Reflexões sobre a passagem de ano





consulta psicológica, psicologa, agendamento de consulta gratuita, preços de terapia, psicoterapia, atendimento, psicoterapico,psicoterapia, psicologa, psicologo, psicanalista, gestalt, terapia cognitivo comportamental, testes, avaliações, quanto custa consulta, atendimento, psicologico, psico, estresse, psicologa, tratamento, convenio,  terapia de casais,depressao, estresse, ajuda emocional, convenio psicologico, marcar consulta, sao paulo psicologa, preco de consulta, valor da consulta psicologa,primeira consulta psicologica gratis, terapia, psicoterapia, psicologia, tratamento para depressao, tratamento para ansiedade, dificuldade de relacionamento, crianças, adultos, idosos, casais, grupos, palestras, estresse, obesidade, ciúme, amor, namoro, casamento, sexo, sexualidade, luto, patologia tratamento, psicóloga allianz, psicólogo, allianz, psicóloga, allianz psicólogo saúde bradesco, psicóloga saúde bradesco,  clinica de psicologia, consultorio psicologia, convenio psicologa, consultorio psicologigo vila mariana, bradesco saude, amil, unimed, golden cross, reembolso, omnit, psicologa na vila mariana, psicologa que atende amil em Sp, psicóloga que atende saúde bradesco em sp, Psicologa que atende Sul America em Sp
Muito se fala nesta época de passagem de ano em coisas boas, as pessoas trocam votos de saúde e felicidade.

No entanto, e justamente nesta época que algumas pessoas tendem a se sentirem mais deprimidas, angustiadas ou ansiosas.

Por que ocorre esta contradição?

Sem querer generalizar, afinal cada caso deve ser avaliado separadamente, para alcançar uma compreensão individual.

No nível social, uma possível suposição seria compreender o quanto os meios de comunicação colaboram para elevar as expectativas de felicidade. Basta acompanhar as propagandas que mostram as famílias unidas, felizes, casais se abraçando, mesa farta viagem tranquila. um perfeito paraíso de consumo ditado pela imposição capitalista determinando que ser feliz é ter e não ser, colocando a felicidade em um patamar quase inatingível

Sejamos realistas: quantas pessoas conseguem reunir ao mesmo tempo dinheiro diversão, saúde, família feliz?

Devem existir pessoas assim, mas são raras.


Nesta época somos bombardeados por propagandas de felicidade e como e natural muitas pessoas não conseguem realizar o que e proposto pela mídia o resultado e a depressão.


Fala-se que é tempo de amar, mas quanto desamor foi demonstrado ao longo do ano?
Fala-se que é tempo de paz, mas quantas guerras subjetivas são travadas consigo mesmo?
Quantos vidros de calmante são necessários para conseguir a paz interior imposta pela mídia?

Acredito que a renovação deva ocorrer sim, a todo momento, todos os dias, todas as horas, mas de forma espontânea. Sem imposições de qualquer natureza. E da direção que o indivíduo entender como adequada, na medida das próprias forças. A lista de mudanças de ano novo não será efetiva se o indivíduo não se comprometer a ser ele mesmo, afinal as mudanças devem ocorrer sempre de dentro pra fora, por meio do exercício do autoconhecimento.