psicologa sp , Psicóloga perto de mim, consulta com psicologa, psicologa preço, psicologa valor, psicóloga preço, psicólogo valores, consulta psicólogo valor, psicólogo preço, psicologa perto de mim,psicologo perto de mim, Psicóloga perto de mim, psicólogo presencial sp, psicóloga São Paulo, psicólogo consulta, psicólogo zona sul sp, Psicólogo Zona Leste sp, melhores psicólogos de sp, Psicóloga Av. Paulista, Indicação de Psicóloga SP, poderá agendar uma consulta com psicologa presencial.

Terapia de casal para lidar com traição. psicologa sp


Terapia de casal para lidar com traição.

Terapia de casal para lidar com traição. psicologa sp



A traição serve como um lembrete de que todas as ações ​​têm consequências e que a reconstrução de um relacionamento requer um compromisso genuíno em aprender com os erros, crescer pessoalmente e trabalhar na construção de uma base sólida de confiança e respeito mútuo.


A traição em um relacionamento é um evento extremamente doloroso e perturbador, que pode causar uma profunda ruptura na confiança e na intimidade do casal, e tem consequências significativas para todas as partes envolvidas, incluindo filhos e pais do casal, às vezes, por muitos anos.


Não são raros os casos de adultos que procuram terapia individual, para lidar com problemas de abandono dos pais na infância; Pais ou mães, que abandonarm seus filhos, para viver o sonho do grande amor, deixando atrás de si, um rastro de infelicidade.

É compreensível que isso afete a autoestima, gere desconfiança, paranoia e até mesmo sintomas de depressão e ansiedade.

Isto, sem considerar o lado prático, ou seja, os possíveis prejuizos de ordem material. Muitas vezes, quem trai coloca os outros em uma situação constrangedora pertante a família e a sociedade.


Nesses momentos de crise, uma psicóloga especializada em terapia de casal pode desempenhar um papel crucial.


Como a Psicóloga de casal pode ajudar:


A psicóloga auxilia o casal a compreender as causas subjacentes à traição, explorando questões como falta de comunicação, insatisfação emocional, problemas não resolvidos ou até mesmo questões individuais.

Ela facilita o diálogo aberto e honesto, ajudando a reconstruir a confiança e a superar os obstáculos que surgiram após a traição.

A terapia de casal também oferece estratégias para lidar com as consequências emocionais da traição, como trabalhar a autoestima e a confiança individual, aprender a lidar com a desconfiança e a paranoia e reconstruir a intimidade emocional e física.

Ao longo do processo terapêutico, o casal aprende a se comunicar de maneira mais eficaz, a estabelecer limites saudáveis e a fortalecer os alicerces do relacionamento.

A psicóloga ajuda o casal a encontrar um caminho de cura, transformação e crescimento, se ambos estiverem dispostos a trabalhar em conjunto para reconstruir a confiança e a conexão.

Atuando como uma facilitadora imparcial, busca entender as perspectivas e experiências de cada parceiro, concentrando-se em explorar as dinâmicas do relacionamento, as questões subjacentes e os padrões de interação que podem ter contribuído para a traição.

O objetivo é ajudar o casal a compreender as razões por trás da traição, examinar as necessidades não atendidas e trabalhar juntos na reconstrução da confiança e do compromisso, ou a possível ruptura, quando a dor emocional for intransponível.

A psicóloga auxilia o casal a desenvolver habilidades de comunicação mais eficazes, a identificar e lidar com conflitos e a estabelecer limites saudáveis.

O foco está na cura ou na possível ruptura do relacionamento, proporcionando um espaço seguro para que ambas as partes expressem suas emoções.


Sobretudo, a psicoterapia de casal ajuda a avaliar a relação.

Por meio da ajuda psicológica, e da compreensão dos sentimentos por trás dos fatos, verificamos se a relação é importante para vocês e se é possível reconstruir a confiança.

Se a resposta for positiva, trabalheremos para fortalecer a relação.
Se a resposta for negativa, pode ser hora de considerar a possibilidade de seguir em frente.


O que não fazemos na terapia de casal


Em uma sessão de psicoterapia de casal, a psicóloga não tem o papel de julgar ou atribuir culpa a nenhuma das partes envolvidas.

Está muito longe do nosso papel de Psicólogos apontar erros, julgar ou punir quem quer que seja.

A terapia de casal oferece um espaço neutro e confidencial, onde todas as perspectivas podem ser ouvidas e trabalhadas de maneira construtiva, portnto não é um espaço para atitudes destrutivas, como xingamentos, agressões verbais ou físicas.






O que é considerado traição

Considera-se traição todo comportamento que viola as regras de compromisso com alguém.

A traição revela uma falta de compromisso e respeito pelo parceiro e pelo relacionamento estabelecido.

É uma escolha que coloca em risco a estabilidade emocional e a confiança mútua que são fundamentais para um relacionamento saudável.


Porque ocorrem atos de infidelidade?



Infidelidade no amor no século XXI: 


Nas sociedades ocidentais, são raros os casamentos feitos por imposição; as relações são iniciadas (supostamente) por amor; pode-se escolher livremente o cônjuge.....e a infidelidade continua a ser praticada.


O que acontece?


A traição pode ter consequências duradouras, afetando a autoestima, a capacidade de confiar novamente e até mesmo a saúde mental da pessoa traída.


É um evento doloroso que exige tempo, paciência e esforço para que a pessoa traída e os filhos possam se curar e reconstruir a confiança.


É importante que aqueles que traíram assumam a responsabilidade por suas ações e enfrentem as consequências de seus comportamentos.


Isso inclui não apenas pedir desculpas sinceras, mas também demonstrar um verdadeiro comprometimento em trabalhar na reconstrução do relacionamento, se for essa a escolha do casal, ou coragem para romper, assumir que não quer mais esta relação e seguir adiante.



Como lidar com a traição




A traição pode ser uma experiência dolorosa e desafiadora para muitas pessoas. Como psicóloga, eu recomendo algumas estratégias para lidar com essa situação:


  • Permita-se sentir as emoções: É normal sentir raiva, tristeza, decepção e outras emoções após a traição. Não tente ignorar ou reprimir esses sentimentos. Permita-se senti-los e expressá-los de forma saudável.
  • Comunique-se: Fale com seu parceiro sobre como você se sente e tente entender as razões por trás da traição. Pode ser útil buscar a uma psicoterapia de casal para mediar a conversa.
  • Cuide de si mesmo: Pratique auto-cuidado, como dormir o suficiente, fazer exercícios e comer bem. Encontre maneiras saudáveis de lidar com o estresse e a ansiedade, como a meditação e o yoga.
  • Seja paciente: A reconstrução da confiança após a traição pode levar tempo. Não espere que tudo seja resolvido imediatamente. Dê tempo e espaço para a cura ocorrer.
  • Lembre-se de que, embora a traição seja dolorosa, você não está sozinho e há recursos disponíveis para ajudá-lo a lidar com essa situação.
  • Avalie friamente se o (a) parceiro (a) está se empenhando em manter-se fiel;
  • Observe se a relação de cuidado intimidade e comprometimento está preservada;
  • Evite desconfianças infundadas e pensamentos tudo-ou-nada: o simples fato do (a) parceiro manter relações cordiais com pessoas supostamente interessante, não significa que haverão novos atos de infidelidade;
  • Se decidiu perdoar, faça-o de forma irrestrita: não existe perdão pela metade;
  • Se não consegue perdoar, talvez seja o momento de buscar ajuda psicoterápica. Em alguns casos, conflitos pessoais podem atrapalhar o julgamento correto sobre o comportamento do outro.

Não assuma a culpa. Lembre-se que se o outro é responsável pelos seus sentimentos, desejos e vontades, portanto cabe a ele o poder de decisão sobre trair ou não. Logo, se houve traição a escolha foi do outro, não sua.



Mesmo quando há desgaste na relação e isto leva a atos de infidelidade, a responsabilidade do desgaste compete a ambos, pois a relação nunca é unilateral.


Não é aconselhável pagar na mesma moeda porque:

  • Você estaria colocando a responsabilidade pela sua felicidade nas mãos de outra pessoa;
  • Pode garantir satisfação imediata, mas certamente remeterá à sensação de vazio, por não conseguir encontrar formas mais maduras de lidar com o problema (ou seja, você terá dois problemas, ao invés de um);
  • Impede que se adquira maturidade suficiente para lidar com situações dolorosas.


O que se espera de quem traiu


Após uma traição, é importante que o parceiro infiel reconheça a responsabilidade de suas ações e busque formas saudáveis de enfrentar a situação.


É altamente recomendável que a pessoa que traiu busque terapia individual para lidar com os conflitos emocionais subjacentes, curar feridas internas e aprender a valorizar e reconstruir relações baseadas na confiança.


Também é possível que consiga definir seus objetivos emocionais, e vislumbrando sua insatisfação no atual relacionamento, adquira coragem para romper, e seguir em busca de um relacionamento que se ajuste às suas idealizações.


A Violação da fidelidade conjugal



Todo relacionamento pressupõe regras de convivência e de confiança; sem isto nenhum relacionamento é viável.

Precisamos estabelecer um mínimo senso de confiança em alguém.

A traição pode assumir muitas formas, desde que o parceiro (a) esteja violando as regras do relacionamento.

Podem ser incluídas nesta categoria desde simples paqueras virtuais, até abandonos de lares.

A Psicologia vem buscando novas formas de compreender a infidelidade conjugal.


Existem vários tipos de envolvimento extraconjugal: mesmo onde não exista envolvimento sexual, a infidelidade pode se caracterizar pela manifestação de interesse em outra pessoa.

Isto não significa que pensar em outro seja um ato de traição, desde que este pensamento não tome forma e se transforme numa traição verdadeira.

É possível reunir força de vontade e reprimir estes pensamentos, mantendo o compromisso com o parceiro (a) mesmo diante das maiores tentações.


Rebatendo os motivos clássicos para traicão:

Embora possamos oferecer algumas reflexões sobre os motivos frequentemente citados para a traição, é fundamental lembrar que cada situação é única e requer uma análise individual.

Uma crítica à teoria biológica da infidelidade 

A ideia de que os homens são geneticamente predispostos a buscar parceiros adicionais pode minimizar a responsabilidade individual e desconsiderar o impacto emocional e psicológico causado pela traição em um relacionamento.

Também é importante reconhecer que as escolhas individuais  desempenham um papel significativo na fidelidade ou infidelidade. 

A infidelidade não pode ser reduzida unicamente a uma explicação biológica, pois envolve questões complexas de intimidade, compromisso, comunicação e valores culturais.

Os estudos recentes mostram que o desenvolvimento de nosso cortéx pré-frontal nos possibilita colocar freio nos impulsos primitivos, raciocinar sobre nossos atos e tomar decisões acertadas. isto nos difere de outras espécies animais.

Uma vez que somos dotados da capacidade de reprimir nossos impulsos primitivos, os atos de infidelidade, podem ser evitados, pois ocorrem de forma deliberada, estudada e em plena consciência de violação de compromisso.


Baixa autoestima


Em alguns casos, o sentimento de baixa auto estima pode induzir pessoas a praticar atos de infidelidade.

No entanto, a pessoa não deveria buscar relacionamentos extras para sentir-se melhor, porque isto só torna legítima a baixa auto estima. A pessoa precisa de terapia, não de relacionamentos extras.


Os episódios de traição, na verdade, tendem a agravar o problema de baixa autoestima. A pessoa pode se sentir ainda mais inadequada, culpada e envergonhada, resultando em um ciclo negativo que reforça a baixa autoestima.

Necessidade infinita de afeto.

Quando alguém não se sente suficientemente amado ou valorizado dentro do relacionamento, pode buscar a atenção e o afeto de outras pessoas como uma forma de preencher essa lacuna emocional.

No entanto, é essencial compreender que a traição não é a resposta saudável para lidar com essa necessidade de afeto. 

Em vez disso, é fundamental buscar formas mais construtivas de lidar com essa insegurança emocional, como a terapia individual.

Falta de atenção e amor

A traição é uma escolha individual é importante lembrar que existem maneiras mais saudáveis e construtivas de lidar com essas questões.

É fundamental expressar abertamente quando não nos sentimos amados em um relacionamento antes de considerar a traição como uma opção. 

Ao invés de tomar atitudes prejudiciais como a traição, é recomendado buscar a terapia de casal como uma forma de lidar com essas questões. 

A terapia de casal oferece um ambiente seguro e neutro, onde você e seu parceiro podem explorar suas preocupações, compartilhar sentimentos e encontrar maneiras construtivas de fortalecer o relacionamento.

A traição não é uma solução saudável para lidar com a falta de amor ou qualquer outra dificuldade no relacionamento. 

Conclusão


A descoberta de um ato de infidelidade é um dos piores momentos na vida de uma pessoa, podendo levar a depressão, isolamento, doenças ou até mesmo a morte.


Importante ressaltar que, apesar de dolorosa, não é o fim, pois uma vida pode ser reconstruída, se houver capacidade de superação suficiente para lidar com este problema.

A Terapia de casal pode ajudar bastante na superação dos traumas do casal, bem como dos motivos de infidelidade.

Leia também



Obrigada pela leitura.


Gostou do Artigo? Leia outros artigos neste blog da Psicóloga

Se copiar, cite a fonte. Lembre-se que plágio é crime, conforme a lei 9610/18

Conteúdo protegido por direitos autoriais. Todos direitos reservados.


Artigo criado pela
CRP-SP 06-121677.
Formação: Currículo Lattes




Como agendar uma consulta com a Psicóloga em São Paulo, SP .

Quero cuidar da minha saúde mental 

Para agendar sua consulta com a Psicóloga e receber acolhimento humanizado, você pode optar pela Psicóloga online ou presencial.
Clique nos botões abaixo.
 
psicologa sp, Psicóloga SP, psicóloga perto de mim. Psicóloga em São Paulo, Psicóloga online,  psicóloga preço, consulta com psicóloga, Psicóloga Bela vista, psicólogo zona sul sp, psicólogo centro sp, psicólogo online, psicólogos em são Paulo, Psicologo SP.


Caso a agenda não mostre um horàrio adequado às suas necessidades, entre em contato e agende direto com a Psicóloga sp.

WhatsApp - (11) 95091-1931- Email: contato@psicologa-sp.com.br
Agende consulta psicológica . psicologa, psicologa preço, consulta com psicologa valor, psicologa sp, psicologa perto de mim, psicologa online, psicologa presencial, Psicóloga Bela Vista, Psicólogos perto de mim, 

Quem leu estes artigos, se interessou por: