➮Transtorno de personalidade borderline (TPB)





 Terapia Presencial ou Online
 Agende uma sessão de terapia gratuita online ou presencial, com a Psicóloga Maris V. Botari, no consultório de psicologia da Vila Mariana, em São Paulo, SP.
 Psicóloga Credenciada do CRP-SP para realizar terapia online


Por
Andrew Skodol
MD, University of Arizona College of Medicine
Última revisão/alteração completa maio 2018 por Andrew Skodol, MD

Acesso: 18-11-2019





"OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família



O transtorno de personalidade borderline é caracterizado por um padrão generalizado de instabilidade e hipersensibilidade nos relacionamentos interpessoais, instabilidade na autoimagem, flutuações extremas de humor e impulsividade. O diagnóstico é por critérios clínicos. O tratamento é com psicoterapia e fármacos.



Pacientes com transtorno de personalidade borderline não toleram estar sozinhos; fazem esforços frenéticos para evitar o abandono e geram crises, como tentativas suicidas, de tal forma que levam os outros a resgatá-los e cuidar deles.

A prevalência descrita dos transtornos de personalidade limítrofe nos EUA varia. Estima-se que prevalência média seja de 1,6%, mas pode chegar a 5,9%. Nos pacientes tratados durante uma internação psiquiátrica por transtornos mentais, a prevalência é cerca de 20%. Cerca de 75% dos pacientes diagnosticados com esse transtorno são mulheres, mas na população norte-americana em geral, a proporção entre homens e mulheres é de 1:1.

As comorbidades são complexas. Os pacientes com frequência têm alguns outros transtornos, especialmente depressãotranstornos de ansiedade (p. ex., síndrome do pânico), transtornos de humor,transtorno de estresse pós-traumático, transtornos de personalidade, bem comotranstornos alimentaresetranstornos de uso de fármacos.




Etiologia


Estresses durante a primeira infância podem contribuir para o desenvolvimento do transtorno de personalidade borderline. História infantil de abuso físico e sexual, negligência, separação dos cuidadores e/ou perda de um pai é comum entre pacientes com transtorno de personalidade borderline.

Certas pessoas podem apresentar tendência genética de ter respostas patológicas ao estresse do meio-ambiente e o transtorno de personalidade borderline parece claramente ter um componente hereditário. Parentes de primeiro grau de pacientes com transtorno de personalidade borderline são 5 vezes mais propensos a ter a doença do que a população em geral.

Distúrbios nas funções reguladoras dos sistemas cerebrais e de neuropeptídeos também podem contribuir, mas não estão presentes em todos os pacientes com transtorno de personalidade borderline.

Sinais e sintomas


Quando os pacientes com transtorno de personalidade borderline acham que estão sendo abandonados ou negligenciados, eles sentem medo intenso ou raiva. Por exemplo, eles podem ficar em pânico ou furiosos quando alguém importante para eles está alguns minutos atrasado ou cancela um compromisso. Eles pensam que esse abandono significa que eles são ruins. Eles temem o abandono em parte porque não querem estar sozinhos.

Esses pacientes tendem a mudar o ponto de vista que têm de outras pessoas de forma abrupta e dramática. Eles podem idealizar um potencial cuidador ou amante no início do relacionamento, exigir que passem muito tempo juntos e compartilhem tudo. De repente, eles podem achar que a pessoa não se importa o suficiente, e ficam desiludidos; então eles podem desprezar ou ficar irritados com a pessoa. Essa mudança da idealização para desvalorização reflete o pensamento maniqueísta (divisão e polarização do bem e do mal).

Pacientes com transtorno de personalidade borderline podem sentir empatia e cuidar de uma pessoa, mas somente se eles acharem que essa outra pessoa estará disponível para eles sempre que necessário.

Pacientes com esse transtorno têm dificuldade de controlar sua raiva e muitas vezes se tornam inadequados e intensamente irritados. Eles podem expressar sua raiva com sarcasmo cortante, amargura ou falação irritada, muitas vezes direcionada ao cuidador ou amante por negligência ou abandono. Após a explosão, eles muitas vezes sentem vergonha e culpa, reforçando seus sentimentos de que são maus.

Pacientes com transtorno de personalidade borderline também podem mudar abrupta e radicalmente sua autoimagem, mostrada pela mudança súbita dos seus objetivos, valores, opiniões, carreiras ou amigos. Eles podem ser carentes em um minuto e se sentirem justificadamente com raiva sobre serem maltratados em seguida. Embora geralmente se vejam como maus, eles às vezes sentem que absolutamente não existem—p. ex., quando não têm alguém que se preocupe com eles. Eles muitas vezes se sentem vazios por dentro.

As alterações de humor (p. ex., disforia intensa, irritabilidade, ansiedade) costumam durar apenas algumas horas e raramente duram mais do que alguns dias; elas podem refletir a extrema sensibilidade às tensões interpessoais em pacientes com transtorno de personalidade borderline.

Pacientes com transtorno de personalidade borderline muitas vezes sabotam a si mesmos quando estão prestes a alcançar um objetivo. Por exemplo, eles podem abandonar a escola pouco antes de graduação, ou podem arruinar um relacionamento promissor.

Impulsividade que leva à automutilação é comum. Esses pacientes podem apostar em jogos de azar, praticar sexo inseguro, ter compulsão alimentar, dirigir de forma imprudente, abusar de droga ou gastar demais. Comportamentos suicidas, gestos e ameaças e automutilação (p. ex., se cortar, queimar) são muito comuns. Embora muitos desses atos autodestrutivos não visem acabar com a vida, o risco de suicídio nesses pacientes é 40 vezes maior do que na população em geral; cerca de 8 a 10% desses pacientes cometem suicídio. Esses atos autodestrutivos são geralmente desencadeados pela rejeição por possível abandono ou decepção com um cuidador ou amante. Os pacientes podem se automutilar para compensar por serem maus ou para reafirmar sua capacidade de sentir durante uma episódio dissociativo.

Episódios dissociativos, pensamentos paranoicos e, às vezes, sintomas do tipo psicótico (p. ex., alucinações, ideias de referência) podem ser desencadeados por estresse extremo, normalmente o medo de abandono, seja real ou imaginado. Esses sintomas são temporários e não costumam ser graves o suficiente para que sejam considerados um transtorno separado.

Os sintomas diminuem na maioria dos pacientes; a recidiva é baixa. Mas o estado funcional não costuma melhorar dramaticamente.

Diagnóstico

  • Clinical criteria (Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders, Fifth Edition [DSM-5])

Para o diagnóstico do transtorno de personalidade limítrofe, os pacientes devem ter
  • Instabilidade persistente nos relacionamentos, na autoimagem e nas emoções (desequilíbrio emocional), bem como acentuada impulsividade.

Esse padrão é caracterizado por ≥ 5 dos seguintes:
  • Esforços desesperados para evitar o abandono (real ou imaginado)
  • Relacionamentos intensos e instáveis que se alternam entre idealização e desvalorização da outra pessoa
  • Autoimagem ou senso do eu instável
  • Impulsividade em ≥ 2 áreas que pode prejudicá-los (p. ex., sexo inseguro, compulsão alimentar, dirigir de forma imprudente)
  • Comportamentos, gestos ou ameaças repetidos de suicídio ou automutilação
  • Mudanças rápidas no humor, normalmente durando apenas algumas horas e raramente mais do que alguns dias
  • Sentimentos persistentes de vazio
  • Raiva inadequadamente intensa ou problemas para controlar a raiva
  • Pensamentos paranoicos temporários ou sintomas dissociativos graves desencadeados por estresse

Além disso, os sintomas devem ter acontecido no início da idade adulta, mas também podem ocorrer durante a adolescência.




Diagnóstico diferencial


Na maioria das vezes, o transtorno de personalidade limítrofe é diagnosticado equivocadamente como
  • Transtorno bipolar:esse transtorno também é caracterizado por grandes variações no humor, comportamento e sono. Mas, no transtorno de personalidade borderline, o humor e o comportamento mudam rapidamente em resposta a estressores, especialmente os interpessoais, enquanto no transtorno bipolar o humor é mais sustentado e menos reativo.

Outros transtornos de personalidade compartilham manifestações semelhantes.

O diagnóstico diferencial do transtorno de personalidade limítrofe também abrange

Muitos transtornos que fazem parte do diagnóstico diferencial do transtorno de personalidade limítrofe coexistem.

Tratamento

  • Psicoterapia
  • Fármacos

O tratamento geral do transtorno de personalidade borderline é o mesmo que para todos os transtornos de personalidade.

Identificar e tratar os transtornos coexistentes é importante para o tratamento eficaz do transtorno de personalidade borderline.




Psicoterapia


O principal tratamento para o transtorno de personalidade borderline é psicoterapia.

Muitas intervenções psicoterapêuticas são eficazes para reduzir comportamentos suicidas, melhorar a depressão e a função em pacientes com esse transtorno.

A terapia cognitivo-comportamental focaliza a desregulação emocional e a falta de habilidades sociais. Isso engloba:
  • A terapia comportamental dialética (uma combinação de sessões individuais e em grupo com os terapeutas agindo como conselheiros comportamentais disponíveis sob demanda 24 horas por dia)
  • Sistemas de treinamento para previsibilidade emocional e resolução de problemas (STEPPS)

O STEPPS é feito em sessões semanais em grupo durante 20 semanas. Os pacientes adquirem habilidades para gerenciar suas emoções, questionar suas expectativas negativas e cuidar melhor de si mesmos. Aprendem a estabelecer metas, evitar substâncias ilícitas e melhorar seus hábitos alimentares, de sono e de exercícios. Os pacientes são convidados a construir uma rede de apoio de amigos, familiares e profissionais de saúde que estejam dispostos a ajudar em caso de crise.

Outras intervenções focalizam em distúrbios na maneira como os pacientes experimentam emocionalmente a si mesmos e aos outros. Essas intervenções incluem:
  • Tratamento baseado em mentalização
  • Psicoterapia focada na transferência
  • Terapia focada em esquema

Mentalização refere-se à capacidade das pessoas de refletir e compreender seus próprios estados de espírito e o estado de espírito dos outros. Considera-se que a mentalização seja aprendida por meio de uma vinculação segura com o cuidador. Tratamento baseado em mentalização ajuda os pacientes a fazer o seguinte:
  • Regular eficazmente suas emoções (p. ex., acalmar-se quando chateado)
  • Entender como elas contribuem para seus problemas e dificuldades com os outros
  • Refletir e compreender as mentes dos outros

Assim, ela ajuda-os a se relacionar com os outros com empatia e compaixão.

Psicoterapia focada em transferência concentra-se na interação entre paciente e terapeuta. O terapeuta faz perguntas e ajuda os pacientes a pensar sobre suas reações de tal modo que possam examinar suas imagens distorcidas, exageradas e irrealistas do eu durante a sessão. O momento atual (p. ex., como os pacientes se relacionam com o terapeuta) é enfatizado em vez do passado. Por exemplo, quando um paciente tímido, silencioso de repente se torna hostil e argumentativo, o terapeuta pode perguntar se o paciente percebeu uma mudança nos sentimentos e depois pede que o paciente pense sobre como ele experimentou o terapeuta e o eu quando as coisas mudaram. O objectivo é
  • Permitir que os pacientes desenvolvam um senso mais estável e realista de si mesmos e dos outros
  • Relacionar-se com os outros de uma maneira saudável por meio da transferência com o terapeuta

Terapia focada em esquema é uma terapia integrativa que combina a terapia cognitivo-comportamental, teoria do apego, conceitos psicodinâmicos e terapias focalizadas em emoções. Ela foca em padrões mal-adaptativos ao longo da vida de pensar, sentir, comportar-se e de enfrentamento (chamados esquemas), técnicas de mudança afetiva e na relação terapêutica, com reparentagem limitada. Repaternagem limitada representa o estabelecimento de um vínculo seguro entre o paciente e o terapeuta (dentro dos limites profissionais), permitindo que o terapeuta ajude o paciente a vivenciar o que o paciente perdeu durante a infância que o levou a um comportamento mal-adaptativo.

O objetivo da terapia com foco neste esquema é ajudar os pacientes a modificar os seus padrões. A terapia tem 3 estágios:
  • Avaliação: identificação dos esquemas
  • Conscientização: reconhecer os esquemas quando eles operam na vida diária
  • Mudança comportamental: substituir pensamentos, sentimentos e comportamentos negativos por aqueles mais saudáveis

Algumas dessas intervenções são especializadas e requerem treinamento e supervisão especializada. Mas algumas intervenções não exigem; uma dessas intervenções, que é projetada para o clínico geral, é
  • Manejo psiquiátrico geral (ou bom)

O bom tratamento psiquiátrico compreende a terapia individual uma vez por semana, a psicoeducação sobre o transtorno de personalidade limítrofe, o estabelecimento de metas e expectativas do tratamento, e algumas vezes fármacos. Focaliza as reações do paciente aos estressores interpessoais na vida cotidiana.

Psicoterapia de suporte também é útil. O objetivo é estabelecer um relacionamento emocional, encorajador e solidário com o paciente e, assim, ajudá-lo a desenvolver mecanismos de defesa saudáveis, especialmente nos relacionamentos interpessoais.

Fármacos


Fármacos funcionam melhor quando usados com moderação e sistematicamente para sintomas específicos.

ISRSs geralmente são bem tolerados; a probabilidade de uma overdose letal é mínima. Mas ISRSs só são marginalmente eficazes para depressão e ansiedade em pacientes com transtorno de personalidade borderline.

Os seguintes fármacos são eficazes para atenuar os sintomas do transtorno de personalidade borderline:
  • Estabilizadores de humor como a lamotrigina: para depressão, ansiedade, labilidade de humor e impulsividade
  • Antipsicóticos atípicos (de 2ª geração): para ansiedade, raiva e sintomas cognitivos, incluindo distorções cognitivas transitórias relacionadas a estresse (p. ex., pensamentos paranoicos, pensamento maniqueísta, desorganização cognitiva grave)

Benzodiazepínicos e estimulantes também podem ajudar a aliviar os sintomas, mas não são recomendados por causa dos riscos de dependência, overdose, desinibição e uso inadequado."



psicologo e psicologa


Quando  procurar terapia?

 (presencial ou online)

Quando sentir que precisa de um empurrãozinho emocional, ou seja, quando não estiver conseguindo lidar sozinho (a) com algumas coisas. 

 

Existem fases da vida que realmente é muito difícil atravessar sozinho (a).
E nestas fases, parece que os amigos somem, o trabalho fica mais difícil e a solidão bate forte.  
Além disso, nossas forças físicas parecem diminuir, o pensamento fica disfuncional e os sentimentos tendem a ficar cada vez mais confusos.


Geralmente as pessoas procuram terapia quando:

Apresentam problemas de relacionamento

Apresentam problemas de autoestima, autoimagem ou autoaceitação

Apresentam sinais e sintomas de transtornos mentais

Apresentam formas disfuncionais de pensar e agir

Buscam uma reforma íntima:

Apresentam problemas de estresse no trabalho

Precisam aprender novas habilidades sociais



Se você ou alguém que você conhece está passando por um problema psicológico, convido a vir conhecer meu trabalho, ou indicar a quem precisa.

A Terapia serve para que as pessoas tenham ajuda emocional, apoio psicológico para lidar com problemas da vida em geral, como ansiedade, depressão, fim de relacionamento, luto, amor patológico, etc. 


Quem pode se beneficiar da Psicoterapia: pessoas em geral, não necessariamente pessoas com transtornos mentais.

Agende uma consulta Gratuita psicológica clicando aqui








Psicologa Clínica, na Vila Mariana, zona sul sp.
Terapia Online e presencial.

Rua Domingos de Moraes, 770
Bloco 01 - Sala 05 - Sobreloja (SL)
Metrô Ana Rosa

Em frente ao McDonalds







Leia também:   

·         10 motivos para fazer terapia

·         Mitos e verdades sobre a Psicoterapia.

·         Como funciona uma sessão de terapia

·         Pra que serve a Terapia?

·         O que esperar de um Psicólogo

·         Quando a terapia funciona

·         Como escolher Bons PSICÓLOGOS

·         Psicologia online

·         Você é uma pessoa especial

O psicólogo hoje tem uma função mais ativa na sociedade.

É um profissional que oferece ajuda emocional, afetiva e racional; que ajuda as pessoas a entenderem seus medos, suas raivas, seu stress cotidiano; que ensina a expressar sentimentos como amor, raiva, indignação; que ampara na hora da dor; que motiva; que mostra ao outro suas potencialidades, convertendo defeitos em qualidades, medo em coragem, tristeza em alegria, raiva em amor.



Psicóloga em SP zona sul, psicoterapia Bradesco, psicologa online, terapia online, terapia preço acessível,psicóloga Amil vila mariana, psicóloga Sulamérica em sp. Tratamento depressão, tratamento para  Ansiedade. Terapia infantil, Casal, Individual, terapia sp, psicologo barato, terapia de casal preço, clinicas de psicologia em sp, psicologos em sp, psicoterapia de casal, psicologos sao paulo, site psicologo,  whatsapp psicóloga online, ajuda emocional, dificuldade de relacionamento conjugal,  consulta psicológica online, psicologo zona sul, terapia para adultos, Psicóloga Sulamérica, PSICÓLOGA Saúde BradescoPsicóloga Amil,  psicólogo SP, Psicologa sp











Psicóloga Vila Mariana, São Paulo, SP. Psicóloga Bradesco, Amil, Sulamérica

Psicologa em SP. Atendemos Adultos e Crianças. Terapia Casal, familiar. Atendo na Zona Sul de SP. Agende uma consulta. Terapia de Casal. Terapia Infantil. Agende uma Consulta. Cognitivo Comportamental. Psicóloga na Zona Sul.

Psicologa Amil sp, Psicologo Amil sp, psicóloga Amil,psicólogo Amil,reembolso,Psicologa bradesco sp,Psicologo bradesco sp,psicóloga saúde bradesco sp,psicólogo saúde bradesco sp,Psicologa bradesco,Psicologa bradesco psicóloga bradesco saúde sp,psicólogo bradesco saúde sp,reembolso,

Psicologa Sulamerica sp,Psicologo Sulamerica sp,psicóloga saúde Sulamerica sp,psicólogo saúde Sulamerica sp,Psicologa Sulamerica,Psicologa Sulamerica,psicóloga Sulamerica saúde sp,psicólogo Sulamerica saúde sp,Psicologa Sul america sp,

Psicologa Golden cross sp,Psicologo Golden cross sp,psicóloga Golden cross  psicólogo Golden cross reembolso,
Psicologa allianz sp,Psicologo allianz sp,psicóloga allianz  psicólogo allianzr eembolso,

Psicoterapia Amil sp,Psicoterapia Amil,reembolso,Psicoterapia allianz sp,Psicoterapia allianz,  reembolso,Psicoterapia Golden cross sp,Psicoterapia Golden cross, reembolso




ajuda emocional, ajuda psicológica,allianz convenio, amil agendamento psicólogo, amil consulta psicóloga, amil consulta psicólogo, amil psicóloga, amil psicologa sp, amil psicólogas, amil psicologia, amil psicologia sp, amil psicólogo, amil psicologo sp, amil psicólogos, amil reembolso, amil reembolso acompanhamento, amil reembolso consulta, amil reembolso psicologa, amil reembolso psicoterapia, amor a psicologia, amor doente, amor e psicologia, amor na psicologia, amor não correspondido psicologia, amor para psicologia, amor pela psicologia, amor por psicologia, amor psicóloga, amor psicologia, amor psicologia comportamental, amor psicólogo, ansiedade cronica como tratar, ansiedade depressão e estresse, apego psicologia, as pessoas somem da nossa vida, atendimento amil sp, atendimento psicologico amil sp, atendimento psicológico gratuito sp, auto aceitação psicologia, auto estima psicologia, autoestima psicologia, bradesco psicóloga, bradesco psicólogo, bradesco reembolso consulta, bradesco reembolso psicóloga, bradesco reembolso psicólogo, bradesco saude , bradesco saude cobre psicóloga, bradesco saude cobre psicólogo, bradesco saude psicóloga, bradesco saude psicologa sp, bradesco saude psicólogas, bradesco saude psicologas credenciados,, bradesco saúde psicologia, bradesco saude psicologo sp, bradesco saude psicólogos, bradesco saude psicologos credenciados, bradesco saude reembolso psicóloga, bradesco saude reembolso psicólogo, bradesco saude reembolso psicoterapia, bradesco saude reembolso tabela, carencia afetiva, carencia afetiva infantil, carencia afetiva no casamento, carencia afetiva psicologia, carencia afetiva tratamento, carencia infantil, carencia psicologia, choque de realidade psicologia, cirurgia bariatrica pelo convenio bradesco, clinica de psicologia vila mariana, clinica para depressão, como funciona o reembolso da sulamerica, como lidar com a culpa, como lidar com a frustração no trabalho, como manter relacionamento, como manter um relacionamento feliz, como tratar a ansiedade, como tratar ansiedade, consulta com psicóloga, consulta com psicologa como funciona, consulta com psicologa preço, consulta com psicólogo, consulta com psicologo como funciona, consulta com psicologo preço, consulta psicologica , consulta psicológica, consulta psicólogo, consultar psicólogo, consultorio psicológico, convenio allianz, convenio amil, convenio amil psicóloga, convenio amil psicólogo, convênio bradesco, convenio bradesco guia medico, convenio bradesco marcar consulta, convenio bradesco marcar consulta com psicóloga, convenio bradesco psicóloga, convênio bradesco valor, convenio bradesco valores, convenio psicóloga, convenio psicologia, convenio psicólogo, convenio sulamerica marcar consulta, convenio sulamerica marcar consulta, convenio sulamerica preço, convenio sulamerica valores, convenios psicologia, convenios psicologia, convenios sulamerica, conversa com psicologa , conversa com psicóloga, dependência afetiva, dependência afetiva psicologia, desejo de ser aceito, diferença ent














Psicologa Amil sp, Psicologo Amil sp, psicóloga Amil,psicólogo Amil,reembolso,Psicologa bradesco sp,Psicologo bradesco sp,psicóloga saúde bradesco sp,psicólogo saúde bradesco sp,Psicologa bradesco,Psicologa bradescopsicóloga bradesco saúde sp,psicólogo bradesco saúde sp,reembolso,Psicologa Sulamerica sp,Psicologo Sulamerica sp,psicóloga saúde Sulamerica sp,psicólogo saúde Sulamerica sp,Psicologa Sulamerica,Psicologa Sulamerica,psicóloga Sulamerica saúde sp,psicólogo Sulamerica saúde sp,Psicologa Sul america sp,Psicologo Sul america sp,psicóloga saúde Sul america sp,psicólogo saúde Sul america sp,Psicologa Sul america,Psicologa Sul america,psicóloga Sul america saúde sp,psicólogo Sul america saúde sp,Psicologa convenio Sulamerica sp,Psicologo convenio Sulamerica sp,psicóloga  convenio saúde Sulamerica sp,psicólogo  convenio  saúde Sulamerica sp,Psicologa convenio  Sulamerica,psicóloga  convenio Sulamerica saúde sp,psicólogo  convenio Sulamerica saúde sp,reembolso,Psicologa Golden cross sp,Psicologo Golden cross sp,psicóloga Golden cross  psicólogo Golden crossreembolso,Psicologa allianz sp,Psicologo allianz sp,psicóloga allianz  psicólogo allianzreembolso,Psicoterapia Amil sp,Psicoterapia Amil,reembolso,Psicoterapia allianz sp,Psicoterapia allianz,  reembolso,Psicoterapia Golden cross sp,Psicoterapia Golden cross,  reembolso, Psicoterapia Sulamerica sp,Psicoterapia saúde Sulamerica sp,Psicoterapia Sulamerica,Psicoterapia Sul america, spPsicoterapia Sul america,Psicologa Amil sp,Psicologo Amil sp,psicóloga Amilpsicólogo Amil,reembolso,Terapia de casal bradesco sp,Terapia de casal bradesco sp,Terapia de casal saúde bradesco sp,Terapia de casal saúde bradesco sp,Terapia de casal bradesco,Terapia de casal bradescoTerapia de casal bradesco saúde sp,Terapia de casal bradesco saúde sp,reembolso,Terapia de casal Sulamerica sp,Terapia de casal Sulamerica sp,Terapia de casal saúde Sulamerica sp,Terapia de casal saúde Sulamerica sp,Terapia de casal Sulamerica,Terapia de casal Sulamerica,Terapia de casal Sulamerica saúde sp,Terapia de casal Sulamerica saúde sp,Terapia de casal Sul america sp,Terapia de casal Sul america sp,Terapia de casal saúde Sul america sp,Terapia de casal saúde Sul america sp,Terapia de casal Sul america,Terapia de casal Sul america,Terapia de casal Sul america saúde sp,Terapia de casal Sul america saúde sp,Terapia de casal convenio Sulamerica sp,Terapia de casal convenio Sulamerica sp,Terapia de casal  convenio saúde Sulamerica sp,Terapia de casal  convenio  saúde Sulamerica sp,Terapia de casal convenio  Sulamerica,Terapia de casal convenio Sulamerica,Terapia de casal  convenio Sulamerica saúde sp,Terapia de casal  convenio Sulamerica saúde sp,reembolso,Terapia de casal Golden cross sp,Terapia de casal Golden cross sp,Terapia de casal Golden cross  Terapia de casal Golden crossreembolso,Terapia de casal allianz sp,Terapia de casal allianz sp,Terapia de casal allianz  Terapia de casal allianzreembolso,Terapia de casal Amil sp,Terapia de casal Amil,reembolso,Terapia de casal allianz sp,Terapia de casal allianz,  reembolso,Terapia de casal Golden cross sp,Terapia de casal Golden cross,  reembolso,primeira consulta grátis, Terapia de casal Sulamerica sp, Terapia de casal saúde Sulamerica sp, Terapia de casal Sulamerica, Terapia de casal Sul america, sp Terapia de casal Sul america, Reembolso, primeira consulta grátis, vila mar








































































































































psicólogos Amil,





psicólogos Bradesco sp,





Psicologa Clínica em São Paulo SP,





psicólogos Sulamérica,





Psicóloga Online,





Psicóloga e terapia infantil,





Psicóloga sp,





Psicóloga vila mariana,





Psicólogo sp,





Psicóloga paraiso,





Terapia de casal,





Atendimento Via WhatsApp,





Atendimento social em psicologia





Psicologa social





terapia cognitiva comportamental zona sul,

psicologa online- psicologa sp - psicologa bradesco amil sulamerica





























































Para quem está Procurando indicação de





consulta com bons psicólogos em SP,





psicólogos da zona sul de sp,





psicólogos Amil,





psicólogos Bradesco sp,





Psicologa Clínica em São Paulo SP,





psicólogos Sulamérica,





Psicóloga Online,





Psicóloga e terapia infantil,





Psicóloga sp,





Psicóloga vila mariana,





Psicólogo sp,





Psicóloga paraiso,





Terapia de casal,





Atendimento Via WhatsApp,





Atendimento social em psicologia





Psicologa social





terapia cognitiva comportamental zona sul,

psicologa online- psicologa sp - psicologa bradesco amil sulamerica















Postagens mais visitadas deste blog

A dificuldade em mostrar sentimento ❖Psicologa SP

Diferença entre: atração, desejo, paixão e amor.

Psicóloga por Whatsapp: sempre com você

O que é a dificuldade de relacionamento? ❖Psicologa SP

Psicóloga que atende convênio Bradesco

❖Terapia Online: uma alternativa excelente

Atendimento com o convênio Bradesco Saúde

A dificuldade de relacionamento

Plantão Psicológico Online 1a. sessão Gratuita ❖Psicologa SP

A síndrome do Super-Herói

Postagens mais visitadas deste blog

A dificuldade em mostrar sentimento ❖Psicologa SP

Diferença entre: atração, desejo, paixão e amor.

Psicóloga por Whatsapp: sempre com você

❖Terapia Online: uma alternativa excelente

Atendimento com o convênio Bradesco Saúde

Psicóloga que atende convênio Bradesco

A dificuldade de relacionamento

Sentimentos reprimidos

O Mito do Amor Romântico

Psicólogo que atende Bradesco Saúde por reembolso de consultas

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Você precisa de terapia?


Existem algumas regras para saber se você precisa ou não de terapia:

Todos precisamos de terapia. Porém não precisa ser a todo momento. Existem situações que é possível atravessar sozinho(a), mas em outras a ajuda emocional oferecida por um psicólogo pode ser muito bem vinda.

  • Quando a ansiedade, o estresse, a depressão, ou a dificuldade de relacionamento estiverem provocando muitos danos emocionais;
  • Quando você estiver perdido em seus pensamentos, sem conseguir achar uma direção, uma resposta para sua vida;
  • Quando o medo estiver maior que a coragem de enfrentar as dificuldades;
  • Quando estiver com vergonha de ser quem você é;
  • Quando a dor da for muito insuportável;
  • Quando seu sono, seu apetite e seu desejo sexual estiver comprometidos;
  • Quando você for vítima de abuso psicológico....
  • Sim, Talvez seja a hora de buscar Terapia.
Leia mais sobre Terapia




Nunca Passou na Psicóloga?

Você nunca passou na Psicóloga? Se gostaria de passar, fique tranquilo porque é normal que você tenha muitas dúvidas.

Algumas pessoas que nunca passaram por consulta com psicólogos tendem a idealizar a consulta as vezes de forma negativa e isto causa bastante ansiedade.
Relaxe e venha. Traga para a Psicóloga apenas o que achar válido, afinal o momento é seu. O Psicólogo é um ego auxiliar, alguém que vai te ajudar a pensar nas questões da tua vida.
A primeira Consulta psicológica dura de 30 a 50 minutos, tempo que o paciente tem para expor seus pensamentos, suas dúvidas, seus anseios, suas dores, etc.

Se você nunca passou na psicóloga e gostaria de passar agende uma consulta psicológica gratuita