As três peneiras.

As três peneiras é uma fábula atribuída à Socrates (filósofo Grego do século V a.c.). Trata-se de uma reflexão sobre o que falar, como falar e quando falar, conforme segue:


Um homem foi ao encontro de Sócrates levando ao filósofo uma informação que julgava de seu interesse:- Quero contar-te uma coisa a respeito de um amigo teu!- Espera um momento – disse Sócrates – Antes de contar-me, quero saber se fizeste passar essa informação pelas três peneiras.- Três peneiras? Que queres dizer?- Vamos peneirar aquilo que quer me dizer. Devemos sempre usar as três peneiras. Se não as conheces, presta bem atenção. A primeira é a peneira da VERDADE. Tens certeza de que isso que queres dizer-me é verdade?- Bem, foi o que ouvi outros contarem. Não sei exatamente se é verdade.- A segunda peneira é a da BONDADE. Com certeza, deves ter passado a informação pela peneira da bondade. Ou não?Envergonhado, o homem respondeu:- Devo confessar que não.- A terceira peneira é a da UTILIDADE. Pensaste bem se é útil o que vieste falar a respeito do meu amigo?- Útil? Na verdade, não.Então, disse-lhe o sábio, se o que queres contar-me não é verdadeiro, nem bom, nem útil, então é melhor que o guardes apenas para ti.
Moral da história: Se as pessoas usassem desses critérios, seriam mais felizes e usariam seus esforços e talentos em outras atividades, antes de obedecer ao impulso de simplesmente passá-los adiante.
Fonte:
http://filosofia.seed.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=1293
Acesso em 08-10-2019 


Compreendendo a fábula das três peneiras

1) O conteúdo é verdadeiro? -  Embora a verdade absoluta seja inexistente, é importante relatar fatos sem afirmá-los como certos. Troque as palavras: "eu sei" por "eu penso que..", Evite falar sobre o que não tem certeza

2) O conteúdo é bom? - Nem sempre aquilo que temos a dizer é bom. (Deveríamos falar mais sobre coisas boas). No entanto,  existem formas de tratar sobre assuntos desagradáveis. 

Comece perguntando ao interlocutor se ele tem alguma ideia sobre o assunto, se já ouviu algo, se alguma vez pensou sobre..etc..

Não "despeje" o conteúdo amargo de uma só vez, ninguém está preparado para receber más notícias de supetão. 


3) O conteúdo é útil? Mesmo que seja verdade, e não seja bom, será que é útil falar sobre algo? Este ponto é polêmico, pois algumas pessoas acreditam que devem ser sinceras sempre. E em nome desta "sinceridade escancarada" acabam "metendo os pés pelas mãos", produzindo estragos maiores do que a omissão.

 Aqui não tem regra. cabe a cada um usar o bom senso, pesar os prós e contras de cada situação e avaliar se o que vai ser dito produzirá algum benefício para o ouvinte.

  • Saber ouvir.

Falar é ótimo, mas saber ouvir é uma façanha: mesmo quando o outro está falando coisas que lhe parecem sem importância, é aconselhável ouvir, porque pra ele é importante falar. Se não tiver o que responder, apenas ouça. isto é uma forma de acolhimento.

Mesmo quando o outro estiver lhe criticando, é útil ouvir as críticas até que o outro desabafe o suficiente para que seja confrontado. É inútil confrontá-lo durante o discurso. Se ele só quer ser ouvido, inevitavelmente a conversa vai virar um clássico "bate-boca". E isto pode ser o fim de um relacionamento.

  • Saber falar

Isto envolve: saber o que falar, quando falar e como falar. Cabe aqui uma pequena história: (Clique na imagem para ampliá-la)



Problemas de Relacionamento. Quem não tem? Creio que todos nós, em algum momento,já tivemos algum problema de relacionamento com alguém. 

Sempre tem alguém difícil em nosso caminho, ou as vezes, nós podemos ser as pessoas que dificultam as relações. * 
Como posso ajudar com problemas de relacionamento?* 
Costumo ajudar pessoas a compreenderem melhor quais as variáveis que determinam alguns padrões de comportamento, criando um setting terapêutico favorável para você compreender a si mesmo. 
Compreendendo sua maneira de funcionar cognitivamente, ficará mais fácil interpretar suas emoções e alguns comportamentos. 
Ajudarei você a vencer a dificuldade de relacionamento, adquirindo equilíbrio sentimental. 
*Agende uma consulta Gratuita para conhecer meu trabalho*.
Agenda online  Caso não tenha horário disponível, avise. 




·         10 motivos para fazer terapia
·         Ajuda Emocional
·         Blog de Psicologia
·         Como escolher Bons PSICÓLOGOS
·         Convênios
·         Nunca passou na Psicóloga?
·         O que é Psicoterapia?

Postagens mais visitadas deste blog

A dificuldade em mostrar sentimento ❖Psicologa SP

Diferença entre: atração, desejo, paixão e amor.

Psicóloga por Whatsapp: sempre com você

O que é a dificuldade de relacionamento? ❖Psicologa SP

Psicóloga que atende convênio Bradesco

❖Terapia Online: uma alternativa excelente

Atendimento com o convênio Bradesco Saúde

A dificuldade de relacionamento

Plantão Psicológico Online 1a. sessão Gratuita ❖Psicologa SP

A síndrome do Super-Herói

Postagens mais visitadas deste blog

A dificuldade em mostrar sentimento ❖Psicologa SP

Diferença entre: atração, desejo, paixão e amor.

Psicóloga por Whatsapp: sempre com você

❖Terapia Online: uma alternativa excelente

Atendimento com o convênio Bradesco Saúde

Psicóloga que atende convênio Bradesco

A dificuldade de relacionamento

Sentimentos reprimidos

O Mito do Amor Romântico

Psicólogo que atende Bradesco Saúde por reembolso de consultas

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Você precisa de terapia?


Existem algumas regras para saber se você precisa ou não de terapia:

Todos precisamos de terapia. Porém não precisa ser a todo momento. Existem situações que é possível atravessar sozinho(a), mas em outras a ajuda emocional oferecida por um psicólogo pode ser muito bem vinda.

  • Quando a ansiedade, o estresse, a depressão, ou a dificuldade de relacionamento estiverem provocando muitos danos emocionais;
  • Quando você estiver perdido em seus pensamentos, sem conseguir achar uma direção, uma resposta para sua vida;
  • Quando o medo estiver maior que a coragem de enfrentar as dificuldades;
  • Quando estiver com vergonha de ser quem você é;
  • Quando a dor da for muito insuportável;
  • Quando seu sono, seu apetite e seu desejo sexual estiver comprometidos;
  • Quando você for vítima de abuso psicológico....
  • Sim, Talvez seja a hora de buscar Terapia.
Leia mais sobre Terapia




Nunca Passou na Psicóloga?

Você nunca passou na Psicóloga? Se gostaria de passar, fique tranquilo porque é normal que você tenha muitas dúvidas.

Algumas pessoas que nunca passaram por consulta com psicólogos tendem a idealizar a consulta as vezes de forma negativa e isto causa bastante ansiedade.
Relaxe e venha. Traga para a Psicóloga apenas o que achar válido, afinal o momento é seu. O Psicólogo é um ego auxiliar, alguém que vai te ajudar a pensar nas questões da tua vida.
A primeira Consulta psicológica dura de 30 a 50 minutos, tempo que o paciente tem para expor seus pensamentos, suas dúvidas, seus anseios, suas dores, etc.

Se você nunca passou na psicóloga e gostaria de passar agende uma consulta psicológica gratuita