psicologa sp , Psicóloga perto de mim, consulta com psicologa, psicologa preço, psicologa valor, psicóloga preço, psicólogo valores, consulta psicólogo valor, psicólogo preço, psicologa perto de mim,psicologo perto de mim, Psicóloga perto de mim, psicólogo presencial sp, psicóloga São Paulo, psicólogo consulta, psicólogo zona sul sp, Psicólogo Zona Leste sp, melhores psicólogos de sp, Psicóloga Av. Paulista, Indicação de Psicóloga SP, poderá agendar uma consulta com psicologa presencial.

O caminho da Individuação - psicologa sp


Como encontrar o caminho para a individuação? 

Como encontrar o caminho para a individuação?


Neste mundo emaranhado em que vivemos, somos obrigados a socializar o tempo todo, querendo ou não, gostando ou não.

Em que momentos podemos ser nós mesmos?




Nas relações sociais (familiares, afetivas, profissionais e acadêmicas), as pessoas são impulsionadas a pensar, agir, e sentir como a maioria, sem grandes questionamentos. 

Soma-se a isto a influência das mídias sociais e.... Não sobra tempo (e as vezes, nem interesse) em questionar regras. Desta forma há um prejuízo considerável na individuação. 


A bsuca pela Individuação


A jornada da individuação, o processo de tornar-se verdadeiramente quem somos, é um caminho sublime, porém não isento de desafios e dores. É como uma dança intricada entre descobrir nossas próprias melodias interiores e enfrentar as dissonâncias que surgem no processo. Em cada passo, na trama complexa dessa evolução pessoal, há uma beleza única e uma tristeza inerente.

Ser autêntico é como desdobrar as pétalas de uma flor rara. Requer coragem para desvendar as camadas que escondem nossa verdade mais profunda, e é nessa revelação que encontramos nossa singularidade. Contudo, este processo muitas vezes se entrelaça com a sensação de desapego, um despojar-se das máscaras que nos foram dadas ou que adotamos para nos encaixar em moldes alheios.

A individuação é uma dança entre a alegria libertadora de encontrar a própria voz e o luto doloroso pelas versões de nós mesmos que deixamos para trás. É uma jornada de coragem, onde confrontamos nossos medos, desafiamos as expectativas externas e nos aventuramos no território desconhecido da nossa autenticidade.

Há uma poesia melancólica nas lágrimas derramadas ao renunciar aos velhos padrões, nas dores do crescimento que moldam quem nos tornamos. 

Cada cicatriz conta a história de uma batalha travada contra a pressão conformista, um testemunho de resiliência diante das tormentas que permeiam a individuação.

No entanto, nas sombras desse caminho árduo, surge a luminosidade da descoberta. 

Encontrar-se consigo mesmo é como desvendar um tesouro escondido, uma jornada de autodescoberta que nos presenteia com a riqueza de sermos autênticos. 

É um retorno à nossa essência, ao núcleo puro de nossa identidade.

Assim, na trama complexa da individuação, podemos vislumbrar a dança delicada entre a dor e a beleza. Em meio às lágrimas e risos, à renúncia e ao encontro, emergimos como seres autênticos e completos. A individuação não é apenas uma busca por si mesmo, mas um poema eterno, uma sinfonia única que ecoa a verdade profunda de quem somos.


Como ser "si-mesmo" quando não há espaço para isso? 


Para muitos, pensar de maneira não-coletivista pode ser considerada uma falta grave, pois acredita-se que, uma vez pertencente a determinado meio, deve-se pensar, agir e sentir como a maioria. Qualquer pensamento opositivo seria uma afronta. E desta forma, as relações se tornam confluentes ( Que se assemelha a algo; que vai de encontro ao mesmo aspecto e se encontra em algum ponto comum.).


Ao contrário do que se imaginava, as relações confluentes não trazem felicidade; ao contrário, geram muita ansiedade, pois privilegia-se o interesse da maioria em detrimento dos interesses individuais.

Algumas pessoas só se conscientizarão de que há algo errado, quando sua ansiedade estiver em graus elevados. Neste ponto é necessário que se iniciem os exercícios de autoconhecimento para chegar à individuação que é um processo longo e complexo, onde uma pessoa busca sentir, pensar e comportar-se de forma única e original.

Para Jung  (2008)


Individuação significa tornar-se um ser único, na medida em que por "individualidade" entendermos nossa singularidade mais íntima, última e incomparável, significando também que nos tornamos o nosso próprio si-mesmo. Podemos pois traduzir "individuação" como "tornar-se si-mesmo" (Verselbstung) ou "o realizar-se do si-mesmo" (Selbstverwirklichung).(p. 60)

Naturalmente, este caminho para a individuação não é linear: é possível que nesta viagem em busca de si mesmo sejam encontrados inúmeros obstáculos, ladeiras íngremes, trechos inacabados e falta de iluminação. 

Algumas pessoas se detêm diante dos primeiros obstáculos, voltando para suas "confortáveis relações confluentes", onde não não necessidade de tomar  as próprias decisões. 

A arte está em dizer "não" Aquilo que não lhe serve. 

Não estou sugerindo que a pessoa em processo de individuação se transforme em um rebelde e se oponha a tudo, mas que pense por si mesmo. 

Mesmo quando tenha que concordar com as imposições do meio social, saiba o porquê está cedendo.

MAY (1978) aponta que “a individualidade é uma das facetas da autoconsciência” (p. 78). 

Na vida moderna, aparentemente, as individualidades passam por um processo lento e gradual de aniquilação, restando apenas um  vazio interior, que May (2008) conceitua como

“Resultado acumulado, a longo prazo, da convicção pessoal de ser incapaz de agir como uma entidade, dirigir a própria vida, modificar a atitude das pessoas em relação a si mesmo, ou exercer influência sobre o mundo que nos rodeia” (p. 22).
O caminho da individuação exige que a pessoa desenvolva o sentido de autoconsciência.

Para que? 

Para que possa enxergar-se a si mesmo, compreendendo de que forma se coloca no mundo, desenvolvendo formas de agir, pensar e sentir singulares, opondo-se ou não ao seu meio social.

Opor-se ao meio não é algo que precise ser feito com hostilidade: existem formas sutis de oposição, que não trarão prejuízos a ninguém. 

Este caminho não tem fim. É importante que seja trilhado de maneira original a cada minuto. É nesta caminhada que encontramos o bem-estar.



Referências:

JUNG, Carl Gustav. O eu e o Inconsciente. 21 ed. Ed. Petrópolis: Vozes Ltda., 2008

MAY, Rollo. O homem à procura de si mesmo. 6. Ed. Petrópolis: Vozes Ltda., 1978.

Psicóloga SP  Maristela Vallim Botari - CRP/SP 06-121677

Sempre em busca da Excelência dos atendimentos psicológicos, afinal não existe distância entre a Psicologia e você.
Psicóloga Clínica em sp,  mais de 12 anos de experiência profissional acolhendo indivíduos de diferentes faixas etárias em psicoterapia,com uma abordagem humanizada e centrada na pessoa. 

Psicóloga  Maristela Vallim Botari - CRP/SP 06-121677 Sempre em busca da Excelência dos atendimentos psicológicos, afinal não existe distância entre a Psicologia e você.


Atende crianças a partir de 10 anos, adultos, casais e também indivíduos na terceira idade como psicóloga Online e Presencial em SP.





Como agendar uma consulta com a Psicóloga em São Paulo, SP .

Quero cuidar da minha saúde mental 

Para agendar sua consulta com a Psicóloga e receber acolhimento humanizado, você pode optar pela Psicóloga online ou presencial.
Clique nos botões abaixo.
 
psicologa sp, Psicóloga SP, psicóloga perto de mim. Psicóloga em São Paulo, Psicóloga online,  psicóloga preço, consulta com psicóloga, Psicóloga Bela vista, psicólogo zona sul sp, psicólogo centro sp, psicólogo online, psicólogos em são Paulo, Psicologo SP.


Caso a agenda não mostre um horàrio adequado às suas necessidades, entre em contato e agende direto com a Psicóloga sp.

WhatsApp - (11) 95091-1931- Email: contato@psicologa-sp.com.br
Agende consulta psicológica . psicologa, psicologa preço, consulta com psicologa valor, psicologa sp, psicologa perto de mim, psicologa online, psicologa presencial, Psicóloga Bela Vista, Psicólogos perto de mim, 

Quem leu estes artigos, se interessou por: