Quem está no controle da sua vida?

Quem está no controle da sua vida?"Controlar alguém é tentar fazer com que se comporte de uma forma que seria confortável para quem supostamente está no controle." (JCM)

perda de controle emocional, psicologa bradesco, psicologa amil, psicologa sulamerica, psicologa vila mariana.Basicamente, todas as pessoas se controlam mutuamente, das mais diversas formas, portanto todos somos controlados e controladores simultaneamente. 

O que torna uma relação adoecida é a forma como estes controles são impostos, uma vez que podem assumir diversas formas, desde um simples olhar, à mais dura demonstração de agressividade.

Porque existe controle?


Os indivíduos tentam controlar o ambiente em busca de gratificações, ou para garantir a manutenção da zona de conforto, onde nada pode sair do lugar, pois as modificações (sejam elas boas ou ruins) implicam em novas formas de adaptações e isto nem sempre é um processo fácil.


Geralmente as atitudes de controle excessivas ocorrem porque algumas pessoas precisam a qualquer custo ocultar sua fragilidade e insegurança, pois não desenvolveram um repertório comportamental e emocional para lidar com situações de mudanças. Logo, quanto maior é o controle, maior é a insegurança.

Alguns exemplos:

1.Sedução excessiva:

Algumas atitudes sedutoras em excesso podem ser entendidas como forma de controle, uma vez que a sedução em algum momento vai exigir uma resposta equivalente ao estímulo.

Por trás destas atitudes sedutoras geralmente se oculta o desejo enorme de reconhecimento, a fim de suprir uma carência emocional latente, que se manifesta em gestos de afetividade exagerada, ou melhor, o sedutor “dá atenção para receber na mesma medida”. Podemos citar como exemplo as as pessoas que não recebem atenção de forma satisfatória das pessoas próximas.

2.Prestatividade

Alguns indivíduos costumam se antecipar ao outro, realizando favores que nem sempre são solicitados, ou mesmo se antecipando as suas necessidades.
Dirão “ eu fiz isso pensando em você”, ou “sei o quanto você gosta de azul, então comprei esta blusa para você”.  

Nem todas as atitudes antecipatórias são formas de controle, mas muitas são questionáveis, especialmente quando tiram do outro a autonomia, e a oportunidade de crescimento. Podemos citar como exemplo as mães excessivamente cuidadosas, ou as namoradas excessivamente ciumentas.

Esta forma de controle se caracteriza por impedir que o outro “caminhe com suas próprias pernas”, pois caminhando poderá se distanciar.....

Para evitar que o pássaro aprisionado nesta gaiola de “cuidados excessivos”  aprenda a voar, o individuo controlador atua sempre podando as asas do “pássaro engaiolado”.

O individuo que se encaixa neste modelo de controlador, tende a se magoar com muita facilidade quando o outro se recusa a aceitar seus préstimos, pois se consideram indispensáveis.


3.Controle autoritário

Nesta forma de controle quase não existem subterfúgios: este indivíduo controla o outro abertamente, utilizando da força bruta, de agressão física, verval, psíquica para coagir o outro a agir conforme sua vontade. Podem expor o outro ao ridículo, apenas para que consigam (minimamente) sentir-se superior.

Os três exemplos citado não esgotam o assunto. Existem outros, mas fizemos um recorte para evitar que o assunto se estenda.

O que estes três tipos  de controladores têm em comum:

O controlador sedutor, o prestativo e o autoritário geralmente apresentam alguma dificuldade em receber e/ou reconhecer o afeto das figuras importantes, sofrendo assim um rebaixamento da sua autoestima. Deste modo costumam apelar para que sejam reconhecidos de alguma forma,usando todos os mecanismos disponíveis para mascarar este “rombo afetivo”.

Se você ou alguém que você conhece está passando por um problema parecido, saiba que a Psicoterapia  (realizada por psicólogos credenciados pode ajudar bastante na compreensão de problemas emocionais como este. A Terapia serve para que as pessoas tenham ajuda emocional, apoio psicológico para lidar com problemas da vida em geral, como ansiedade, depressão, fim de relacionamento, luto, etc

Quem pode se beneficiar da Psicoterapia: pessoas em geral, não necessariamente pessoas com transtornos mentais,


Convido você a vir conhecer meu trabalho, ou indicar a quem precisa. Meu objetivo como Psicologa e Psicoterapeuta é ajudar as pessoas a entenderem melhor a si mesmas, colaborando para que tenham qualidade de vida afetiva e emocional.

Meu consultório de Psicologia fica na Vila Mariana, Zona Sul de SP



Agende uma consulta Gratuita psicológica

Pelo link

 Agenda OnLine

Por Whatsapp

(11-99984-9910)

Por Email

agendamento@psicologiasemfronteiras.com.br

Endereço

Rua Domingos de Moraes, 770
Bloco 01 - Sala 05 - Sobreloja (SL)
Metrô Ana Rosa - Vila Mariana
Em frente ao McDonalds

Horário de atendimento

Seg-sexta:
Sábado:
7:00 - 23:00
7:00 - 21:00

Psicóloga online 


Tenho credenciamento do CRP-SP para realizar terapia  online




Postagens mais visitadas deste blog

A dificuldade em mostrar sentimento ❖Psicologa SP

Psicóloga por Whatsapp: sempre com você

Diferença entre: atração, desejo, paixão e amor.

ARTIGOS SOBRE RELACIONAMENTOS

Textos sobre relacionamentos, namoro, casamento, sentimentos e emoção, escritos pela Psicóloga Maris V Botari


07 dicas para a relação amorosa dar certo.

08 fatores que dificultam uma relação

09 formas de estragar um relacionamento.

09 sinais que o amor acabou

11 passos para identificar Relacionamentos abusivos

A blindagem contra apego

A dificuldade de relacionamento

A dificuldade em mostrar sentimento

Abra-se ao amor sem medo de ser feliz

Amor = Paixão + intimidade + comprometimento

Amor correspondido - Amor não correspondido

Amor custa caro

Amor desgastado: quando a relação afetiva está desigual

Amor Patológico - Amor doente

Amor sem limites

Apegados e Desapegados:

As emoções são contagiantes

Como agem as pessoas apaixonadas?

Como conquistar um amor

Como esquecer alguém?

Como manter um relacionamento saudável

De quem é a culpa pelo fracasso da relação?

Diferença entre: atração, desejo, paixão e amor.

Declarações de Amor

Dificuldade nos relacionamentos afetivos

Infidelidade no amor: como lidar e superar

Não brinque com o sentimento alheio

Não carregue uma culpa que não é sua

Não Idealize

O amor correspondido

Os Amores do Passado

Pessoas com dificuldade de relacionamento

Pessoas românticas

Por que algumas "ficadas" não se transformam em namoro?

Por que dizer "EU TE AMO" é tão difícil

Porque algumas pessoas se apegam demais enquanto outras não conseguem se apegar a nada?

Quando o amor termina

Reconciliações

Você sabe amar?

Você sabe dar e receber afeto?

Você tem medo de amar?


Tratamento depressão, tratamento para Ansiedade Psicóloga em SP zona sul, psicoterapia Bradesco, psicóloga Amil vila mariana, psicóloga Sulamérica em sp.. Terapia infantil, Casal, Individual, terapia sp, psicologo barato, terapia de casal preço, clinicas de psicologia em sp, psicologos em sp, psicoterapia de casal, psicologos sao paulo, site psicologo, whatsapp psicóloga online, ajuda emocional, dificuldade de relacionamento conjugal, consulta psicológica online, psicologo zona sul, terapia para adultos, Psicóloga Sulamérica, PSICÓLOGA Saúde Bradesco, Psicóloga Amil, psicologia online, psicólogo SP, Psicologa sp, Psicóloga Bradesco Amil Sulamérica São Paulo SP vila mariana, Psicologa online, psicólogos gratuitos, melhores psicólogos de sp, terapia de casal, terapia para adolescentes, terapia de luxo, terapia cessível, peço de terapia acessível, psicólogo bons em sp, psicólogos baratos, psicólogos formados pela USP, psicólogos formados pela puc, psicólogos de celebridades, psicólogos para estresse no trabalho.

    Postagens mais visitadas deste blog

    Psicóloga por Whatsapp: sempre com você

    A dificuldade em mostrar sentimento ❖Psicologa SP

    Diferença entre: atração, desejo, paixão e amor.

    10 motivos para fazer terapia ❖Psicologa Vila Mariana SP

    ❖Terapia Online: uma alternativa excelente

    Psicóloga que atende convênio Bradesco

    Plano de saúde cobre psicólogo

    Não brinque com o sentimento alheio

    Pessoas interesseiras

    Sentimentos reprimidos