Mecanismos de defesa: uma leitura Behaviorista

Engana-se aquele que acredita que o behaviorismo ignora os sentimentos. Não ignora. Apenas muda o foco, buscando as variáveis responsáveis pelos mesmos. Skinner afirmava que "a ênfase do sentimento recai sobre aquilo que é sentido" (1969, p. 284).

Sendo assim, também não ignora as teorias que tratam dos sentimentos.. apenas faz uma leitura diferente. Vejamos:

No livro "Ciência e comportamento humano" (2007), Skinner faz inúmeras colocações acerca dos conceitos psicanalíticos, que, já em sua época, eram bastante difundidos para serem ignorados. Em momento algum de sua obra, o teórico behaviorista desmerece os conceitos psicanalíticos, limitando-se a fazer uma leitura mais funcional dos mesmos.

Na página 410 da citada obra, Skinner  explicar suscintamente  os mecanismos de defesa propostos por Sigmund Freud:

Repressão -  comportamento de reprimir suas tendências agressivas, em virtude de punições anteriores. "a repressão é bem sucedida se o comportamento for tão eficiente substituído que raramente alcance o estado incipiente no qual gera ansiedade. Terá falhado se a ansiedade for gerada com frequência" (p. 410)

Formação de reação -  comportamento de manejar os impulsos aversivos em outra direção a fim de evitar a estimulação aversiva condicionada (p. 410)

Racionalização - comportamento que visa evitar que a punição seja aplicada por outros e a estimulação aversiva condicionada não seja gerada no comportamento do próprio indivíduo. (p. 410) Exemplo: "não fui eu que quis assim, foi você", ou seja, quando eu te culpo, desvio de mim mesma o sentimento de culpa (estimulação aversiva).

Sublimação - comportamento que visa desviar sua agressividade para algo que não sofra punição e seja reforçado socialmente. (p. 411)

Identificação -  comportar-se como alguém, em função dos reforçadores que o outro obtém (p. 412).

Estes são apenas alguns exemplos, extraídos do livro citado acima.
Em diversas passagens, Skinner trata de assuntos relativos à subjetividade. Pra quem saber mais, sugiro a leitura desta obra:

SKINNER, B.F. Ciencia e comportamento humano. Trad. João Todorov. São Paulo: Martins Fontes, 2007. 
 


 

    

Consultório de Psicologia Vila Mariana

O Consultório fica na Rua Domingos de Moraes, 770 Bloco 01 Sala 05. Whatsapp (11) 99984-9910

Psicóloga, São Paulo

Se chegou aqui, certamente busca uma psicóloga, psicólogo, psicoterapia, apoio emocional, ajuda psicológica, ou tratamento para sua ansiedade, depressão, estresse ou dificuldade de relacionamento.
Se este não for o caso, talvés a leitura de alguns artigos lhe seja útil.

Podemos agendar uma consulta psicológica gratuita para que você venha conhecer meu trabalho, minha missão, visão e valores.

Clique aqui para agendar uma Consulta Psicológica Gratuita
Quando buscar Terapia?

Exceto quando houver indicação de um médico ou psiquiatra, não existe UM momento adequado. Geralmente as pessoas buscam ajuda do psicólogo, ou psicóloga quando:

Sentem-seincompreendidos;



  • Psicologia Vila Mariana
  • Psicóloga Vila Mariana
  • Psicólogo Ana Rosa
  • Psicóloga Ana Rosa
  • Psicologia SP
  • Psicólogo SP
  • Psicóloga SP
  • Psicólogo em SP
  • Consultório de Psicologia Vila Mariana
  • Consultório de Psicologia em SP
  • Clínica de Psicologia Ana Rosa
  • Clínica de Psicologia Vila Mariana
  • Clínica de Psicologia Zona Sul
  • Psicólogo Zona Sul SP
  • Psicologa, Psicologa Bradesco,
    Psicólogo,
    Terapia de casal,
    Psicoterapia,
    Psicologa São Paulo,
    Psicóloga Vila Mariana,
  • Psicólogo Vila Mariana
  • Psicólogo São Paulo
  • Bradesco, Amil, sulamérica.
  • Bradesco, Amil, sulamérica.
  • Psicologo Bradesco,
  • Psicologo Amil,
  • Psicologo sulamérica.
  • Psicologa Amil,
  • Psicologa sulamérica.

Tratamento Psicológico para:

  • Ansiedade
  • Baixa autoestima
  • Carência afetiva, Dependência Emocional
  • Ciúme Patológico
  • Depressão
  • Desmotivação
  • Dificuldade de Concentração
  • Dificuldade de demonstrar afeto
  • Dificuldade de Relacionamento
  • Dificuldade para dormir
  • Estresse no amor
  • Estresse no trabalho
  • Lidar com sentimento de culpa
  • Manter um relacionamento feliz
  • Medo
  • Necessidade de aceitação
  • Perda de Foco