Paixão - prazo de validade



Como lidar com a paixão? Psicologia do amor

Os apaixonados costumam perder o senso crítico, especialmente nos primeiros meses de relacionamento, pois algumas partes do cérebro, responsáveis pelo raciocínio são "sequestradas" por outras partes que respondem pelo processo de apaixonamento. Isto ocorre para que os parceiros tenham tempo de se cortejarem, partindo para o acasalamento.

O amor comeu meu nome, minha identidade, meu retrato
O amor comeu minha certidão de idade, minha genealogia, meu endereço
O amor comeu meus cartões de visita, o amor veio e comeu todos os papéis onde eu escrevera meu nome
O amor comeu minhas roupas, meus lenços e minhas camisas,
O amor comeu metros e metros de gravatas
O amor comeu a medida de meus ternos, o número de meus sapatos, o tamanho de meus chapéus
O amor comeu minha altura, meu peso, a cor de meus olhos e de meus cabelos
O amor comeu minha paz e minha guerra, meu dia e minha noite, meu inverno e meu verão
Comeu meu silêncio, minha dor de cabeça, meu medo da morte
Composição: João Cabral de Melo Neto





Este processo de apaixonamento costuma levar as pessoas à loucura, pois com a perda parcial do senso crítico há uma tendência à distorção dos fatos. Os apaixonados tendem a interpretar de forma ampliada os estímulos que se referem ao parceiro afetivo e minimizar os que exigem o uso da lógica.


Na prática isto pode significar crises de ciúme, possessividade, vinculação excessiva, exclusivismo, dominação, dentre outros comportamentos inadequados. E isto porque, segundo Fisher (2004) o comportamento do parceiro afeta diretamente seu par. E quando algo nos afeta, formamos um vínculo em maior ou menos escala (afeto significa afetar, impactar, causar alguma reação em algo ou alguém).


Fisher também salienta que há uma tendência à empatia mútua: é muito frequente que um dos parceiros "sinta" o que o outro sente. isto ocorre porque algumas partes do cérebro (responsáveis pela formação e manutenção do vínculo) estão hiperativas. Dentre estas áreas, podemos citar: o sistema límbico (circuito de Papez), o hipotálamo.


As regiões cerebrais responsável pelo alertas e medo e o córtex cingulado, responsável pelo senso crítico, estão parcialmente desligadas na paixão, e isto leva alguns apaixonados a se envolverem em comportamentos de risco. Gastar excessivamente para agradar o parceiro, sem temer o que pode acontecer pode ser um clássico exemplo!!


Fazendo uma triste analogia: os casais apaixonados se comportam de forma próxima aos dependentes químicos, que sentem prazer ao entrar em contato com o objeto da sua dependência, e sensação de abstinência quando o objeto está ausente. No caso dos apaixonados, esta abstinência pode ser comparada àquela saudade enorme que bate quinze minutos depois que o parceiro vai para sua casa.


Este apego tem prazo de validade. 


Fisher aponta que este apaixonamento é um estado transitório que dura de 12 a 24 meses, tempo suficiente para que os pares se conheçam, e que esta vinculação se transforme em intimidade e compromisso, se transformando em AMOR.


Para saber mais sobre amor, leia o post "Vamos falar de amor"


Porém, isto nem sempre acontece. Em alguns casos, a vinculação acaba cedo demais em um dos pares, deixando o outro numa situação de insegurança. Nesta fase, as características negativas do outro tendem a aparecer, e isto pode assumir uma forma de desvinculação.

Por isso, as brigas tendem a ser frequentes, e muitas vezes envolvem até as famílias. Quando isto ocorre, é importante que ambos tenham clareza do que está acontecendo, assumindo que se a paixão acabou unilateralmente, pouco poderá ser feito para reverter, pois como foi dito, trata-se de um processo biológico.

Se sobraram bons sentimentos como a admiração, o companheirismo, a intimidade, o comprometimento, é possível contornar esta situação e viver uma relação saudável e duradoura (como muitos casais). Se não sobrou anda além do desrespeito, da exploração, da deslealdade... bem.... é hora de pensar se vale a pena investir no resgate desta relação. 

As vezes o recomeço pode ser mais produtivo e menos desgastante emocionalmente.




Referências:
FISHER, Helen. Porque Amamos. a natureza e a química do amor romântico. Buenos Aires; 2004.


Maris. V. Botari
Psicóloga
(11) 99984-9910
psicologamaris@gmail.com










*Psicóloga que atende Bradesco em SP*

❖Terapia Online: uma alternativa excelente

Imagem
Psicologa Online: faça terapia pela internet a qualquer hora, em qualquer lugar ❖ Como funciona a Terapia online? Existem várias modalidades de atendimento online. Cada psicólogo escolhe trabalhar da maneira que entender mais adequada, portanto, dificilmente um atendimento será igual ao outro. Naturalmente, as regras do sigilo, da pontualidade, da Ética, do acolhimento serão sempre preservadas, conforme  o CRP-SP determina.. e claro... nosso conjunto de valores éticos e morais também. Sigilo profissional significa que o Psicólogo deve garantir ao paciente que sua conversa não será filmada, gravada ou armazenada de forma insegura e que não terá ninguém no ambiente além do psicólogo. Faça  Terapia Online . Por meio do atendimento online você conseguirá ser atendido(a) no conforto do seu lar, sem correr risco de contaminação pelo COVID-19 Saiba mais sobre  Psicoterapia Online Fazer terapia é sempre muito bom. Resgata o bem estar, promove a paz interior e ajuda a deixar a vida mais l

Você precisa de terapia?


Existem algumas regras para saber se você precisa ou não de terapia:

Todos precisamos de terapia. Porém não precisa ser a todo momento. Existem situações que é possível atravessar sozinho(a), mas em outras a ajuda emocional oferecida por um psicólogo pode ser muito bem vinda.

  • Quando a ansiedade, o estresse, a depressão, ou a dificuldade de relacionamento estiverem provocando muitos danos emocionais;
  • Quando você estiver perdido em seus pensamentos, sem conseguir achar uma direção, uma resposta para sua vida;
  • Quando o medo estiver maior que a coragem de enfrentar as dificuldades;
  • Quando estiver com vergonha de ser quem você é;
  • Quando a dor da for muito insuportável;
  • Quando seu sono, seu apetite e seu desejo sexual estiver comprometidos;
  • Quando você for vítima de abuso psicológico....
  • Sim, Talvez seja a hora de buscar Terapia.
Leia mais sobre Terapia




Nunca Passou na Psicóloga?

Você nunca passou na Psicóloga? Se gostaria de passar, fique tranquilo porque é normal que você tenha muitas dúvidas.

Algumas pessoas que nunca passaram por consulta com psicólogos tendem a idealizar a consulta as vezes de forma negativa e isto causa bastante ansiedade.

Relaxe e venha. Traga para a Psicóloga apenas o que achar válido, afinal o momento é seu.

Se você nunca passou na psicóloga e gostaria de passar agende uma consulta psicológica gratuita



Postagens mais visitadas deste blog

A dificuldade em mostrar sentimento ❖Psicologa SP

Psicóloga por Whatsapp: sempre com você

Diferença entre: atração, desejo, paixão e amor.

Psicóloga que atende convênio Bradesco

Não brinque com o sentimento alheio

Plano de saúde cobre psicólogo

Vacina contra o COVID-19: como e onde tomar

Pessoas românticas

10 motivos para fazer terapia ❖Psicologa Vila Mariana SP

Quanto custa uma consulta com Psicólogos em SP em 2021

Licença Creative Commons

Licença Creative Commons
PSICÓLOGA SP BRADESCO AMIL SULAMÉRICA
está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.


ARTIGOS SOBRE RELACIONAMENTOS

Textos sobre relacionamentos, namoro, casamento, sentimentos e emoção, escritos pela Psicóloga Maris V Botari


07 dicas para a relação amorosa dar certo.

08 fatores que dificultam uma relação

09 formas de estragar um relacionamento.

09 sinais que o amor acabou

11 passos para identificar Relacionamentos abusivos

A blindagem contra apego

A dificuldade de relacionamento

A dificuldade em mostrar sentimento

Abra-se ao amor sem medo de ser feliz

Amor = Paixão + intimidade + comprometimento

Amor correspondido - Amor não correspondido

Amor custa caro

Amor desgastado: quando a relação afetiva está desigual

Amor Patológico - Amor doente

Amor sem limites

Apegados e Desapegados:

As emoções são contagiantes

Como agem as pessoas apaixonadas?

Como conquistar um amor

Como esquecer alguém?

Como manter um relacionamento saudável

De quem é a culpa pelo fracasso da relação?

Diferença entre: atração, desejo, paixão e amor.

Declarações de Amor

Dificuldade nos relacionamentos afetivos

Infidelidade no amor: como lidar e superar

Não brinque com o sentimento alheio

Não carregue uma culpa que não é sua

Não Idealize

O amor correspondido

Os Amores do Passado

Pessoas com dificuldade de relacionamento

Pessoas românticas

Por que algumas "ficadas" não se transformam em namoro?

Por que dizer "EU TE AMO" é tão difícil

Porque algumas pessoas se apegam demais enquanto outras não conseguem se apegar a nada?

Quando o amor termina

Reconciliações

Você sabe amar?

Você sabe dar e receber afeto?

Você tem medo de amar?


Tratamento depressão, tratamento para Ansiedade Psicóloga em SP zona sul, psicoterapia Bradesco, psicóloga Amil vila mariana, psicóloga Sulamérica em sp.. Terapia infantil, Casal, Individual, terapia sp, psicologo barato,clinicas de psicologia em sp, psicologos em sp, psicoterapia de casal, psicologos sao paulo, site psicologo, whatsapp psicóloga online, ajuda emocional, dificuldade de relacionamento conjugal, consulta psicológica online, psicologo zona sul, terapia para adultos, Psicóloga Sulamérica, PSICÓLOGA Saúde Bradesco, Psicóloga Amil, psicologia online, psicólogo SP, Psicologa sp, Psicóloga Bradesco Amil Sulamérica São Paulo SP vila mariana, Psicologa online, psicólogos gratuitos, melhores psicólogos de sp, terapia de casal, terapia para adolescentes, terapia de luxo, terapia cessível, peço de terapia acessível, psicólogo bons em sp, psicólogos baratos, psicólogos formados pela USP, psicólogos formados pela puc, psicólogos de celebridades, psicólogos para estresse no trabalho.