Pular para o conteúdo principal

Ansiedade: o que é e como tratar

Saiba o que é Ansiedade: o que é e como tratá-la. 














Ansiedade deriva do latim anxiosus, e significa "inquieto".

Nem toda ansiedade merece tratamento; muitas vezes ficamos ansiosos de maneira natural,com coisas que fogem um pouco do esperado. Isto é normal.

É normal sentir um friozinho na barriga diante de uma apresentação,de um encontro, de uma prova,um exame,etc.

A ansiedade é um conjunto de emoções primitivas que têm por finalidade garantir nossa existência.


Ansiedade como um estado normal


Portanto, ficar ansioso é ficar inquieto, colocar-se em expectativa, o que é uma condição bastante esperada.

Isto ocorre para que o organismo possa se preparar adequadamente para vivenciar a situação. 

Podemos usar algumas estratégias para reduzir a ansiedade, porém, anulá-la é quase impossível diante destes eventos, afinal, esta inquietude nos torna produtivos.




A Ansiedade generalizada.


A ansiedade torna-se inimiga dos indivíduos quando deixa de ser produtiva e torna-se desproporcional às ocorrências: quando não diminui facilmente, mesmo contra todas a vontade.
Neste caso, torna-se disfuncional, ou seja, acaba por atrapalhar, ao invés de ajudar.
Este estado caracteriza-se por pensamentos recorrentes de catástrofe, como se algo muito grave estivesse para acontecer, quando na verdade, o risco nem é tão grande, impedindo o indivíduo a ter uma visão realista da situação.


Ideação catastrófica como sintoma de ansiedade


Por exemplo: alguém ouviu falar que o país está em crise e começa a se preparar para vivenciar situações de miséria, deixando de gastar com coisas necessárias, abrindo mão de atividades prazerosas, por medo de ficar na miséria. Além disso, tende a procurar insistentemente formas de garantir sua sobrevivência, como se a catástrofe já estivesse ocorrendo.

Neste exemplo há uma antecipação imaginária da catástrofe. A estratégia compensatória neste caso, poderia ser um questionamento sobre o pensamento:





  • de onde tirei esta ideia catastrófica?
  • isto já aconteceu antes?
  • se já aconteceu, como a situação foi resolvida?
  • quais os riscos reais que esta situação ocorram?
  • a antecipação vai ajudar-me a resolver esta situação? como?
  • devo viver em função disto?

O mundo muda, as pessoas mudam, tudo muda. É natural que fiquemos ansiosos diante de tantas mudanças.

Em situações de Ansiedade, não é uma boa ideia afastar os pensamentos ansiosos, pura e simplesmente com "pensamentos positivos", pois isto é como jogar "areia" sobre o problema. Ao contrário, devemos conversar com este estado de ansiedade até chegar no ponto de entender o que ela quer dizer. Diminua o ritmo, respire fundo, tente fazer uma coisa de cada vez, sempre conversando com a ansiedade, se apropriando dela, para melhor compreender seu funcionamento diante de situações novas, que surgem o tempo todo.

Leia também:

Como Tratar Ansiedade

O Tratamento é feito com Psicoterapia e as vezes, dependendo do grau com alguma medicação.
Pode ser possível tratar sintomas de ansiedade através do método conhecido como Relaxamento responsivo.

A respiração diafragmática favorece o envio de oxigênio para o cérebro liberando endorfinas e ajudando a distribuição de serotonina.

A Terapia Cognitivo comportamental tem ajudado muitas pessoas a modificarem seus pensamentos, comportamentos e crenças.


Nunca Passou na Psicóloga?

Você nunca passou na Psicóloga? Se gostaria de passar, fique tranquilo porque é normal que você tenha muitas dúvidas.

Algumas pessoas que nunca passaram por consulta com psicólogos tendem a idealizar a consulta as vezes de forma negativa e isto causa bastante ansiedade.

Relaxe e venha. Traga para a Psicóloga apenas o que achar válido, afinal o momento é seu.

Se você nunca passou na psicóloga e gostaria de passar agende uma consulta psicológica



Destaques

Como encontrar o psicólogo certo ❖ Psicologa Vila Mariana SP

Como encontrar o psicólogo certo Where to begin  How to Find the Right Therapist For You Escrito port Esther Perel Texto original: https://estherperel.com/blog/how-to-find-the-right-therapist-for-you A auto-entrevista Responda a estas perguntas primeiro. Por que terapia e por que agora? Em que você gostaria de trabalhar? Qual é o resultado desejado? O que você está preparado para fazer para alcançar esse objetivo? O que você espera do seu terapeuta? Quais foram as suas experiências em terapia até agora e o que foi útil? O que não foi? Quais são as lições que você aprendeu? Seja terapia individual, de casal ou familiar, o tipo de terapeuta que eu sempre recomendo é aquele que é desafiador e direto, mas não julga; tem a mente aberta e está disposta a permitir que as pessoas explorem opções na vida muito diferentes das suas. Alguém que não se apressa em diagnosticar e patologizar, e que tem um profundo entendimento dos meandros da intimidad

ARTIGOS SOBRE RELACIONAMENTOS

Textos sobre relacionamentos, namoro, casamento, sentimentos e emoção, escritos pela Psicóloga Maris V Botari


07 dicas para a relação amorosa dar certo.

08 fatores que dificultam uma relação

09 formas de estragar um relacionamento.

09 sinais que o amor acabou

11 passos para identificar Relacionamentos abusivos

A blindagem contra apego

A dificuldade de relacionamento

A dificuldade em mostrar sentimento

Abra-se ao amor sem medo de ser feliz

Amor = Paixão + intimidade + comprometimento

Amor correspondido - Amor não correspondido

Amor custa caro

Amor desgastado: quando a relação afetiva está desigual

Amor Patológico - Amor doente

Amor sem limites

Apegados e Desapegados:

As emoções são contagiantes

Como agem as pessoas apaixonadas?

Como conquistar um amor

Como esquecer alguém?

Como manter um relacionamento saudável

De quem é a culpa pelo fracasso da relação?

Diferença entre: atração, desejo, paixão e amor.

Declarações de Amor

Dificuldade nos relacionamentos afetivos

Infidelidade no amor: como lidar e superar

Não brinque com o sentimento alheio

Não carregue uma culpa que não é sua

Não Idealize

O amor correspondido

Os Amores do Passado

Pessoas com dificuldade de relacionamento

Pessoas românticas

Por que algumas "ficadas" não se transformam em namoro?

Por que dizer "EU TE AMO" é tão difícil

Porque algumas pessoas se apegam demais enquanto outras não conseguem se apegar a nada?

Quando o amor termina

Reconciliações

Você sabe amar?

Você sabe dar e receber afeto?

Você tem medo de amar?


    Postagens mais visitadas

    Você precisa de terapia?


    Existem algumas regras para saber se você precisa ou não de terapia:

    Todos precisamos de terapia. Porém não precisa ser a todo momento. Existem situações que é possível atravessar sozinho(a), mas em outras a ajuda emocional oferecida por um psicólogo pode ser muito bem vinda.

    • Quando a ansiedade, o estresse, a depressão, ou a dificuldade de relacionamento estiverem provocando muitos danos emocionais;
    • Quando você estiver perdido em seus pensamentos, sem conseguir achar uma direção, uma resposta para sua vida;
    • Quando o medo estiver maior que a coragem de enfrentar as dificuldades;
    • Quando estiver com vergonha de ser quem você é;
    • Quando a dor da for muito insuportável;
    • Quando seu sono, seu apetite e seu desejo sexual estiver comprometidos;
    • Quando você for vítima de abuso psicológico....
    • Sim, Talvez seja a hora de buscar Terapia.
    Leia mais sobre Terapia