Pular para o conteúdo principal

Sentimentos: o que são e como compreendê-los

Sentimentos: o que são e como compreendê-los

Para falar sobre sentimentos, é importante falar antes sobre as emoções, as "mães" de todo sentimento.
psicologa, psicologo, sp, vila mariana convenio, reembolso, sul america, amil, golden cross, saude bradesco, ansiedade, depressão
Adicionar legenda

As emoções são consideradas por muitos teóricos da Psicologia como reações naturais do organismo diante de determinados estímulos. Podem ser inatas ou aprendidas. As mais viscerais são: o medo, a raiva, a alegria e a vergonha (Casanova, 2009). 

O nojo poderia ser encaixado nesta lista, embora seja um sentimento controverso, já que não há consenso sobre suas origens inatas ou aprendidas.

A combinação destas emoções, em determinado contexto dá origem a uma gama enorme de sentimentos:

O medo - origina sentimentos como pânico, fobias, pavor, terror, horror.
A raiva - dá origem a sentimentos como o ódio, o desprezo, a agressividade, a ira e  variações encobertas como a inveja, o ciúme, a frustração, o desejo de vingança, etc.
A Alegria - origina sentimentos bons como elação (expansão de si mesmo); excitação (desejo de fazer algo gratificante); paz (conforto subjetivo); ternura, (desejo de aproximação), etc.

Os sentimentos se originam a partir do significado que se atribui às emoções no momento em que ocorrem (condicionamento respondente). Por isso que, uma mesma emoção pode desencadear diferentes sentimentos, tanto em pessoas diferentes, quanto nas mesmas pessoas.

Exemplo: Diante de um cachorro, algumas pessoas sentem ternura; outras sentem medo; e algumas sentem nojo. O sentimento vai depender da história de vida de cada um:

Aquele individuo que foi ensinado a ver o cachorro como um amigo, possivelmente sentirá ternura; aquele que, ao contrário foi orientado a ver o cão como um animal agressivo, naturalmente sentirá algum tipo de desconforto; e alguns poderão sentir nojo, dependendo da sua história. Naturalmente estes sentimentos podem se misturar: alguém pode achar o cão bonito e ter vontade de se aproximar, mas sente medo, porque já foi agredido, ou sente nojo porque teve pouco contato. 

As vezes os sentimentos se misturam, causando muita confusão: podemos sentir raiva e amor ao mesmo tempo, pela mesma pessoa?
Sim.
Podemos. Não, isso não é loucura!
 Se os sentimentos são aprendidos em diversas circunstâncias, e se uma mesma pessoa pode nos fazer recordar de mais de uma ocorrência, logo, podemos ter diferentes sentimentos pela mesma pessoa.

Como lidar com isso?
É preciso conhecer bem os sentimentos para lidar com eles. Este discernimento poderá ser adquirido em psicoterapia, pois não há regra, nem fórmula pronta. Se o contexto muda, nós mudamos. Se mudamos, nossas emoções e sentimento mudam. É preciso compreender as mudanças para compreender os sentimentos e emoções.



Maris V. Botari
Psicologamaris@gmail.com

Referências:

Casanova, Nuno et al. Emoções. http://www.psicologia.pt/artigos/textos/TL0132.pdf. Acesso em 11 de janeiro de 2015.

O que são sentimentos
sentimentos
Psicologa bradesco

amor na psicologia

paixão

brincar com sentimentos

psicologa vila mariana

psicologa online

psicologa sp

●Perguntas que o psicólogo faz na primeira consulta

  ❖Psicoterapia  EM SP CONSIDERANDO que toda a ação da(o) psicóloga(o) demanda um  raciocínio psicológico, caracterizado por uma atitude avaliativa, compreensiva, integradora e contínua,  que deve orientar a atuação nos diferentes campos da Psicologia e estar relacionado ao contexto que origina a demanda.  (Fonte:  Diário Oficial da União )  Para que serve um Psicólogo? Para conversar. Mas conversar sobre o que? Como?  De que forma ocorre esta conversa?  Falar que o Psicólogo serve "apenas para conversar" é um reducionismo da nossa profissão. Não servimos apenas para "conversar". Nosso trabalho vai MUITO ALÉM DA CONVERSA.  Trata-se de uma escuta técnica, treinada para identificar pontos problemáticos no discurso do cliente, e apontar soluções que sejam efetivas para seu caso . Não é, nem de longe, uma conversa como a que que temos com nossos amigos. Isto que dizer que cada vírgula, cada pausa, cada respiração, cada movimento do cliente é analisado junto com o discur

psicologa sp

● Psicóloga por Whatsapp: como marcar uma sessão psicologos online

● Psicóloga por Whatsapp: como Agendar uma sessão psicólogos online psicologos online Se você quer fazer terapia mas não quer sair de casa para vir ao consultório , podemos realizar a terapia online, afinal: Fazer terapia é sempre muito bom.  Pode ajudar a resgatar a serenidade, o bem estar, promovendo a paz interior e ajuda a deixar a vida mais leve.  Você passa a viver um dia de cada vez, podendo resgatar a serenidade perdida pelas estradas tortuosas das preocupações que geram ansiedade e das desesperanças que geram depressão. Algumas pessoas têm receio de procurar psicólogos, por medo de serem julgados, mal avaliados, excluídos, segregados, e saírem pior do que entram. Nada disso pode acontecer. Bons psicólogos JAMAIS farão julgamento, críticas, grosserias, perguntas inoportunas, abordarão assuntos desconfortáveis, ou causarão algum tipo de constrangimento ao cliente, afinal, nossa missão é promover o bem-estar dentro do ambiente terapêutico (isso inclui o ambiente virtual). Busque

Postagens mais visitadas

Psicóloga SP Avenida Paulista


Psicólogos Avenida Paulista
Acolhimento humanizado Psicóloga SP
Maris V Botari
Terapia Online e presencial
Av. Paulista, 2001 - Bela Vista
São Paulo - SP, 01311-931