Pular para o conteúdo principal

Amores de alto risco: Uma leitura resumida sobre o livro do Walter Riso




Para ele ou ela, não importa a sua boa conduta nem as demonstrações de amor, você sempre estará na lista negra dos inimigos potenciais; tudo o que você fizer sempre esconderá uma “segunda intenção”. A premissa do paranoico-vigilante é desumanizadora: “As pessoas são más e, se baixarmos a guarda, nos machucam”, incluindo a família. Ser receoso e contra-atacar é a sua melhor forma de sobreviver num mundo percebido como hostil e explorador. O amor desconfiado coloca o outro sob suspeita e o obriga a apresentar provas que demonstrem a sua fidelidade e lealdade. Mas o amor e a desconfiança não são compatíveis, não importa quantos “certificados” sejam apresentados. Não se encaixam sob o mesmo teto. (Walter Riso, p. 34)
Relacionamento com Narcisistas

"Se você é casado com um narcisista, deve sentir-se como um satélite afetivo. O ego funciona como um astro-rei ou uma estrela fulgurante nas relações interpessoais: ocupa a posição central, cega e, se você se aproximar demais, vai pulverizá-lo. As pessoas narcisistas se consideram especiais, únicas, grandiosas e imbuídas de um toque quase celestial, enquanto veem os demais como inferiores, vassalos ou simples partidários." (Walter Riso p. 71)


psicologa sp

1ª Sessão de Terapia: como funciona

Se você nunca passou na Psicóloga, ou por algum motivo precisou interromper e gostaria de retomar sua Psicoterapia, fica aqui um convite para vir conhecer meu trabalho, expondo suas queixas e fazendo um pré-diagnóstico. Algumas pessoas têm medo de vir à Psicóloga. Isto é normal, mas não é "legal". O ideal seria passar em um Psicólogo, pelo menos uma vez na vida, para inferir seu estado emocional, para conhecer o Trabalho dos psicólogos, desabafar, e para colocar em dia suas variáveis emocionais, aquelas que, quando acumulam, geram depressão, ansiedade, dificuldade de relacionamento. Psicólogos não existem apenas para tratar de "pessoas com problemas". Oras, todos nós temos problemas a resolver, afinal a vida é um desafio constante. Os Psicólogos existem justamente para favorecer o enfrentamento destes problemas emocionais, que todos atravessamos. Trata-se de uma escuta imparcial, acolhedora e humanizada, sem julgamentos, sem preconceitos de qualquer natureza. Observ