A Necessidade Psicológica de férias



A Necessidade Psicológica de férias: Neste ritmo alucinado que trabalhamos, estudamos ou produzimos algo, nunca temos tempo de olhar para nós mesmos. Fica difícil, as vezes, parar até mesmo para tomar um cafezinho. 

As horas dos nossos dias são organizada cronologicamente, e cada segundo que perdemos faz muita falta, uma vez que temos sempre muita coisa pára fazer.

A Necessidade Psicológica de fériasOs nossos dias são muito movimentados, porém, quando visto de longe, são sempre iguais, embora pareçam diferentes.

Trabalhar é ótimo. E se for naquilo que se gosta, melhor ainda. Mas este amor pode se tornar estresse, ódio e as vezes em doenças como depressão, ansiedade ou fobias específicas.

O acúmulo de frustrações, somado ao excesso de obrigações que acumulamos dificultam muitas vezes que tenhamos qualidade de vida. 

Somo orientados a ganhar dinheiro, guardar dinheiro, economizar, investir, aplicar, empreender, mas não somos orientados a viver bem.


Pra que tirar férias? 

Daí a importância de tirar férias, pelo menos uma vez por ano.

Quando digo tirar férias, não estou dizendo que você deva se ausentar da empresa com o celular ligado, notebook conectado no seu departamento e o alerta de mensagem acionado.

Também não é para tirar férias e carregar sentimento de culpa pelo trabalho que não está sendo feito (por você). 

Tenha certeza que seu trabalho pode esperar até sua volta, ou alguém o fará. 

Ninguém é insubstituível neste ponto, embora criamos a ilusão de que somos indispensáveis. Não somos. 

Acreditar nisso é romantizar excessivamente uma relação que deveria ser vivida  com mais racionalidade e menos afetividade.


Dar uma pausa faz bem


Precisamos de tempo para sermos nós mesmos. E o nome deste tempo é Férias.

E elas começam no momento em que você termina seu último Job, ou tranca a porta do seu escritório.

Durante este período seja você mesmo!

Se pode viajar, ótimo.

Se não pode, viaje na sua mente, faça coisas que gostaria de fazer. Vá visitar uma pessoa querida, tome seu sorvete preferido, assista seus filmes e séries prediletos; ouça suas músicas favoritas; assista shows, exposições e eventos; leia um bom livro; vá à praia, ao campo; ande de bike, de skate, de patins; brinque com seus filhos; converse com seus pais, seus avós; faça coisas leves.

Se pode viajar aproveite a viagem ao máximo: faça um bom roteiro de viagens, tire muitas fotos; colecione micos (quem nunca pagou mico em viagem que atire a primeira pedra); visite museus exposições, eventos; veja o movimento das pessoas nas ruas; saboreie pratos típicos da região. Relaxe

Tire férias e volte renovado. Para o trabalho e para a vida!

Iniciar uma Psicoterapia no período de férias também pode ser uma ótima opção.
A Necessidade Psicológica de férias 

Postagens mais visitadas deste blog

A dificuldade em mostrar sentimento ❖Psicologa SP

Psicóloga por Whatsapp: sempre com você

Diferença entre: atração, desejo, paixão e amor.

ARTIGOS SOBRE RELACIONAMENTOS

Textos sobre relacionamentos, namoro, casamento, sentimentos e emoção, escritos pela Psicóloga Maris V Botari


07 dicas para a relação amorosa dar certo.

08 fatores que dificultam uma relação

09 formas de estragar um relacionamento.

09 sinais que o amor acabou

11 passos para identificar Relacionamentos abusivos

A blindagem contra apego

A dificuldade de relacionamento

A dificuldade em mostrar sentimento

Abra-se ao amor sem medo de ser feliz

Amor = Paixão + intimidade + comprometimento

Amor correspondido - Amor não correspondido

Amor custa caro

Amor desgastado: quando a relação afetiva está desigual

Amor Patológico - Amor doente

Amor sem limites

Apegados e Desapegados:

As emoções são contagiantes

Como agem as pessoas apaixonadas?

Como conquistar um amor

Como esquecer alguém?

Como manter um relacionamento saudável

De quem é a culpa pelo fracasso da relação?

Diferença entre: atração, desejo, paixão e amor.

Declarações de Amor

Dificuldade nos relacionamentos afetivos

Infidelidade no amor: como lidar e superar

Não brinque com o sentimento alheio

Não carregue uma culpa que não é sua

Não Idealize

O amor correspondido

Os Amores do Passado

Pessoas com dificuldade de relacionamento

Pessoas românticas

Por que algumas "ficadas" não se transformam em namoro?

Por que dizer "EU TE AMO" é tão difícil

Porque algumas pessoas se apegam demais enquanto outras não conseguem se apegar a nada?

Quando o amor termina

Reconciliações

Você sabe amar?

Você sabe dar e receber afeto?

Você tem medo de amar?


Tratamento depressão, tratamento para Ansiedade Psicóloga em SP zona sul, psicoterapia Bradesco, psicóloga Amil vila mariana, psicóloga Sulamérica em sp.. Terapia infantil, Casal, Individual, terapia sp, psicologo barato, terapia de casal preço, clinicas de psicologia em sp, psicologos em sp, psicoterapia de casal, psicologos sao paulo, site psicologo, whatsapp psicóloga online, ajuda emocional, dificuldade de relacionamento conjugal, consulta psicológica online, psicologo zona sul, terapia para adultos, Psicóloga Sulamérica, PSICÓLOGA Saúde Bradesco, Psicóloga Amil, psicologia online, psicólogo SP, Psicologa sp, Psicóloga Bradesco Amil Sulamérica São Paulo SP vila mariana, Psicologa online, psicólogos gratuitos, melhores psicólogos de sp, terapia de casal, terapia para adolescentes, terapia de luxo, terapia cessível, peço de terapia acessível, psicólogo bons em sp, psicólogos baratos, psicólogos formados pela USP, psicólogos formados pela puc, psicólogos de celebridades, psicólogos para estresse no trabalho.

    Postagens mais visitadas deste blog

    Psicóloga por Whatsapp: sempre com você

    A dificuldade em mostrar sentimento ❖Psicologa SP

    Diferença entre: atração, desejo, paixão e amor.

    10 motivos para fazer terapia ❖Psicologa Vila Mariana SP

    ❖Terapia Online: uma alternativa excelente

    Psicóloga que atende convênio Bradesco

    Plano de saúde cobre psicólogo

    Não brinque com o sentimento alheio

    Pessoas interesseiras

    Sentimentos reprimidos