Responsabilidade emocional ♥

  


Não Permita que abusem emocionalmente de você. 

Responsabilidade emocional



Entenda que estas brincadeiras afetivas, joguinhos emocionais servem para enganar a pessoa, e isto pode ser considerado abuso emocional, ou em outras palavras, pode predispor alguém à vivenciar um relacionamento abusivo, de pequenas ou grandes proporções.


O que é responsabilidade afetiva

"Responsabilidade afetiva é quando você se responsabiliza pelo sentimento e pelas expectativas que cria nos outros, independente da relação ser romântica ou não. 

Perceber que a comunicação não está adequada no início e durante um relacionamento e ajustar a ‘linguagem do amor’ pode contribuir para que o namoro ou casamento seja saudável. Fazer combinados também é um bom caminho".


Fonte: 
CAMILA TUCHLINSKI - O ESTADO DE S.PAULO

O que é Responsabilidade emocional?



 Ter responsabilidade afetiva é não "brincar" com o sentimento alheio: 



Responsabilidade emocional é uma expressão de que pode ser interpretada de várias formas, e abrange comportamentos uma série de comportamentos afetivos

Exemplos de irresponsabilidade emocional nos relacionamentos


Alguns comportamentos são inadequados  em uma relação e refletem uma certa irresponsabilidade emocional. 

Tais comportamentos consistem em provocar situações que visam desestabilizar emocionalmente a outra parte. 

Nesta categoria podemos incluir as provocações de ciúme, de inveja, a tendência a inferiorizar o outro, menosprezando suas opiniões, sua identidade, sua classe social ou intelectual, etc.


As pessoas que estão com a autoestima fragmentada e precisam urgentemente reconstruí-la, e para isso começam a seduzir as pessoas mais próximas, ou ex namorados (as), a fim de verificar se são merecedoras da atenção, elogios e aceitação dos outros, e quando recebem um retorno positivo, descartam o outro.


Prática muito comum nas redes sociais e se dá quando alguém que está carente de atenção, afeto e aceitação, faz postagens nas redes a fim de mobilizar o sentimento do outro, geralmente disseminando raiva e sofrimento.


(Tratando do tema dentro das relações afetivas), 
As disputas de poder têm como finalidade levantar a autoestima por meio da imposição de regras na relação (diferente das negociações de interesses). É algo como "eu mando, você obedece. Não obedece? não me ama".



Em muitos casos as pessoas que sofrem de carência afetiva podem ser vítimas dos irresponsáveis emocionais, que para alimentar sua autoestima vazia, precisam se nutrir da felicidade alheia, provocando mais dor e mais sofrimento




Portanto fique atento (a). Exija que sejam responsáveis emocionalmente com você.







Acolhimento Humanizado

Agende a 1a sessão com a Psicóloga SP

Bem vindo(a). 


Se chegou até aqui, certamente busca o começo do processo de reforma interior, rumo à evolução emocional que permitirá levar a vida de forma mais leve e saudável

       





Postagens recentes