Terapia para Ansiedade Generalizada

Terapia para Ansiedade Generalizada

 Terapia para ansiedade

Podemos mencionar os cinco degraus da ansiedade

  1. Incômodo
  2. Preocupação
  3. Ansiedade, propriamente dita
  4. Estado paranoide
  5.  Crise de Ansiedade
Os 11 sinais que indicam que a pessoa sofre de TAG são:

Terapia para ansiedade




  1. preocupações excessivas;
  2. dificuldade em conciliar\manter o sono;
  3. medos irracionais;
  4. tensão muscular;
  5. indigestão, ou problemas gástricos\intestinais;
  6. frio na barriga;
  7. perfeccionismo excessivo;
  8. comportamentos compulsivos;
  9. ataques de pânico;
  10. achar que é o centro das atenções;
  11. dúvidas sobre si mesmo   
Como lidar com a Ansiedade

Como lidar com a ansiedade e fazer terapia
  1. Organizar as prioridades, numa escala de 0-10;
  2. Resolva as coisas mais urgentes primeiro;
  3. Mantenha o foco no presente;
  4. Pratique respiração diafragmática;
  5. Não alimente pensamentos catastróficos ou negativos. Eles raramente se realizam;
  6.  Seja realista: nem otimista, nem pessimista;
  7. Evite cafeína e bebida estimulante
  8. Faça tratamento cognitivo-comportamental, para aprender a reverter pensamentos disfuncionais

O que é Ansiedade

É uma condição natural do ser humano que pode se tornar um incômodo, ou mesmo um transtorno se assumir proporções exageradas e disfuncionais.

Trata-se de processo cognitivo-emocional e físico em resposta aos estímulos aversivos do ambiente, impercepctíveis de maneira consciente ou direta, que geram um estado de desconforto emocional, eliciando emoções ruins e pensamentos catastróficos.

Quando estamos diante de uma ocorrência nova (seja boa ou ruim) é natural que nosso organismo entre alertas para lidar com novidades, e desta forma, nos preparar para  que pode dar errado.

Os cinco fatores da Ansiedade

como surge a ansiedade: os 5 fatores

1. Algo lhe incomoda, mas você não consegue identificar; ou se consegue identificar deixa este elemento incômodo em Stand By

2. Este incômodo cresce, até ganhar corpo. Isto é a preocupação.

3. A preocupação não passa e começa  tirar o sono, o apetite, o interesse por outros assuntos. É comum nesta fase que o indivíduo identifique os aspectos preocupantes e busque soluções desesperadamente.

4. E por não conseguir pensar em nada além do assunto, o indivíduo pode ser levado a um estado paranoide, deixando o resto da vida paralisado, e sem conseguir soluções efetivas para o problemas que começou com um pequeno incômodo.

5. Quando este quadro assumir proporções maiores, desencadeando ondas de frio, ou calor, taquicardia, medo, sensação de Pânico, trata-se de um quadro de Ansiedade Generalizada, de onde só conseguirá sair com muita ajuda psicoterapêutica e as vezes com medicação.


Ansiedade normal

Por exemplo: podemos sentir medo de um ladrão que aparece subitamente e podemos ficar ansiosos com o vestibular. O medo é um sintoma normal. A preocupação excessiva com o evento pode indicar problemas.
Algumas pessoas podem sentir ansiedade perante a ideia de trocar de emprego, ou de casa e deixam de receber os benefícios que tal troca poderia proporcionar.

Naturalmente, a vida é feita de escolhas e todas elas implicam em ganhar uma coisa e perder outra. Portanto ter ansiedade perante situações novas é normal, pois sinaliza que haverá perdas também.
O que se torna importante é saber lidar com estes sentimentos de medo e ansiedade de forma a não comprometer o progresso do indivíduo. 

Muitos medos e situações ansiosas são geradas a partir da exposição do indivíduo à situações ruins, sem que haja a menor necessidade. 

Vou dar um exemplo: o noticiário raramente mostra coisas bonitas, mas a todo o momento aponta situações de desgraça, ruína e prejuízos. É natural que a pessoa que fique exposta a este tipo de informação passe a desenvolver um comportamento ansioso.


Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG)


O TAG é um grau elevado, que pode comprometer a saúde mental e física, levando a pessoa a ter sintomas físicos como: tremores, sudorese, taquicardia, descarga somática, além de sintomas emocionais, como a preocupação excessiva, a hipervigilância, a despersonalização, etc..

O TAG leva o indivíduo a buscar diversas soluções para problemas que ainda não ocorreram, e que muitas vezes, nem ocorrerão, 

É marcada por pensamentos catastróficos, crenças de desamor e desamparo:

TAG: Transtorno da Ansiedade Generalizada


Como tratar


Cuide da sua saúde física e emocional, fazendo uma análise dos sintomas que deve ser observados detalhadamente, e podem ser a alteração drástica dos seus pensamentos e das suas atitudes. Por isso não trate a ansiedade como algo banal, pois os sintomas são geralmente banalizados e confundidos com preocupações, pânico o que leva muitas pessoas a não procurarem ajuda.

Portanto, cuide da sua mente, dos seus pensamentos e das suas atitudes, antes que os pequenos incômodos se transformem em doenças.





Referências:

Beck , Aaron T. Vencendo a Ansiedade e a Preocupação com a Cognitivo-Comportamental: Tratamentos que Funcionam: Manual do Paciente


MACMILLAN, Amanda. 12 Signs You May Have an Anxiety Disorder.
http://www.health.com/health/gallery/0,,20646990,00.html/view-all .Acesso em 03/01/2017 
 





Comentários

Postagens recentes