosa

Entre em contato com a Psicóloga:
Maris V. Botari
Whatsapp (11) 99984-9910
psicologamaris@gmail.com 


Conheça meu trabalho








Consultório de Psicologia Vila Mariana

O Consultório fica na Rua Domingos de Moraes, 770 Bloco 01 Sala 05. Whatsapp (11) 99984-9910

Psicóloga, São Paulo

Se chegou aqui, certamente busca uma psicóloga, psicólogo, psicoterapia, apoio emocional, ajuda psicológica, ou tratamento para sua ansiedade, depressão, estresse ou dificuldade de relacionamento.
Se este não for o caso, talvés a leitura de alguns artigos lhe seja útil.

Podemos agendar uma consulta psicológica gratuita para que você venha conhecer meu trabalho, minha missão, visão e valores.

Clique aqui para agendar uma Consulta Psicológica Gratuita
Quando buscar Terapia?

Exceto quando houver indicação de um médico ou psiquiatra, não existe UM momento adequado. Geralmente as pessoas buscam ajuda do psicólogo, ou psicóloga quando:

Sentem-seincompreendidos;



  • Psicologia Vila Mariana
  • Psicóloga Vila Mariana
  • Psicólogo Ana Rosa
  • Psicóloga Ana Rosa
  • Psicologia SP
  • Psicólogo SP
  • Psicóloga SP
  • Psicólogo em SP
  • Consultório de Psicologia Vila Mariana
  • Consultório de Psicologia em SP
  • Clínica de Psicologia Ana Rosa
  • Clínica de Psicologia Vila Mariana
  • Clínica de Psicologia Zona Sul
  • Psicólogo Zona Sul SP
  • Psicologa, Psicologa Bradesco,
    Psicólogo,
    Terapia de casal,
    Psicoterapia,
    Psicologa São Paulo,
    Psicóloga Vila Mariana,
  • Psicólogo Vila Mariana
  • Psicólogo São Paulo
  • Bradesco, Amil, sulamérica.
  • Bradesco, Amil, sulamérica.
  • Psicologo Bradesco,
  • Psicologo Amil,
  • Psicologo sulamérica.
  • Psicologa Amil,
  • Psicologa sulamérica.

Tratamento Psicológico para:

  • Ansiedade
  • Baixa autoestima
  • Carência afetiva, Dependência Emocional
  • Ciúme Patológico
  • Depressão
  • Desmotivação
  • Dificuldade de Concentração
  • Dificuldade de demonstrar afeto
  • Dificuldade de Relacionamento
  • Dificuldade para dormir
  • Estresse no amor
  • Estresse no trabalho
  • Lidar com sentimento de culpa
  • Manter um relacionamento feliz
  • Medo
  • Necessidade de aceitação
  • Perda de Foco