Redes Sociais

27/11/2017

Não idealize! Viva dentro da realidade.

Se você tem certeza absoluta que é amado (a) por alguém, fique atento (a). Muitas vezes, você pode ser vítima da sua própria idealização, ou seja, por querer demais que o(a) outro (a) te ame, pode cometer o engano de acreditar-se amado(a).

Podemos exemplificar isto tratando das pessoas que confundem amizade com amor, cordialidade com paquera, elogios com "cantadas".

A idealização

Amor não pode ser categorizado em "correspondido" e "não correspondido".

Existem vários sentimentos entre o amor e a indiferença que devem ser avaliados racionalmente, não só para evitar desilusões futuras, mas também cobranças exageradas. Algumas pessoas amam demais...outras amam pouco. É sobre elas que iremos falar neste tópico.

As vezes, insistir para que o outro demonstre sentimentos que não possui, pode levar o relacionamento à falência em pouco tempo, e os bons sentimentos que restam podem transformar-se em aversão/repugnância, o que irá dificultar até mesmo a manutenção de uma simples amizade no futuro.



💗Amor idealizado:
Entre o amor correspondido e o não correspondido existe uma gama de sentimentos menores, mas nem por isso, menos nobres.

Porém, algumas pessoas confundem a atenção que recebem com amor, paixão ou flerte, colocando a outra pessoa em situações de "saia-justa". Por isso é importante conhecer as intenções da outra parte, para evitar situações constrangedoras ou desilusões amorosas
É possível que alguém demonstre admiração, amizade, desejo sexual, comprometimento, cuidado, sem que isso implique em amor romântico, que é o idealizado pela maioria das pessoas. 


Na psicologia, amor é a mistura de três elementos:
💜Paixão
💚Intimidade
💙Comprometimento

A mistura destes elementos pode originar diversos tipos de amor

psicologa bradesco| psicologa amil|



💕Amor correspondido:

Para que haja correspondência perfeita é necessário que cada um dos envolvidos dê e receba afeto na mesma medida.



Mas a ausência de correspondência perfeita não impede que a relação seja feliz, desde que haja respeito, admiração e compreensão, o que pode favorecer o surgimento dos elementos que faltam, ou a diminuição dos que sobram.




💔Amor não correspondido é percebido quando o esforço para chamar a atenção do outro for enorme e desproporcional. É caracterizado pela falta de reciprocidade em pontos importantes, abrindo espaço para a frustração e a tristeza. 
  
Quando isto ocorre, não há muito o que fazer. 
As tentativas de fazer com que o outro mude de comportamento ou ceda as chantagens emocionais, pressões ou imposições farão com que o afastamento seja cada vez maior e definitivo, uma vez que ela (ele) tem sua individualidade e seus limites.
 
Sugere-se que o indivíduo não-correspondido reflita sobre os motivos que o levam a vivenciar uma relação desigual em termos de afetividade e busque formas mais saudáveis de se relacionar. Caso esta tarefa seja difícil, acima das suas forças, procure ajuda psicológica.

 

Psicologa bradesco em sp

Não se iluda

desilusões amorosas

Avalie este conteúdo